FanArt - Vanessa [Star-chan] #14

CanaStar in Alola‏

Nome: Vanessa Navegante Forin (Star-chan)
Idade: 18 anos
Estado: São Paulo
Técnica: Lápis e Pintura Digital

Yo Canas o/ Cá estou novamente com uma nova fanart para esse blog <3 span="">
E olha só, somos nós dois na nova região de Alola, a ideia surgiu aleatoriamente e booom, aí está a fanart. Recebi elogios do Sigert falando que meu traço melhorou e espero que você goste.
#TeamRowlet sempre. 

~ Star-chan

• • •

Aloha! Não importa o quão receptivas sejam as terras e o clima quente de Alola, no fim das contas sempre acabamos voltando para nossa terrinha fria em Sinnoh!
CANASTAR IS REAL! Veja só, nossa primeira fanart juntos, viemos representar os iniciais da nova geração e também do glorioso azul que praticamente já nos representa. Só tem algo muito errado aí... Ou sou eu que estou ligeiramente mais alto, ou foi você quem ficou mais baixinha kkkkkkk No próximo Anime Friends acho que devíamos fazer cosplay de Canas Ominous e Star-chan. Só acho.

Obrigado por essa grande homenagem! Eu acho muito legal a maneira como na internet nós assumimos uma imagem quase de personagem mesmo, vocês já conhecem tão bem o Canas que eu me sinto parte dessa universo. E no fim das contas, sempre foi onde me sinto verdadeiramente bem. — Canas Ominous.

Ohana Dreams

Gênero: Drama, Família, Amizade, Comédia e Romance;
Classificação: 14+ (Não recomendável para menores de quatorze anos);
Escritor: Canas Ominous;
Disponibilização em: Aventuras em Alola;
Publicada: 17 de Junho de 2016;
Finalizada: Em andamento.

Hal é um garoto de doze anos nativo da região de Alola, e nunca teve muito interesse em conhecer o mundo Pokémon além da praia e das ondas em frente à sua casa. Certo dia ele se depara com um filhote de Popplio que se perdeu de sua família e acaba adotando a criatura, visitando-o com frequência no período de férias em que seus colegas estão longe e não há muito a se fazer. Hal descobre no pequeno Popplio não apenas um companheiro muito divertido, mas também um autêntico artista capaz de entreter o público e arrecadar fundos para ajudar nas contas de sua casa. Junto de sua irmã Miliani e sua melhor amiga Kailani, Hal enfrentará muitos problemas e desafios que a vida impõe na juventude enquanto descobre o verdadeiro significado de "ohana", seu maior tesouro.

Capítulo 1 - Baía do Rei
Capítulo 2 - O Esconderijo
Capítulo 3 - Dente de Huntail
Capítulo 4 - Almoço em Família?
Capítulo 5 - O Maior Aquário do Mundo
Capítulo 6 - Uma Torre Imóvel (BREVE)




Hal é um menino de 12 anos nativo da região de Alola, e durante toda a vida nunca foi muito além dos arredores que o litoral lhe permitia. Certo dia encontrou-se com um filhote de Popplio na Baía do Rei, e desde então o pequeno Pokémon trouxe mais alegria para sua vida e a de sua família do que esperava que fosse possível.

Hal é calado e observador, não possui muitos amigos e respeita muito as tradições locais. Por ter perdido os pais ainda cedo, aprendeu a cozinhar e cuidar da casa, além de estar sempre tentando assumir a posição de adulto que  sua irmã acaba por não conseguir. No fundo tudo que deseja Hal é levar uma vida tranquila ao lado dos que realmente importam, sem grandes ambições.


Miliani, ou apenas Mili, é a irmã mais velha de Hal e tem 21 anos. Seus cabelos são prateados porque uma vez ela tentou colori-los e ser como as líderes de ginásio famosas no Mundo Pokémon, mas quando a cor desbotou isso acabou por tornar-se uma característica tão marcante sua que as pessoas a conheceram por esse detalhe nada discreto. Mili trabalha como dançarina  na Cabana do Luar junto de sua melhor amiga, Kailani.

Quando está à vontade em sua casa, Mili é um pouco preguiçosa e acomodada. Assim como seu irmão não é de sair muito, mas adora ser convidada por sua amiga a caminhar ao entardecer na praia. Como irmã, Mili é paciente, decidida e muito carinhosa; se encanta por segurança e comodidade, além de adorar jantares românticos e pizza. Perdidamente apaixonada quando em um relacionamento, é também extremamente carente de carinho e atenção.


Kailani, ou apenas Kai, é a melhor amiga de Mili e vive passando algumas noites em sua casa. As duas estudaram juntas na mesma escola desde a infância e desenvolveram laços muito fortes. Kai tem uma visão muito positiva da vida, não abre mão da alegria e procura sempre estar de alto astral para ajudar as pessoas ao seu redor. Ama a liberdade e sonha em viajar o Mundo Pokémon ao lado da amiga. É versátil e muito aberta a novas ideias.

Kai possui várias tatuagens pelo corpo, ela adora cantar e sabe tocar violão, além de adorar se exercitar e estar sempre em forma. É um pouco arrogante e orgulhosa, por isso acaba achando que é dona da verdade e chamando mais atenção do que devia. Às vezes é um pouco contraditória e descuidada, e sabe que seu maior defeito é ser exagerada demais, principalmente no ciúmes. 


Ika é a mente por trás da dupla secreta que planeja roubar Pokémon raros e conquistar o mundo, ou melhor, nada disso vai muito além de sua imaginação fértil! Ika é um sujeito sonhador muito criativo que está sempre buscando novas maneiras de fazer dinheiro e ser famoso, mas seu coração é bondoso demais para que se permita passar por cima dos outros para conseguir o que quer. É um grande inventor, tão criativo que previu grandes criações do Mundo Pokémon no futuro, mas nunca teve recursos o suficiente para torná-los reais. 

Sua marca é um blackpower, alargadores nas orelhas, um bigode maneiro e os óculos maiores que seu rosto, além de ser bem magro e esguio. Uma vez que Hal coleciona itens e artigos raros, Ika é o responsável por comprá-las para revenda. Ele e seu irmão moram no "Esconderijo", em um beco esquecido de um vilarejo ainda mais esquecido, em Alola.


Uko é o irmão mais novo de Ika, mas tem duas vezes seu tamanho em altura e músculos. Em contradição ao estilo hipster do irmão, Uko é careca e também está sempre de óculos escuros, mas apesar da aparência ameaçadora é um sujeito tranquilo e calmo até demais. Atua como transportador de objetos e sempre assume o trabalho pesado, tentando fazer o possível para que as ideias do irmão tornem-se reais para que possam comprar mais pizzas de pepperoni.

Uko nunca estudou e não possui muitas habilidades com as mãos, mas é bondoso e tem um coração enorme sempre disposto a ajudar o próximo. 



Nova Shortfic em Alola: Ohana Dreams!

Diga aí, galera! Venho hoje compartilhar com vocês um anúncio particular e informar que estarei no Aventuras em Alola escrevendo uma shortfic! É isso mesmo, galera, estou de volta ao mundo das fanfics (pelo menos por enquanto)!

Uma shortfic é uma história relativamente curta e que não deve passar dos dez capítulos, como Burning Love e Heart of a Child. Após os recentes anúncios de Pokémon Sun e Moon além de mais algumas novidades na E3 de 2016, sinto que é uma boa hora para trazer algo aos leitores mesmo que não tenhamos muito a discutir sobre a sétima geração. O melhor de tudo é que não vai demorar: as sexta abençoadas estãode volta! No dia 17 de Junho estarei começando uma história singela sobre um garoto e seu amigo Popplio, dessa forma vocês poderão ver um pouco da grandiosa região de Alola que sabemos tão pouco e saciar a ansiedade.

Nos próximos dias estarei iniciando Ohana Dreams, uma shortfic que tem como principal intuito servir de atração até que a aventura verdadeira comece. Se você sentiu falta da minha escrita ou está querendo só relaxar um pouco antes de embarcar na verdadeira aventura, conto com sua presença!

O percurso dos Irmãos Wallers em Sinnoh

Um dia desses eu estava acessando os capítulos antigos e me deparei com uma curiosidade muito bacana que eu costumava fazer lá na Saga Pérola: eu trilhava o caminho dos protagonistas e onde eles se encontravam. Por algum motivo eu parei e nunca mais segui com a ideia, mas estive trabalhando nos novos blogs da Aliança e decidi fazer uma visitinha para nossa boa e velha Sinnoh.

O mapa acima ilustra mais ou menos o trajeto que os Irmãos Wallers tomaram em toda sua viagem pela região. É engraçado notar que há alguns pulos enormes, como do Arco da Ilha de Ferro diretamente para o Mt. Coronet, o pulo até Snowpoint após o fim da segunda temporada, e também de Hearthome para Sunyshore quando a fanfic caminhava para seu final na Saga Platina.

Durante esses enormes pulos acabamos perdendo muitos lugares e cidades interessantes. Não se trata de nada que afete a história, mas são algumas rotas e lugares esquecidos que me peguei pensando: Caramba, teria sido interessante se eles tivessem tido mais tempo para explorá-los! Vejam só:

Celestic Town: A cidade dos velhinhos! Um dos grandes encontros com Cyrus acontece nessa rota nos games. A única aparição da cidade é quando Luke e Erick estão fazendo as inscrições para a Liga, assumindo-se que eles estavam hospedados nos arredores. Penso em como  o Luke se apaixonaria pelas estranhas pinturas na parede, ele é fascinado por esse tipo de arqueologia. Seria ainda mais interessante se estivessem junto do Roark. Agora imaginem só que barato ver os jovens passando um tempo com um monte de velhinhos, no melhor clima de férias na casa dos avós!

Victory Road: Acho que nunca vou me perdoar por cortar uma das partes mais épicas e difíceis dos games. Quem joga Pokémon sabe que antes da Elite 4 você vai ter de passar pela Victory Road, e muitas vezes esse caminho é pior que qualquer treinador (ser obrigado a usar Flash, argh!). Luke e Lukas poderiam ter tido alguns dos desafios mais intensos de sua carreira como treinadores aqui, porém, pelo bem da Liga Pokémon e do campeonato entre eles, tudo isso se resumiu a dois parágrafos. Dois. Míseros. Parágrafos. Ah, se nos jogos fosse tão fácil...

Resort Area, Survival Area e Fight Area: A enorme ilha mais acima do continente de Sinnoh só recebeu espaço para algumas menções ligeiras, os Wallers citam que tinham uma casa de campo nos arredores, pensem em como seria muito legal vê-los vivendo na suntuosa Villa, compartilhando um pouco dessa mordomia com líderes e famosos treinadores, desde aparições da Cynthia e a Dawn se pegando, Roark e Byron brigando, e até mesmo outros personagens queridos dos leitores como Cheryl, Riley e Marley.

Buck e Mira: E por falar nos Effort Trainers, dois personagens que não receberam menções durante a fic foram Buck e Mira. O motivo é que nunca gostei muito deles, mas além disso, os Irmãos Wallers não passaram muito tempo na Wayward Cave onde Aerus foi capturado pelo seu pai e nem na Stark Mountain. Mas isso também não é desculpa, uma vez que tanto Riley quanto Marley apareceram em locais completamente diferentes.


Rotas 216 e 217: Duas áreas gigantescas cobertas de neve, e que iriam requerer um pouco do Mt. Coronet também que foi cortado após o fim da Saga Diamante. Ah, neve! Teria sido adorável aproveitar um pouco mais desse lugar, especialmente o romance e as descrições belas que poderiam ser trabalhadas. Pokémons de fogo como Lyndis também teriam espaço garantido em arcos como o de Dante, o Blaziken da May do Aventuras em Hoenn que eu e o Kaio vivíamos planejando. Talvez o Dante volte a dar as caras no universo da Aliança Aventuras, talvez não. A verdade é que nunca saberemos o que rolou exatamente nessa rota...

Rota 210: Seguindo leste de Celestic Town ou norte de Solaceon existe aquela rota longa rota cheia de neblina, lembram-se? A princípio em Diamond e Pearl os Psyducks estão bloqueando passagem, então somos obrigados a seguir até Veilstone. Bom, poucos se lembram, mas o Piplup da Dawn aprende o movimento Defog nas ruínas de Solaceon, como em Platinum. Mas o resultado foi que ele nunca usou o movimento na fic e terminou sendo o mesmo Duke imprestável de sempre...

Pokémon Mansion: Na rota 212 os Irmãos Wallers citam em uma conversa rápida a enorme mansão e dizem que costumavam morar lá, ou que era uma casa de veraneio, algo do tipo. Em nossas novas interligações da Aliança, depois que os Wallers se mudam de lá, uma certa garotinha de Kanto acaba indo morar na mansão, tendo assim sua história iniciada ali... Vamos ver o que isso vai resultar!

Newmoon Island e Fullmoon Island: Os lugares de origem de alguns lendários acabaram ficando de lado, afinal, eles de nada mais serviriam que não fosse um filler. Já trabalhei com Cresselia e Darkrai numa história antiga (Dark Curse, aos interessados), e eu não estava muito disposto a repetir os personagens. Até porque ninguém ia querer ver um Tobias lutar contra o Luke na Liga, né? Luke já é apelão por si só...


Flower Paradise: Seria um capítulo interessante envolvendo Marley e o Shayman! Gosto muito da Marley, mas acabei me perdendo com ela na história e não consegui explorar completamente seu potencial. Talvez se ela tivesse alguma conexão com Shayman... Neeem... Isso me cheira a filler.

Turnback Cave: O labirinto terrível de Giratina! Esta seria uma das saídas dos jovens após a visita ao Distortion World no final da segunda temporada, e teria sido um recomeço interessante. Digamos que cortamos uma série de capítulos antes da Saga Platina começar, que seria precisamente o tempo dos personagens se recuperarem e partirem para Snowpoint, que é onde a terceira e última temporada já se inicia. No fim das contas, seria só uma encheção de linguiça dispensável. Giratina já estava fora do roteiro, de qualquer maneira.

Rota 219, 220 e 221: Descendo o caminho ao sul de Sandgem há aquela pequena parte do oceano, passando por duas rotas até o Pal Park, que nada mais é nos games do que uma mecânica de transferir Pokémons de jogos antigos. E se Luke e Lukas entrassem no Pal Park e se comunicassem com personagens que já sumiram da Aliança Aventuras, em parcerias com os velhos escritores que já nem se falam mais? Caramba, isso seria... bizarro.

O Interior do Mt. Coronet: Além da incrível batalha que acontece em seu topo, não vimos muito dos jovens na montanha mais famosa de Sinnoh, pelo menos não em seu interior... No máximo algumas lutas e descrições breves. Luke e Roark certamente devem ter passado mais tempo lá dentro treinando. Ah, é, eu havia me esquecido! A Dawn capturou o Machop hentai numa de suas entradas, este provavelmente foi o acontecimento mais importante no interior do Mt. Coronet.

5 Anos de Sinnoh [Artbook]


Olha ela! Fazendo suas aparições épicas quando a gente menos espera! *risos* Mais uma vez eu não tinha nada para postar no dia do aniversário do blog, mas por algum motivo em plena meia noite do dia 17 fui surpreendido com esta homenagem feita pela Nyx! É por isso que digo que dia 17 é dia de coisas boas, esperem, e resultados magníficos virão.

Poxa, assim você mexe com os meus sentimentos... Trazer a trindade aqui, em um momento tão tranquilo e casual, me faz pensar na vida real quando já não temos tanta energia para ficar saindo e festejando. Às vezes uma pequena festa surpresa em casa é o suficiente, ou um bolinho de caneca, ou melhor ainda, estar à meia noite com as pessoas que realmente importam. É. Acho que é isso é o mais próximo da felicidade plena que eu poderia pedir num aniversário, e quando vejo que há leitores, amigos e conhecidos que ainda se preocupam tanto com Sinnoh é realmente o maior presente que vocês poderiam me dar.

Autor(a)Nyx
TécnicaAquarela e Lápis de Cor
Resolução960 x 720
Tamanho: 122 kb
Marcadores: Aventuras em Sinnoh, Pokémon Gijinka, Fire Tales, Aerus Draconeon, Titânia, Watt Fuarrint, Pokémon, Pokémon League, Anniversary.

5 anos de Aventuras em Sinnoh



5 ANOS, CARALEO! Pensou que ia passar batido? Pensou que não ia ter postagem de zuera? Pensou que eu não ia comemorar o blog mais irado do pedaço?

Pois é. Não ia mesmo. Era quase meia noite do dia 16 quando parei para pensar se havia alguma coisa importante no dia 17 — até porque todos conhecemos a maldição deste estranho número em nossas terras. Decidi voltar algumas postagens atrás e percebi que mesmo quando as coisas andavam fracas eu estava aqui, trazendo algum post com uma mensagem motivacional ou preparando longos discursos sobre sonhos, futuro e blá, blá, blá.

Eis aqui o meu discurso: obrigado por mais um ano que se passou. Que Arceus abençoe todos nós, que nosso país não quebre ao meio e que a Nintendo não deixe de fazer jogos maneiros. Aos novos leitores, saibam que sempre há a chance de começar a ler a fanfic e deixar alguns comentários caso se surpreenda com alguma coisa. Eu continuo aqui, sempre nas sombras, sentado no meu trono  de platina e assistindo seriados, fazendo desenhos fofinhos e tramando postagens aleatórias para alguns perdidos — como você que está lendo  afinal de contas, o que diabos ainda fazemos aqui?

Esses dias eu estava visitando o site de nossos parceiros hermanos da Poké Argentina. Há duas administradoras lá que devem ser muito amigas, porque elas tomam conta desse site há 12 FUCKING ANOS. Vocês tem noção do quanto é isso? Sei lá, nem cabe na minha mão... É mais da metade da minha vida. Mesmo que as postagens não fossem frequentes, elas continuavam ali juntando um bolo e assoprando as velhinhas (sacou o trocadilho? Velinhas, velhinhas? Hah, hah.). Cada ano que passa me sinto mais velho e percebo que os aniversários vão ficando mais simples, só de ter os familiares e amigos é o suficiente. Por isso aqui estou, na companhia de um bando de velhinhos que gostam de Pokémon, e que, espero eu, continuem compartilhando essas fantásticas aventuras por muitos anos.

P.S. E a propósito, sabiam que na verdade a fanfic tem 6 anos, correto? Enquanto o blog foi fundado no dia 17 de Maio de 2011, praticamente um ano antes em 20 de Maio de 2010 a história começou a ser postada no Nyah. Velho, isso significa que somos mais velhos ainda... Daqui a pouco seremos os Kabutos e Omanytes do mundo das fanfics.


Aliança Aventuras 2016!

Bem vindos, jovens aventureiros! Vocês que estavam esperando por novidades na Aliança Aventuras, é hora de conferir os projetos que viemos planejando trazer agora em 2016! Este é um ano de atualizações e reviravoltas, afinal, tivemos o anúncio da incrível sétima geração planejada para 18 de Novembro, e isso acabou por gerar todo o hype necessário em volta do Mundo Pokémon. É a hora perfeita para voltarmos a nos aventurar com fanfictions! Além disso, após um longo período inativo finalmente temos todos os blogs devidamente ocupados e suas histórias em andamento.

Acabo de concluir os 10 buttons, e as parcerias estão liberadas. Logo abaixo vocês conferem uma breve divulgação sobre cada uma das regiões novas e quem são os autores em cargo de representá-las.

As demais regiões aqui não incluídas não farão parte de nosso rol de autores por hora. São elas: Almia e Fiore (as regiões Ranger), Orre (Pokémon Colosseum e Gale of Darkness), Ferrum (Pokkén Tournament) e as Ilhas Laranja.

Aventuras em Alola, a região que representará a aguardada sétima geração já está disponível e será comandada por Gus. Enquanto a fanfiction é planejada, pretendemos continuar trazendo todo o tipo de notícias e matérias para que os leitores mantenham-se em dia com as novidades!

O blog já pode ser visitado neste exato instante.

Aventuras em Kanto, a velha região problemática da Aliança, parece ter finalmente encontrado sua dona nas mãos da Star-chan, a estagiária aqui de Sinnoh! É hora de darmos um início concreto e definitivo para a primeiríssima região dos games da série, com as pontadas de drama e romance da autora.

Sua data de estreia está prevista para Julho de 2016.

Após a saída da Lux, Aventuras em Ransei agora encontra-se nas mãos do Lord Aurum e não com o intuito de contar a história de Lukaian e todas essas loucuras que acabei envolvendo a região. Veremos uma Ransei mais real do que nunca, e com muita ênfase na história e sua cultura, sendo estas algumas das grandes marcas do autor. O blog já consta com as devidas páginas do menu e está muito atraente com toda sua pompa no estilo do Japão feudal.

Ransei ainda encontra-se fechada e não há uma data prevista para estreia.

Aventuras em Unova faz seu retorno à Aliança, sendo comandada pelo Doritos que planeja incrementar um pouco do universo das batalhas Pokémon, gijinka e torneios para os mais competitivos. Também sem data prevista para estreia.

   

   

   

   

   

BOA LEITURA!

- Copyright © 2011-2016 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas Eroles) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -