Posted by : CanasOminous Feb 13, 2013

FOLIA Vs. ESTUDOS

O chão estava forrado por papéis coloridos, lixo, latinhas, objetos perdidos, sem contar que a sujeira estendia-se até além dos limites da floresta. Praticamente toda a Sinnoh encontrava-se nesse estado, raros eram os pontos onde algo ou alguém continuava de pé, as pessoas pareciam sequer ter noção do que acontecera. O cenário destruído dava a impressão de que uma terrível guerra fora travada ali, marcando o fim de uma batalha que já se estendera há anos.
Watt caminhava pulando os amontoados de entulho colorido e até Pokémons desmaiados. Jogado em um canto da estrada estava Aerus, praticamente desacordado. O esquilinho correu para seu auxílio no mesmo instante em que o viu, ajoelhando-se ao seu lado com as mãos em seu rosto.
Aerus, Aerus! Você está bem?
Não, cara. Não estou. Pode ir, me deixe aqui, não há mais nada para mim nesse mundo, pode ir embora... Acabou. — lamentava o dragão, caindo para o lado enquanto seu companheiro teimava em deixá-lo sentado.
Aerus, você não está sóbrio. O que aconteceu?
— Ele veio — respondeu o Garchomp de maneira estranha, com o olhar perdido e a cabeça a rodopiar. Watt recuou temeroso antes de questionar novamente:
Ele quem?
Aerus segurou na gola de seu companheiro e, aproximando-o de seu rosto, encarou aqueles olhos azuis com a expressão ameaçadora e a voz trêmula em sua garganta.
Carnaval e caiu na risada.
Watt empurrou-o de volta para o chão, e ali ficou o dragão enquanto o pobre Pachirisu ajeitavasua mochila nas costas e voltava a seguir rumo a entrada da guilda.
Seu idiota, fica aí me assustando de bobeira. Eu odeio carnaval, e parece que essa região só começa depois que essa coisa acaba. Espero que tenha sobrado algo da guilda, vai saber se vocês também não a destruíram por completo...
Watt era obrigado a pular montes de confete a cada metro, e para sua surpresa a guilda não estava tão ruim quanto ele imaginara. Watt havia aproveitado o feriado para passar alguns dias com sua família no Valley Windworks, e ao retornar para a base ainda tinha de lidar com o fato de ser obrigado a organizar tudo. Muitos de seus companheiros também tinham ido viajar, e sua obrigação como sub-administrador era manter o local organizado.
Ao procurar por um de seus amigos deparou-se com alguém que nunca tinha visto. Era uma mulher vestida com roupas de policial enquanto sua mão segurava uma garrafa e um par óculos escuros manchados. Watt cutucou-a de forma mansa com um graveto, tentando acordá-la sem ser espancado.
Ei, moça. O que está fazendo aqui?
A mulher virou-se com os as sobrancelhas franzidas e uma expressão não muito agradável. Ela olhou para os arredores como se tentassem lembrar onde estava, ou até mesmo quem era, e depois voltou a contemplar a singela figura ao seu lado.
Sabe me dizer onde estou? — perguntou a moça.
No pátio da guilda dos Fire Tales.
Ahh, Fire Tales... Sinto que já ouvi esse nome em algum lugar... Estranho, não me lembro como vim parar aqui. Bom, de qualquer maneira, já estou de saída. Obrigada pela informação, pequenino. Até a próxima.
A suposta policial foi caminhando aos tropeços, e Watt imaginou se não seria melhor ajudá-la a chegar a sua moradia em segurança, mas no momento ele tinha maiores conflitos a resolver. Voltou até a porta de entrada onde Aerus continuava esparramado em uma das paredes, puxou-o pela gola da camiseta levando o dragão para dentro da guilda.
Sabe me dizer por que tinha uma mulher que eu nunca vi dentro da nossa guilda?
É carnaval, parceiro. Deixa o povo fazer o que gosta, ninguém é dono de ninguém... Aquela moça disse que estava procurando uma mocinha de cabelo curto, achei que fosse a Wiki. Daí ela aproveitou para ficar aí e se divertir com umas outras amigas que já foram embora, sabe? Hah, hah, hah... Cada gente que estranha que aparece por essas bandas... Vai um drink aí?
Eu não bebo, você sabe — respondeu Watt com uma feição séria. — Onde estão os outros? O General já voltou com a Glaciallis? O Chaud ainda está na mansão da Milady? A Sophie está de volta? Alguém daqui que possa comandar a guilda estava presente esse tempo todo?
Acho que não, tava só eu e uma galerinha. Mas logo eles voltam, logo eles voltam. Fica tranquilo porque a gente dá um jeito em tudo — respondeu Aerus com uma risada não muito sóbria.
          Watt não pareceu muito feliz com aquilo.
Arrumar tudo? E qual a imagem você quer construir para nossos amigos? Você deixou a casa deles ser destruída, tem gente que eu nunca vi aqui dentro! Como você consegue ser um líder tão relaxado?
Aerus parou de sorrir, pedindo apoio para o esquilo antes de levantar-se. Primeiro o dragão alongou seus músculos, enxaguando o rosto numa fonte ali perto e dando uma rápida olhada pelos arredores. Logo ele voltou-se para seu pequeno amigo e sorriu.
Cara, Sinnoh só começa depois do carnaval. Agora você pode ter certeza que vou pegar sério nos deveres e colocar tudo em ordem. Aproveitei o que tinha de aproveitar. Estou de volta! Juro.
Hm — grunhiu Watt, não muito convencido. — Sabe o que vocês precisam de verdade? Educação. Parar de pensar na diversão e começar a pensar nas obrigações reais. Eu até tinha uma proposta muito interessante para quando todos voltassem, mas imagino que você nem vá querer ouvir.
Poxa, Watt! Já trabalhamos o dia inteiro, todos os dias da semana, atuamos às sextas, trazemos cenas especiais nas quartas, fazemos uma sessão de fotos para o Artbook, e ainda adiantamos projetos antigos todos os fins de semana... É só uma vez por ano, tenta ser mais liberal cara...
Watt refletiu sobre aquilo, parecendo um pouco frustrado e decepcionado com as atitudes de seu amigo. Aerus foi até o jovem e colocou a mão em seu ombro, dando um abraço forte para recebê-lo depois da longa viagem que ele fizera de volta.
Fica triste não, companheiro. Eu sei porque você está assim...
Eu só não gosto do carnaval... — respondeu Watt com a voz chateada.
— ...Aposto que é porque você não ficou ninguém. Isso sim é motivo para se ficar decepcionado no carnaval! Hah, hah, hah... Tá, parei. Qual era a proposta que você tinha para me dizer mesmo?
Nada, Aerus. Nada. Você vai ver na segunda feira quando todos os outros membros estiverem de volta. E limpe essa bagunça, não quero causar uma má impressão da nossa guilda logo no começo do ano, mas isso tudo vai mudar. Ah, sim, com certeza vai mudar...

• • •

Aerus caminhava pelo pátio na direção do Salão Central, onde Watt marcara uma reunião com todos os membros da equipe em plena segunda feira, às sete horas da manhã. O Garchomp já tinha se esquecido como era acordar tão cedo, e certamente esperava que seu amigo felpudo tivesse uma boa explicação para aquilo.
A guilda ainda estava uma zona, o lixo não fora completamente retirado, e Aerus começava a perceber que deveria tomar mais cuidado com as pessoas que convidava para sua base, a situação era mais crítica quando ele era o incunbido de arrumar sua própria bagunça. Ao chegar no Salão Central ele notou a reforma que Watt fizera, ele agora tinha várias cadeiras espalhadas pelo recinto, e atrás do trono principal do outro lado da parede havia um enorme quadro negro. Onde antes ficava o líder da corporação, agora havia apenas uma mesa em sua frente, como se fosse um escritório. Aerus arqueou as sobrancelhas e surpreendeu-se ao ver que grande parte dos membros da guilda já estavam presentes, sentados em cadeiras enfileiradas e muito bem comportados.
Caramba, e eu imaginei que vocês demorariam a sair do clima de carnaval, mas todo mundo já parece ter sido domesticado e colocado em uma guilda militar de treinamento. Diga aí, o que tá pegando? — perguntou Aerus de maneira curiosa e interessada.
Nada demais, eu apenas acabo de inaugurar a escola dos Fire Tales — respondeu Watt de maneira gentil. O esquilo no momento encontrava-se de pé ao lado do trono, e após apontar um giz em direção do Garchomp engrossou a voz e anunciou com autoridade. — E você está trinta minutos atrasado, na próxima levará uma advertência.
Aerus ficou encarando o jovem Pachirisu com uma expressão estática, e logo depois caiu na risada.
Escola? Você tá de brincadeira?! Quem é que vai querer isso na equipe? — perguntou o dragão, notando que praticamente todos os membros da equipe estava ali presentes.
Todos toparam participar. E os que estão faltando serão nossos professores. Eu não sou especialista em nenhuma dessas áreas, então pedi ajuda para que os membros mais inteligentes da equipe nos ensinassem tudo que sabem. Inclusive um pouco de ética para pessoas que perdem o controle em meio a folia — explicou Watt com uma indireta. — Serei um aluno como todos os outros, e estou aqui para aprender.
Bem, se você não se importa, então vou dar no pé antes que sua inteligência me afete...
E o que vai fazer, Aerus? Pular carnaval sozinho? — perguntou Watt.
Parece uma boa — respondeu o dragão de maneira rude, ainda não muito contente com aquela ideia. — E o que é isso, afinal? Uma reunião ou uma brincadeira de criança para quem não tem o que fazer?
Cala a boca e senta logo aí. É um pouco dos dois. — respondeu Mikau, virando-se para trás em sua última carteira enquanto esticava o braço para cumprimentar o velho companheiro.
Opa, até você está por aqui, meu chapa! Agora estou percebendo que a situação está tomando um nível mais elevado, as coisas vão começar a ficar mais interessantes. Eu só precisava de um parceiro para causar nessa sala mesmo, agora não preciso de mais nada.
Aerus acomodou-se com seus companheiros no fundão da sala. Ali estavam Mikau e Wiki; mais na frente era possível ver Marco ficar encabulado enquanto Jade mostrava alguns truques com cordas para ele; também estavam Eva, Sly, Akebia, Lyndis, Coffey e Duke, excluído em um canto da sala. Todos conversavam e se enturmavam, apoiando a iniciativa do sub-administrador da guilda em transmitir-lhes um pouco de conhecimento. O senhor Atros mantinha a vigia na entrada, mas sempre que podia dava uma ligeira observada no conteúdo da aula. Aerus puxou a carteira da frente e esticou as pernas, mas ao tentar ver a lousa de tão longe percebeu que havia uma mulher sentada em uma das primeiras carteiras.
Que droga mano, por que sempre tem que ter uma cabeçuda na frente?
Pelo mesmo motivo que no fundão sempre tem um otário para bancar o engraçadinho, Aerus — respondeu a moça, virando-se ao revelar uma feição muito familiar para o dragão que quase caiu da cadeira.
WOAAAH!! T-Titânia?!! Até você veio para esse negócio?!
Claro, o Watt me convidou, e adorei essa oportunidade de conhecermos mais a língua dos humanos entre tantas outras matérias que podem ser interessantes para nós. O mundo não é feito apenas de espadas e machados — retrucou a serpente de sua maneira tão confiante e determinada.
Aerus voltou a espreguiçar-se, esticando os pés em cima da mesa e olhando para tudo com desinteresse.
Veremos então se essa coisa de escola é interessante mesmo.

Língua Portuguesa Prof° Isaac

Bom dia, caros estudantes. Eu serei o professor de língua portuguesa de vocês, e também de Gramática e Literatura, portanto, em torno da semana creio que nos veremos mais do que de costume, então é interessante que comecemos a ganhar certa intimidade para que nossas aulas sejam mais produtivas e categóricas. — explicou o Leafeon, ajeitando seu par de óculos enquanto sentava-se no trono do professor.
No canto direito da sala alguém pareceu levantar-se.
Muito bonito, senhor Isaac! Intimidade com tantas pessoas, hein? Eu pensei que eu fosse única para você, como pôde fazer isso comigo? — reclamou Milady, decepcionada.
A galera do fundão não perdia uma oportunidade.
Ihhh, o professor vai ter lição de casa quando voltar. Hah, hah, hah... — brincou Aerus.
Isaac pediu para que sua esposa sentasse, de modo que Milady ficasse ainda mais inconformada em receber ordens. A felina olhou para o lado e logo notou que seus dois filhos a acompanhavam, Eva e Duke.
E como é que eu fico na mesma sala que eles? Eu sou mais velha, uma rainha, mereço uma atenção diferenciada da plebe! Tudo bem, eles são príncipes e princesas e podem ir comigo, mas o resto, não!
Querida, estou no trabalho, em casa você recebe toda a atenção que desejar. — respondeu Isaac tentando manter a paciência.
Marco levantou a mão discretamente em seu canto.
Então essa coisa de língua tem algo haver com relacionamento?
Claro que tem, a língua faz toooooda a diferença!  — respondeu Wiki animada, logo encolhendo-se em sua carteira quando percebeu que havia falado alto demais.
Isaac ajeitou-se em sua cadeira um pouco sem graça, abrindo seu caderno antes que os alunos começassem a sair do limite nos primeiros dez minutos de aula.
Então, eu gostaria de saber até que nível vocês conhecem da língua oficial de nossa pátria. Eu gostaria de ter uma noção básica de gramática, redação, quantos livros leem por mês e com que frequência podemos fazer as provas este semestre.
Ao terminar de falar Isaac percebeu que seus companheiros se entreolhavam um pouco acanhados e completamente perdidos naquele assunto. Era como se nem falassem a mesma língua.
Melhorando a minha pergunta, quem de vocês sabe ler?
Eva ergueu a mão discretamente, fazendo Milady bufar de raiva e levantar a mão do mesmo jeito, mesmo não sabendo de nada. Logo Coffey divertiu-se com a situação e decidiu levantar também, e como de costume, Aerus, Mikau e Wiki também levantaram só para confundir o professor. Todos os demais colegas de sala também começaram a levantar. Por fim, Marco sentiu-se sozinho e levantou também. Titânia olhou para trás e impressionou-se com a reação da sala.
Nossa, só eu aqui ainda não sei ler?
Claro que não, minha doce Titânia. Só você aqui é sincera o suficiente para admitir isso — respondeu Isaac de maneira bondosa. — Já vi que ensinar língua portuguesa para vocês vai ser mais difícil do que imaginei... Tratando-se de nossa língua pátria, ao menos é melhor do que ensinar os grunhidos de Pokémons para eles.

Matemática Profª Milena

Muito bem, meus jovens. Eu serei a responsável por ensiná-los o básico da matemática, contas de adição, subtração, multiplicação, divisão, entre outros, e a cada nível devo adiantar que nosso estudo ficará mais complexo! Falaremos sobre os números em geral, mas espero não pegar muito pesado de início, até porque creio que não são todos vocês que têm conhecimento disso. E, por incrível que pareça, e matemática está presente em todos os lugares a nossa volta. Não é incrível? — explicou Milena pacientemente, sentando-se na beira da mesa ao cruzar as pernas que revelavam um decote discreto.
Aerus logo levantou a mão.
Professora, aproveitou muito o carnaval lá no paraíso?
Oh, sim, Aerus. Foi muito divertido, pude ver um dos shows de fogos mais lindos do mundo, e o espetáculo musical estava um arraso. Sempre gostei da minha terra natal, e alguns amigos de lá mal me reconheceram quando voltei. Mas certamente, eu senti saudade de lá... — respondeu Milena com um sorriso gracioso, logo recompondo a postura. — Mas o que isso tem haver com o tema da aula que acabei de falar?
Mileninha, você foi ver o show e o desfile das escolas de samba lá na avenida? As mulheres lá dançam quase nuas, eu acho um arraso! — disse Wiki empolgada.
Eu fui ver, com toda certeza. Um dos grupos inclusive me chamaram para ser a rainha da bateria, mas devido às circunstâncias eu não pude participar. Agora será que vocês podem parar de me enrolar e voltar ao assunto da aula?
Por que tenho a impressão de que não vou gostar de matemática? — comentou Titânia.
Estou indo ao banheiro. — disse Mikau, levantando-se de sua carteira e indo em direção da porta da classe, insinuando que não precisava da permissão de ninguém para sair.
          Milena tentava controlar sua sala de marmanjos.
Pessoal, atenção, por favor. Algum de vocês agora poderia me dar um exemplo de algo contável? Digo, para facilitar peço para que me digam algo que vocês gostem muito, e possamos praticar um pouco. Por exemplo, o que acham que seja a derivada da integral do logaritmo de exponencial elevado a x?
          Logo Sly levantou-se de sua carteira com as mãos na cabeça e gritando feito um louco.
Eu vou ODIAR Matemática!! Me tirem daqui!! Me tirem daqui!! — gritava o Machoke, levantando-se de sua cadeira e correndo em direção da porta de saída.
Esperem, era só um exemplo! — respondeu a professora, tentando manter o controle da sala que já começava a ser destruída pelos alunos. — Alguém me ajude, preciso um exemplo de algo contável e que as pessoas gostem!
Poder e Fama! — respondeu Milady, erguendo uma das mãos num gesto suave que realçava sua glória.
Não, não, não. Outra coisa! — insistiu Milena, já perdendo a paciência.
Amantes? — sugeriu Wiki.
Não, algo que se possa contar! Será que vocês não conseguem... Argh!! SENTEM-SE TODOS! AGORA!!!
Imediatamente todos os alunos da sala sentaram, cessando a discussão. Milena bufou, lançando um olhar fuzilante para cada um deles, depois arrumou seus cadernos e folhas na mesa, ajeitando o cabelo atrás da orelha.
Quando eu voltar eu quero essa sala organizada, ou vocês estão encrencados, ouviram? — disse a professora, extremamente frustrada. — Agora, se me derem licença, eu preciso ir ao banheiro.
Milena deixou a sala, e todos os alunos continuaram quietos por um longo tempo. Alguns olhavam ao redor, outros apenas se ajeitavam em seus devidos acentos. Logo Aerus soltou um comentário:
O Mikau não estava no banheiro também?
Aerus e Wiki se entreolharam, soltando uma risada ligeira.
Professora safadinha...

Geografia - Prof° Chaud

Como vocês devem saber, Sinnoh é um continente divido por uma cordilheira no centro, apresentando três lagos que, se interligados, formam um triângulo no centro, o Spear Pillar. Um dos aspectos mais interessantes de Sinnoh é a presença do subterrâneo que se estende por praticamente toda a extensão terrestre da região. É uma das áreas mais antigas do mundo, onde cientistas foram capazes de encontrar fósseis e pedras antigas, datadas de milhões de anos.
Mas professor, qual seria o interesse deles em pedras normais? — perguntou Eva com certa curiosidade.
Chaud fechou o livro, mantendo uma feição séria.
Uma pergunta muito interessante, jovem Eva. A importância em si não está naquilo que é encontrado do passado, e sim, como surgiu essa diversidade de organismos, os cientistas procuram entender os processos que controlavam a evolução, desde o surgimento da vida, novas espécies, crises biológicas...
Bacana, temos um professor que viveu no tempo dos dinossauros! — disse Lyndis animada.
E cá entre nós, querida, de dinossauro ele não tem nada, os homens de hoje deviam ser mais como esse homens antigos, só o mais forte sobrevivia. — acrescentou Akebia.
Bem, mas a pré-história é um assunto para o General passar para vocês, meu intuito mesmo era falar à respeito de geologia, clima, terrenos, enfim, um tipo de conhecimento que seria de grande importância para todos vocês.
Mas se eles inclusive já foram capazes de reviver um guerreiro ancestral que viveu naquele tempo, por que precisamos entender as pedras? — perguntou Eva novamente.
Chaud pareceu um pouco sem fala.
Bem, quando eles nos revivem digamos que não temos lembranças de nada que aconteceu no passado, é como se nascêssemos de novo. De qualquer maneira, gostariam de ouvir uma história sobre a origem de tudo? Vamos começar com a aula, tudo começou naquele dia...
          — Boa noite, galera. Nos vemos dentro de 50 minutos... — disse Aerus, apoiando os braços na mesa e começando a cochilar.

História - Prof° General

SENTADOS!! Isso aqui não é uma sala de primário ou de ensino médio, vocês são Guerreiros, ouviram?! GUERREIROS! Eu serei o responsável por revelar todas as táticas das grandes guerras mundiais, falarei sobre seus líderes, pessoas que mudaram o mundo com seus pensamentos, que influenciaram na ciência e deram sua contribuição para a humanidade. E vocês serão os PRÓXIMOS!!
Minha nossa, o General vira um ditador quando entra em uma sala de aula! — comentou Titânia.
Ditadura Militar, sim!! Vamos falar sobre todos os presidentes, os golpes de estado, o poder político das monarquias, repúblicas, como foram revoluções e inclusive aqueles dominados pelos militares! Não há nada na história que não tenha sido conquistado sem derramamento de sangue? Que os adeptos ao nosso movimento não se esqueçam nunca disso, mesmo que, pela enormidade do sacrífico, possam vir a recear da possibilidade do sucesso!
General? — perguntou uma voz acanhada do outro lado. Era Glaciallis, que logo se escondeu atrás da parede. — Ah, me perdoe, professor. Eu não o vi na sala, estou à procura da minha classe para iniciar a aula de Inglês...
Oh, minha deusa grega dos tempos antigos, o tendão de Aquiles do meu infortúnio, a perdição dos corações apaixonados! Como é bom ver seus olhos azuis nesta maré de conhecimento que inunda o nosso saber! Gostaria de sentar-se e ouvir uma história? Você sempre será bem vinda.
Como ela estava procurando uma classe se só tem a nossa aqui? — perguntou  Mikau confuso.
           Boa noite, galera. Mais 50 minutinhos de folga... respondeu Aerus, caindo no sono.

Biologia - Prof° Panetto

Todos os alunos da sala encontravam-se dispersos, jogando carteiras para o alto, atirando papel na cabeça dos colegas, subindo em cima das mesas e rabiscando a lousa. Apenas Titânia continuava sentada em seu aposento, mas sua paciência já saía dos limites.
Vocês querem fazer o favor de falar um pouco mais baixo?! E se o professor Panetto chegar?
Ihh, ele nem vem mais, não. Por isso tenha a impressão de que já começo adorando as aulas de Biologia! Obrigado, professores que faltam na aula! Eu não sei o motivo, e espero que não tenha sido nada grave, mas obrigado!! Um dia vocês serão recompensados!! — gritava Aerus com as mãos esticadas para o alto.
Logo Wiki chamou a atenção de seus companheiros e foi até a mesa do professor.
Tudo bem, galera. Já que o professor de Biologia não veio eu vou assumir o controle da aula com uma matéria que eu domino há muito tempo — disse a moça, sentando-se na mesa e abrindo as pernas que eram cobertas apenas por sua saia. — Anatomia! ♥ Quem vai ser o primeiro?
Eu, eu, eu, eu, eu!! — gritaram diversas vozes masculinas, até que uma figura de estatura baixa, gorducha e de bigode abriu a porta da sala. Seus olhos quase saltaram para fora.
O que está acontecendo aqui...? Minha nossa senhora!! O que vocês pensam que estão fazendo??
Opa — respondeu a moça, fechando as pernas novamente.

Artes - Prof° Sophie

Gente, estou meio ocupada hoje, então abram seus caderninhos, façam um desenho bem bonito com o tema de "Minhas Férias", e quem terminar está dispensado. Fechado? — sugeriu a professora Sophie.
Todos os alunos ergueram as mãos para o alto, agradecendo a bondade da nova professora e abençoando aquela disciplina.
Adorei essa matéria — disse Aerus alegremente.

Filosofia - Prof° Karl

Mano, eu vou mostrar pra vocês que entender Filosofia é uma parada tranquila — explicava o professor Karl, mantendo em si a atenção de toda a sala. — Eu tenho minhas técnicas para entender esse mundo de problemas fundamentais relacionados à nossa existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais, estéticos e à mente... Maluco, mas como entendê-la? Você só precisa comprar umas ervas, e com isso garanto até que você vira o melhor amigo do mano Sócrates e do parceiro Platão. Os cara são gente fina, são gente fina...
Muito bonito, não é, senhor Karl? — disse Sophie, a professora de Artes. — Creio que nosso amigo Aristóteles não ficaria muito feliz com seus ensinamentos de ética na escola, não?
Mano, mano, Sophie... Fica tranquila, bro. Pega nada... No sistema aristotélico, a ética é a ciência das condutas, menos exata na medida em que se ocupa com assuntos passíveis de modificação, tá ligada? Ela não se ocupa com aquilo que no homem é essencial e imutável, mas daquilo que pode ser obtido por ações repetidas, disposições adquiridas ou de hábitos que constituem as virtudes e os vícios. Seu objetivo é garantir ou possibilitar a conquista da felicidade. A felicidade! Não estamos todos felizes?
Não, venha comigo porque tenho um assunto muito sério a conversar com você, mocinho. estão liberados, pessoal. Até semana que vem. — respondeu Sophie, puxando Karl pela orelha para fora da sala.
Aerus levantou-se indignado.
Só porque essa era a matéria que eu mais estava gostando...

Inglês - Profª Glaciallis

Hm, inglês não é uma matéria difícil, mas ela requer... Hm, prática. Regularização, exposição, muita conversação e treino... Não se baseia apenas na questão escrita e gramatical, é preciso praticar a fala, ouvindo e aprendendo...
Beleza! Chega aí, professorinha, deixa eu participar de uma prova oral com você. Hello, nice to meet you. My name is Aerus, I'm a Garchomp and the leader of the Fire Tales Guild!
Glaciallis logo virou-se para o lado, escondendo o rosto de maneira envergonhada.
Muita conversação, percebo.

SociologiaProf° Al Capone

Bem, posso dizer que a Sociologia é uma das ciências humanas que estudam a sociedade, o convívio entre pessoas em grupos, associações, comunidades... Eles estudam o comportamento da sociedade perante determinado assunto, prevendo consequências na mudança na forma como é tratado por ela. Por exemplo, hoje falarei sobre uma questão muito interessante que eu utilizava na máfia, a Família e a Traição.
Wiki se ajeitou na cadeira, percebendo a seriedade daquele assunto. A classe permaneceu em silêncio de tal maneira que o Corvo da Noite era um dos poucos professores que conseguia passar aquela sensação.
 Um homem que não se dedica a família nunca será um homem de verdade — explicou Al Capone. — Eu gostaria de um cobaia para falar também e dar exemplos sobre a traição... Alguém se candidata?
Todos apontaram para Duke, que demorou alguns segundos para perceber que era o candidato perfeito. Al esticou a mão para o jovem e o fez sentar-se na cadeira principal da classe. Apagando a luz e ocultando-se nas sombras.
Vamos fingir que você é um traidor de minha família, de nossa máfia, de nossa guilda. E você sabe que não gostamos nem um pouco de lidar com traidores... O que tem a dizer em sua defesa?
M-Mas eu não sou traidor... — resmungou Duke inocente, levando uma tapa na cara com uma luva de pelica.
Não diga que é inocente. É um insulto à minha inteligência, e isso me irrita. Eu disse que vim resolver todos os assuntos pendentes de minha família.
Espere, isso é uma aula demonstrativa ou o quê?! — perguntou Duke assustado, recebendo outro tapa.
Não questione o meu trabalho.
E o que eu devo fazer?!
Outro tapa.
Comece a agir como um homem. Vamos fazer o seguinte, eu vou contar até dez para que você me dê uma resposta. Estamos de acordo?
Al Capone foi até sua bolsa, e de lá tirou um instrumento de tortura muito antigo, utilizado para cortar o dedo de traidores, tão afiado quanto qualquer outro facão. Al colocou o dispositivo em um dos dedos de Duke e sussurrou em seu ouvido.
Um.
Antes que a ação fosse feita, Lyndis saiu correndo de sua carteira, empurrando o homem para longe e derrubando-o próximo da lousa que despencou lançando pó de giz para todos os lados.
Você tá louco, Al?! Essa máfia italiana leva muito a sério essas coisas de família, tome mais cuidado!! — disse a moça, vendo que os olhos do corvo pareciam dispersos e perdidos. 
Você tem razão, a máfia leva a sério demais esses assuntos. Acho que é melhor interrompermos a aula... Estão dispensados para o intervalo, galera.
          Logo todos se levantaram e deixaram a sala de aula para aproveitar um rápido recreio, um preparo para a tortura que seriam as duas últimas aulas. Porém, uma cadeira solitária continuou parada ali no centro com um pobre pinguim de mãos amarradas.
           Ei!! Alguém pode me tirar daqui?! — pediu Duke, notando que tudo ao seu redor caía em um silêncio profundo.  Ah, eu mereço...

Quimica Profº Yoshiki

Não vamos ficar aprendendo essa coisa de Química Orgânica, elementos naturais ou tabela periódica que consta em nosso esquema dado pela escola. Eu não sou de seguir regras, então vamos aprender o que realmente importa — disse o professor Yoshiki com uma risada sinistra, buscando alguns frascos que continham líquidos de cores diferenciadas. — Alguém sabe como envenenar a água dos outros?
Jade levantou a mão alegremente, mas depois que todos os demais alunos da sala voltaram o olhar para a moça ela redimiu-se timidamente. Yoshiki continuou manuseando seus instrumentos, que após soltar uma singela fumaça negra fez com que todos os produtos em seu interior se misturassem.
Agora preciso de uma cobaia. Keh, heh, heh...
Eu, eu, eu! Se der errado eu posso ganhar super poderes? — perguntou Jade.
Você morre. Lentamente, sentindo uma dor imensurável e incontida enquanto seus olhos se contorcem e tudo começa a escurecer ao seu redor. Acha mesmo que topa esse desafio? — respondeu Mikau com uma risada sarcástica.
Jade pareceu pensativa antes de responder.
Então vou querer! — apressou-se a moça novamente.
Nada disso, mocinha! Essa aula está começando a ficar muito perigosa! — disse Titânia, levantando-se de sua mesa e indo em direção do professor de química.
Acidentalmente a moça escorregou e acabou por empurrar o frasco das mãos de Yoshiki. O líquido saiu voando e caiu na lousa que imediatamente começou a ser corroída, deixando uma fenda profunda que derreteu até mesmo as pedras e o concreto que erguiam o salão.
Todos os alunos examinaram o buraco com curiosidade.
Agora, imagine isso no seu estômago. — respondeu Mikau com uma risada.
É, acho que não seria muito legal. Por que não ensinam isso nas escolas? — ponderou Jade.

Física - Profº Vista

Vista destruiu uma das portas de entrada assim que chegou na sala de aula. Todos os alunos se espantaram com o barulho e a explosão feita, mantendo distância e por algum motivo sabendo que aquela seria a pior matéria de suas vidas. 
O espectro demonstrou apenas um sorriso singelo em meio ao seu véu negro, soltando uma risada soturna e nefasta antes de sentar-se em sua cadeira.
 Welcome to hell, children. MUA, HAH, HAH, HAH!!
Não houve nem tempo para que os alunos se entreolhassem, em uma velocidade incrível  todos começaram a sair correndo, pulando janelas e se empurrando para não ficarem presente naquela sala de aula enquanto a risada do professor de Física ecoava de maneira terrível e assustadora.

Uma vez que todos os alunos saíram correndo da sala, logo as aulas tiveram de ser deixadas para uma próxima manhã. Se é que ela chegaria algum dia. Ainda era possível ver alguns integrantes da guilda rindo, e de fato muitos haviam se divertido com aquela ideia maluca de estudos e aprendizado.
É uma pena, só porque nós estávamos combinando de marcar todas as provas no mesmo dia... — comentou o General, saindo do salão com o apoio de Glaciallis ao seu lado.
Bem, e não posso negar que foi uma experiência excelente para relembrar os velhos tempos — respondeu Titânia com um sorriso. — Eu aprendi muito hoje, Watt. Obrigada pelo convite.
Não há de quê, senhorita Titânia. Esperamos vê-la em breve! — respondeu o esquilinho, voltando-se para o Garchomp na sequência. — E você, Aerus, viu como o aprendizado também é importante? A vida não se resume à festa, folia e carnaval. A escola também tem muita coisa a nos ensinar...
Pode crer, eu mesmo aprendi uma coisa muito importante hoje — assentiu seu companheiro. Watt pareceu impressionado com a rápida reação que seu amigo dera para os estudos.
E o que seria? — perguntou o esquilo de maneira curiosa.
          — Que preciso de férias o quanto antes...

{ 9 comments... read them below or Comment }

  1. Relembrando os tempos de escola! kkk!
    Engraçado foi ver o Vista chegando na sala do mesmo jeito que meu professor de física chegou no primeiro dia. A ideia transmitida foi a mesma. Palavras de meu antigo professor: "física é difícil, muitos de vocês irão bombar por minha causa e eu simplesmente não ligo." kkkk! Imagina a cara do povo da sala. É, 10 bombaram em física, então o dito cujo tava certo! kkk!
    Adorei o Yoshiki como o mestre da Química, e eu, como seguirei como Eng. Químico, me espelharei nele! kkkk!
    Agora, voltar-me-ei às minhas eternas férias (ou até que a faculdade nos separe! kkk!), sendo que desejo que o resto dos leitores que ainda estão no E. Médio ou E. Fundamental sofram com a escola! kkkk! Já sofri demais, e meu futuro é rir dos que ainda sofrem! kkkk!
    Agora realmente irei, sendo que com esse comentário um tanto quanto gigante, declaro que voltei (com minha chatisse e tudo) de vez, pois estava na fazenda, e lá nada d einternet, cel ou fax funciona! kkk!
    Adios, Canas! Quero ver mais novidades aqui!
    Adieu!
    Moacyr (falei demais hj kkk)

    ReplyDelete
  2. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    TITANIA!! vc voltou nem k seja por pouco tempo! ^w^
    minha turma era quase tao..... nao nao ninguem supera eles...kkkk
    adorei ^^
    eles ainda continuarao com a escola?
    WV

    ReplyDelete
  3. Diga ae, Grande Moa! Eita meu bom parceiro, você estava desaparecido mesmo! Mas cara, é uma delícia tirar um tempo para ficar longe de tudo, só de boa em um sítio ou fazendo, junto com as uvas como o Archie costumava falar kkkkk Acho que se tivesse internet em um lugar assim perderia a essência, eu memso já ficava revoltado com quem levava notebook e não desgrudava dele. Poxa, todo mundo precisa de um tempo para descansar da rotina, né não? E cara, física... Até hoje não sei nada de física, e jamais saberei. Creio que uma galera aí irá se identificar com o Vista, ele seria um professor adorável, aposto que com ele metade da sala iria bombar kkkkkkkkkk

    Rapaz, você passou em engenharia química? Que foda cara, que muito foda, de verdade! Meus parabéns por isso man, sei que é algo tão distante, mas me sinto orgulhoso quando vejo a galera do site vir aqui dizendo que passou em algo, que se esforçou e conseguiu seguir com o que queria. O Archie me disse outro dia que fará administração de empresas, e ele foi o primeiro do blog que voltou aqui com essa bela notícia. Tem gente que simplesmente segue a vida e esquece o resto, mas quando vejo alguém voltar e falar que conseguiu é um orgulho incomparável cara, muito sucesso nessa área tão fantástica e promissora. Mas se prepare para ver muito do Vista, da Milena e do Yoshiki daqui para frente kkkkkkk

    Poxa WV, infelizmente a escola nem rola mais... Esse foi só um especial mesmo, pode ser que em um outro outro episódio eles façam algo parecido, mas provavelmente não continuarão. Deu para matar a saudade da Titânia mesmo que por pouco tempo, não? Foi uma participação bem especial dela e do Mikau kkk Esses dois nunca se desligam da guilda! Enfim galera, valeu aí pelos comentários, espero que agora com esse recomeço definitivo eu possa terminar de psotar o que tenho guardado, e já começar a pensar na entrega do Omascar. Olha, quando sair a entrega da premiação da Saga Diamante, saibam que a Saga Platina estará muuuuito perto. Estou no aguardo do seu voto lá hein, Moa! Valeu ae pessoal, até a próxima (:

    ReplyDelete
  4. Ai Canas, minha escola seria bem mais divertida se eles fossem meus professores! ;)
    As aulas que mais gostei foram: General, Chaud, Al Capone, Yoshiki e Vista.
    OMG! O General lembra muito meu professor de história... Vira um ditador quando entra em sala. kkk Ah, General, eu queria você como meu professor.
    O Chaud é tão lindo, lembra meu professor de geografia! kk Um professor de geografia assim, eu quero~
    Al Capone e sua loucura da máfia @-@' Não sei se ele como professor seria agradável... Q
    Yoshiki... Não quero ele como professor, MAS NÃO MESMO! >_____>" Não quero ser intoxicada ou corroída, ou qualquer coisa parecida. Meu Jesus, me livra disso.
    Agora, Canas, você acreditaria em mim se eu dissesse que o Vista é o que mais quero como professor? SEJA MEU PROFESSOR DE FÍSICA, VISTA!! VENHA PRA MINHA ESCOLA!! *-*' SEU LINDO, VEM NI M... AHEM, DIGO, VENHA DAR AULA PRA NÓS!
    kkkk Ai Aerus, entendo você. Mas eu pego no sono nas aulas de Artes, mais precisamente. É tão chato... >_>' Pelo menos agora é a História da Arte, vai ficar mais interessante.

    Vou indo, Canas. Rachei de rir com esse Fire Tales! XD Quero mais aulas com o Vistaaaaaa~ *3*' Ja nee!

    ReplyDelete
  5. Oi, Kohai! Olha, vou ter que admitir que eu também adoraria ter uma aula de Biologia com a Wiki, tenho a ligeira impressão que do dia para a noite essa viraria minha matéria favorita kkkkkkkkkk Então você passará a ter História da Arte? Eu tive na faculdade, e olha, posso dizer que foi a melhor material de todas, com a melhor professora possível. História sempre chamou minha atenção, e não passou de uma brincadeira o que fiz com a Sophie dando aula de Artes. Mas sério, juntando os dois fica impecável, com certeza ficará muito mais interessante!

    Acho engraçado o seu gosto para personagens, Kohai. Certamente o Al Capone, o General e o Chaud são os galãs dessa história, mas sempre acho muito curioso quando você elogia o Coffey ou o Vista, e pelo que vejo esse cavaleiro mecânico é um de seus preferidos kkkkkk Sabe, o Vista não é o personagem que entrou para o acharem bonito ou legal. Ele é foda porque ele é foda, então fica o respeito né, e esses defeitos tão marcantes o tornam extremamente humano, por isso as pessoas não gostam dele, ele é imperfeito demais. Mas quando alguém chega e se encontra cativada pelo Vista sei que essa pessoa observou o coração do cara, e por isso eu curto tanto ele. Você tem que se livrar da armadura metálica para enxergar seu interior, e muitas pessoas não são capazes disso.

    Minha meta com todos os personagens de Sinnoh é encontrar alguém que se identifique com ele, que ache esse personagem o fodão. Acho que o Vista encontrou você, não? Se bem que ele ainda terá que compartilhar espaço com tantos outros machos bonitões kkkkkk Enfim, sério, adoro o Vista, mas Física não dá. Nem a Wiki conseguiria fazer eu entender física, essa área de exatas simplesmente não entra na minha cabeça! kkkkkkkk Obrigado pelo comment Kohai, beijos!

    ReplyDelete
  6. ISSAÉ LYNDIS, BOTA ORDEM NESSE MALOQUEIRO MAFIOSO! Mó doidera a aula do Vista... Nem me dando um iceberg de ouro eu assistia a aula dele. Mas se me dessem um Aerus... Bem, aí era outra história.

    Será que a Milena ia aceitar o desafio de enfiar matemática na minha cabeça? Acredite, não sei como passei pro sétimo ano quase indo pra final de matématica. Só sei que eu seria a queridinha do Isaac, já que A-D-O-R-O português. Morra de inveja de ni mim, Milady! Hah,hah,hah...

    Foi mal aí, Tia Sophie, mesmo que todos adorem você como professora, acho que você se daria melhor no maternalzinho... Anyway, admita Canas-Kun, você adoraria ter a Wiki como professora...

    Demorei uns 2 dias pra ler: Ontem eu tava lendo, mas tive que ir pra festa de níver da minha Mamai. A gente conhece bem as Mamais, não é mesmo? Então hoje eu acabei de ler.

    É uma pena que a Titih apareceu tão pouquinho... Hmmm, Milena e Mikau, eu vi o quê vocês fizeram aí...

    Sayonara, Diretor mais maravilindo!

    ReplyDelete
  7. otimo fire tales, incrivelmente hilário, canas você sabe se a wiki ta dando aula e se souber onde?se descobrir me envie o endereço imediatamente!
    naora que o duke tava pra ter o dedo arancado fiquei pensando, o que teria acontecido se a lyndis não tivesse parado o AL?a eu ia adorar ver aquela sena,(como eu sou mau) 50 motivos para jogar o duke pela janela, os seus personagens devem estar vendo essa postagem, como eu sei? entregar um colega pra máfia não é uma bela demonstração de amizade, kkk mais algum motivo ou besteira no caso ele acabaria sendo executa-do!kkkk, se você não parase essa escola ia começar a campanha bullyng contra duke!kkkkk fãs do duke agradecem eu não!kkkkk

    até mais.

    ReplyDelete
  8. Ihhhhh Alan, foi mal, se a Wiki der aula é só particular. E sabe como é, provavelmente ela já está reservada para uma certa pessoa (Canas, cof, cof kkkkkkkk) Brincadeira man, como ela consegue ser tão foda, não? Mano, sério, as pessoas vão pensar que estou fazendo bullying com o Duke. bem lembrado cara, aí está mais um dos motivos para querer jogá-lo pela janela! Droga, mas ainda estamos tão longe dos cinquenta.... É que o engraçado do Duke é ele sempre se ferrar, agora não tem jeito, virou a marca dele ser o azarado da equipe né!

    Ei, Juh. Poxa, matemática é o caos mesmo. Querendo ou não acabei refletindo em meu desempenho nas disciplinas para escrever esse episódio, até porque tem gente que manda bala em física e química. Mas nossa... Exatas... Não, não dá, é impossível, agora que sai da escola e não tenho mais matemática parece que esqueci tudo. Graças aos céus meu curso não tem nenhuma disciplina dessa área, e acho que deve ser um dos poucos no mundo, mas até Design de Games tem. E MUITO!!! Muito mesmo, nunca vou ficar 100% sem a matemática kkkkkkk Ela é importante, confesso.

    Bem, mesmo que a Tih tenha aparecido pouquinho deu para matar a saudade, não deu? Qual é, não tem graça se ela voltasse toda vez arrasando, ela tem que aparecer às vezes para mostrar que ainda é aquela moça linda e poderosa, mas muito desajeitada com essas coisinhas pequenas. Sim Juh, pode acreditar que eu adoraria ter uma Wiki como professora. Particular, claro. Fala aí Alan! kkkkkkkk Valeu pelos comments galera, até a próxima!

    ReplyDelete
  9. kkkkkkkkkkkkkkk show! O melhor de todos até agora!
    ELEANOR! *-------*
    Yeah, aí sim, man! Com citações assim como a do Barão em uns Fire Tales anteriores o pessoal vai à loucura! kkkk E o pior é que é verdade. O Brasil só começa depois do Carnaval. Olha só o Watt bancando o chefão! Quem diria que o esquilinho mandava bem?

    O melhor foi as matérias, cara! Desde os professores que couberam perfeitamente nas matérias como o Chaud, o General e o Yoshiki quanto os mais irônicos, como o Al e o Karl kkkkkkkkk Tenso, você retratou uma sala de aula exatamente como ela é! Eu ri na parte do Aerus mencionar uma cabeçuda e a Titânia aparecer. E até o Mikau estava aí! E por sinal, posso saber por que, o Panetto, gordinho, está em Biologia? U_U kkkk brincadeira, cara, foi só pra encher o saco mesmo. Ate porque desde os primórdios ele curte Biologia. E falando nestes professores com certas semelhanças, o Yoshiki em química? kkkkkkkkkkkkkkkk Coincidência? Cá entre nós, imagino isso acontecendo pessoalmente '-' kkkkk Muito show este capítulo, man, ficou entre meus favoritos. Cada cena muito bem pensada, igual no "Brincadeira de Criança"!

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -