Posted by : CanasOminous Oct 7, 2011

Os jovens avançavam rapidamente pela Rodovia de Ciclistas na rota 206 com as novas bicicletas que haviam ganhado do ex-integrante da elite, Glenn Combs. Estava ficando tarde, pouco a pouco o céu começava a ser coberto pelo tom alaranjado que anunciava a despedida do sol naquela manhã, a cidade Eterna agora seria uma vaga lembrança em suas mentes, pois o caminho rumo à Hearthome seria repleto de surpresas e novos desafios. Luke pedalava mais a frente pela longa estrada fazendo manobras com sua bicicleta enquanto Lukas acompanhava lentamente o ritmo de seu irmão, carregando o pequeno Pachirisu e sua Roselia no cesto da bicicleta. O vento batia em seus rostos causando uma fria sensação de que a noite já se aproximava, os postes de luz começavam a serem ligados, e os outros ciclistas já começavam a deixar a rodovia.
Assim que a rota 206 chegou ao fim, os jovens continuaram seguindo para o leste até alcançarem a rota 207, um caminho rochoso e montanhoso que dava entrada a uma das diversas passagens do majestoso Mt. Coronet, localizado exatamente no centro da região de Sinnoh. No caminho alguns treinadores desafiavam Luke que continuou a treinar seu Gabite e seu Shieldon, assim como a nova integrante Froslass; enquanto Lukas preferia evitar qualquer tipo de batalha para não exaustar seus pokémons.
Os jovens aproximaram-se da entrada do Mt. Coronet e observaram a vastidão da montanha, o local era provavelmente um dos pontos mais altos de Sinnoh, perdendo somente para o lendário vulcão de Stark Mountain. A imensa parede rochosa erguia-se além de onde seus olhos alcançassem, e desse modo a montanha serviria como forma de proteção para que os jovens acampassem lá mesmo, onde provavelmente passariam a noite.
— Ei pessoal, hoje eu preparei uma macarronada com molho fungi e carne. As berries que eu estive cultivando deram um toque especial para a comida, bon apetit. — sorriu Lukas, servindo o banquete para seus amigos. A comida do garoto continuava a melhorar a cada dia, Dawn fazia de tudo para aprender a cozinhar com o amigo, mas por mais que tentasse, sua comida nunca ficava igual. 
        Depois de terminada a janta eles começaram a arrumar o acampamento para passar a noite, Luke rodeava a encosta da montanha, acompanhado de seu pequeno Shieldon à procura de pedras raras ou qualquer registro de fóssil nas redondezas. O Mt. Coronet o fascinava, e há tempos ele tentava encontrar uma oportunidade de explorá-lo com mais calma. Lukas permanecia abraçado a seu Pachirisu no acampamento, enquanto Dawn acompanhada de seu pequeno Piplup fitava o céu que logo estaria coberto por estrelas.
— Às vezes eu sinto saudade de casa... — comentou a garota, recebendo um olhar curioso de Lukas que parecia interessado em prolongar o assunto — Não sei, nunca gostei muito de sair, mas agora estou aqui, em uma grande aventura com meus dois melhores amigos. — disse ela com um sorriso e na sequência olhando para Lukas que jazia deitado ao seu lado.
— Eu também, sinto saudades do tempo de infância. Sei que ainda somos crianças, mas a cada ano que passa parece que temos mais obrigações. Ahh, eu queria poder ser criança para sempre. — disse Lukas — Eu quero me tornar um grande coordenador para poder mostrar para meus pais como nós melhoramos. E você? Como têm andado suas pesquisas Pokémon?
— Admito que tenho deixado isso um pouco de lado. Acho que preciso voltar a trabalhar na minha vocação, tenho estado "ocupada" com umas coisas tão bobas ultimamente. — riu Dawn de modo meio sem graça, em seguida deitando-se ao lado do garoto — Mas me conta Lukas, o que tem achado dessa aventura? E a Vivian? Rola mais alguma coisa além de amizade?
— O quê?! N-Não tem nada entre eu e a Vivian, nós somos só amigos, entende? Não que eu goste dela, ou adore o jeito como ela fala comigo e me trata, essas coisas do tipo e... N-Não pense que seja algo além de amizade. — gaguejou Lukas assustado.
Dawn sorriu e abraçou o garoto que ficou sem reação por um momento, ela permaneceu abraçada como se quisesse protegê-lo, Lukas sentia que Dawn era como uma irmã mais velha para ele, e irmãos mais velhos sempre sabem o que está acontecendo com os mais novos.
— Vou te dizer uma coisa, eu sinto que têm algo a mais no jeito que a Vivian fala com você. Eu sou mulher, e sei como as mulheres agem. — sorriu Dawn, arrumando o cabelo do garoto — Mas não acho que ela combine com você.
— Hm? Não entendi o que você quis dizer com isso então. — riu Lukas um pouco confuso.
— A Vivian é aquele tipo de garota que preza muito a amizade, acho que ela te considera tanto como um amigo que o “eu gosto de você” virou uma coisa casual, mas quem está em volta não consegue entender este sentimento. De certa forma eu entendo como ela se sente.
— Vocês mulheres nos confundem. — brincou ele.

Pouco depois Luke retornara ao acampamento junto de seu Shieldon, que ficaria mantendo a guarda noturna junto do Machop de Dawn. As noites em Sinnoh eram frias, os jovens estavam muito bem agasalhados enquanto preparavam-se para dormir. Dawn colocou um pequeno cobertor em volta de seu Machop para que o pobre Pokémon não passasse frio durante a noite, enquanto Shieldon mantinha-se ereto em frente ao acampamento mantendo a vigia, pois se uma tarefa lhe fora designada por seu mestre, ele iria cumpri-la.
A noite foi passando e os jovens logo caíram no sono, os dois Pokémons mantinham a vigia noturna quando avistaram um vulto aproximando-se da montanha. A sombra carregava um lampião fazendo com que não fosse possível ver seu rosto naquela densa escuridão, Shieldon rapidamente colocou-se em sinal de alerta, mas a figura agachou-se e acariciou a cabeça do Pokémon que percebeu não tratar-se de nenhuma ameaça. Machop nem sequer notara o vulto, pois havia acabado por adormecer. Provavelmente era apenas um aventureiro, e sua presença não demonstrava nenhum sinal de perigo.
Por ter um sono leve, Lukas acordou com os passos que ouvira por entre os pedregulhos nas proximidades. Ele levantou-se lentamente e percebeu a presença de uma mulher vestida de preto na encosta da montanha, parecendo examinar uma das parede. O garoto andou em sua direção e perguntou:
— Com licença, mas a senhora está perdida?
A mulher virou-se e revelou um leve sorriso.
— Sou uma Pesquisadora Pokémon, não há necessidade de ficar preocupado comigo, conheço cada canto deste continente como ninguém. — sorriu ela, aproximando-se do garoto — Meu nome é Cynthia.
A mulher levantou um pouco seu lampião de modo que Lukas pudesse ver de relance o formato de seu rosto. Ela era uma mulher linda, tinha longos cabelos loiros e olhos cinzentos que brilhavam na escuridão da noite. Suas roupas eram todas pretas, e como estava frio, ela vestia um longo sobretudo de mesma cor. Lukas ficara fascinado com a beleza da mulher, mas sua mente ainda não sabia dizer se tudo não passava de um sonho, ou se realmente estava acontecendo.
 — E o que um garotinho como você faz acordado há uma hora dessas em meio a essas planícies? Você é um aventureiro? — perguntou Cynthia.
— Eu me chamo Lukas Wallers, estou em uma jornada com meu irmão e minha amiga, desculpe-me se te incomodei, é que eu fiquei assustado com a presença de alguém no acampamento. — explicou ele.
— Não tem problema. Eu que peço desculpas por ter te acordado. — sorriu ela, andando até a entrada do Mt. Coronet e tocando nas paredes rochosas da montanha — Você já ouviu as lendas desse continente?
— Não senhora, você as conhece?
— Sim, além de Pesquisadora preso muito o estudo de Pokémons Lendários e mitologia, procuro saber as lendas e os mitos contados sobre essas criaturas através das gerações, e digo que o Monte Coronet guarda mais mistérios do que aparenta.
— A Senhorita deve ser muito inteligente. — disse Lukas um pouco sonolento.
— Gosto de lendas Pokémon, particularmente aquelas sobre o Monte Coronet são as minhas preferidas. Você está em uma aventura pokémon, não é? Eu me lembro de quando era eu quem estava saindo em uma aventura com meus amigos. Isso me trás tantas lembranças... — sorriu ela — Oh, perdoe-me, estou aqui conversando e tirando você de seu sono. É melhor eu continuar meu caminho.
— Não, não precisa ficar preocupada, senhorita.
Cynthia sorriu e olhou o garoto que parecia sonolento em sua frente, ela agachou-se e abriu a bolsa que carregava no momento, e de dentro dela retirou um pequeno ovo, entregando-o para o garoto que parecia confuso com o presente que recebera.
— Eu quero que fique com esse ovo, de dentro dele irá nascer um Pokémon que precisa de muita atenção e carinho, e tenho certeza que você poderá tornar-se um ótimo treinador para o Pokémon desse ovo. — explicou ela.
— Muito obrigado... — disse Lukas sonolento, que pensava estar imaginando coisas — Desculpe-me a pergunta, pois acho que ainda não a reconheci. Nós já nos encontramos alguma vez...?
— Acho que não, mas sei que são poucos os que têm o sangue nobre e a honra de ter um sobrenome como Wallers. Seu pai foi um grande homem. Não quero prolongar essa conversa, volte a dormir, amanhã será um longo dia... — sorriu Cynthia.
— Tudo bem mãe, boa noite... — disse ele bem baixinho, fazendo Cynthia dar um doce sorriso com o erro que ele cometera.
Cynthia retomou seu caminho para dentro do Mt. Coronet. A luz de seu lampião já começava a tornar-se ofuscada dentro da longínqua caverna, o futuro talvez ainda reservasse um novo encontro com aquela misteriosa mulher, mas no momento tudo que restara eram as lembranças de uma sombra esquecida numa noite gélida de inverno.

Os jovens acordaram com os primeiros raios de sol que começavam a raiar naquela manhã, o pobre Machop de Dawn parecia ter adormecido durante a noite pelo cansaço, enquanto o pequeno Shieldon de Luke continuava em pé mantendo a vigia até que seu dono ordenasse que ele parasse.
— Ei campeão, tá na hora de descansar, você já fez um excelente trabalho. — disse Luke, retornando seu Shieldon para a pokébola e então voltando a dormir.
Ao seu lado Lukas espreguiçou-se em sua cama e viu o sol nascer no horizonte por trás das montanhas. Tudo parecia perfeitamente normal, o garoto levantou-se e começou a arrumar sua mochila para escovar seus dentes quando avistou um pequeno ovo parado ao lado de sua mochila. O encontro com a mulher na noite passada não fora um sonho.
— Ahh!! O ovo ainda está aqui!! — gritou Lukas caindo para trás.
— Eita porra, roubaram alguma coisa?? — acompanhou Luke que acordara com o susto.
— N-Não, uma mulher estranha trouxe um ovo misterioso ontem de noite, mas isso foi no meu sonho! S-Será que aquilo aconteceu mesmo...? — perguntou Lukas incrédulo.
— Como era essa mulher? — perguntou Dawn, que também acabava de levantar-se de sua cama.
— Estava um pouco escuro, então não consegui ver com mais detalhes. Acho que ela era loira, e estava vestida de preto. Ah, e era muito bonita também.
— Orra, até eu queria ter sonhado com essa mulher. — brincou Luke, recebendo um leve tapa de Dawn.
— De qualquer modo, o que você fará com o ovo, Lukas?
— Bom, acredito que eu vá cuidar dele, não é? — sorriu o garoto, segurando o pequeno ovo em suas mãos como se fosse um filho — Eu nunca tive um ovo Pokémon, mas acho que deve ser legal. Vou cuidar dele todo dia. O que será que vai nascer?
— Eu não sei, mas dou graças à Arceus que não fui eu quem ganhou esse bagulho. Cara, eu odeio cuidar desse tipo de coisa. Principalmente de Pokémon bebê, eles sempre são tão fofinhos e mimados e ficam se fazendo de coitados. Odeio eles. — resmungou Luke.
— Tudo bem, eu cuido sozinho dele... Mas você não vai nem chegar perto do Tyranitar que vai nascer de dentro desse ovo. — brincou o irmão.
— Passa essa porcaria pra cá, pivete!! — gritou Luke, correndo atrás do irmão.

Os jovens se aprontaram e terminaram de arrumar suas coisas para deixarem o acampamento. Era por volta de oito horas da manhã, e uma fina camada do sereno da noite ainda cobria o chão da caverna. Pela primeira vez eles estariam entrando no Mt. Coronet, o que deixava Luke fascinado a cada passo que davam dentro da cadeia de montanhas. Algumas fontes de água natural podiam ser vistas no local, e belas  fendas na caverna davam iluminação para que eles fizessem seu caminho. Os jovens não queriam perder muito tempo na caverna do monte, então rapidamente seguiram até a Rota 208. Luke estava à procura de um novo Pokémon para seu time, mas não havia encontrado absolutamente nada que lhe fosse útil.
A Rota 208 começava a partir do oeste dando saída de uma das passagens do Mt. Coronet, o local era coberto por várias pontes feitas de madeira que garantiam passagem entre um conjunto de rios, formados através de belas cachoeiras da região. Os três tiraram suas mochilas e as deixaram em um canto enquanto apreciavam a vista. O local estava relativamente vazio, pois ainda era cedo, então apenas alguns Pokémons podiam ser vistos rondando aquela rota. 
— Meninos, olhem só que cachoeiras lindas! Nós poderíamos parar um pouquinho aqui para aproveitar, o que acham? — sugeriu Dawn.
— Demorô mano, eu topo a ideia. — disse Luke animado, rapidamente retirando seu moletom e sua camiseta para preparar-se para saltar dentro da água. Era uma altura muito grande da ponte até o riacho, mas para Luke a altura não passava de um obstáculo — Aí pivete, eu te desafio a pular dessa ponte no rio lá embaixo.
— Você está louco?? É muito alto Luke, ele pode se machucar! — alertou Dawn.
— Que nada, o máximo que pode acontecer é ter umas pedras lá embaixo, daí a gente perde o Lukas pra sempre, mas não é nada demais. — brincou Luke, tentando calcular a distância da ponte e a altura.
— Você é louco, quem pularia em uma altura dessas? — perguntou Dawn, vendo o pequeno Lukas tirando sua camiseta e pulando da ponte.
— Nussa, ele pulou mesmo cara!!! — gritou Luke.
— VOCÊ É LOUCO, MOLEQUE?! — gritou a garota, vendo Lukas desaparecer nas águas do riacho pela forte quantidade de espuma que era formada pela cachoeira. 
Dawn quase entrou em pânico, não era possível ter nenhum sinal de seu amigo naquela altura.
— Vai salvar ele Luke, foi você quem deu a ideia dele pular!!
— Euuuu?? Mas foi ele quem decidiu pular! Maldição, isso que dá ser facilmente influenciado. Não se afogue pivete, a cavalaria já tá chegando!! — gritou Luke, segurando na sequência na mão da garota que levantou seu olhar pasma, como se não quisesse acreditar no que o garoto estava para fazer.
        — Você não vai fazer o que eu estou pensando, não é?
        — Vem comigo Dawn, a gente pula junto!
— Nem pensar!! Eu tenho medo de altura e não sei nad...!!
— ...Agora não vai ter mais!! — gritou ele, abraçando a garota e pulando da ponte em direção do rio. Dawn soltou um grito ensurdecedor que só foi calado quando eles caíram dentro da água, o pequeno lago estava bastante movimentado pelas correntezas causadas pela cachoeira. Luke riu quando saiu da água e encontrou-se com o Lukas aguardando-os na margem.
— Yow brother, curtiu pular lá de cima? — perguntou.
— Foi muito divertido. Mas onde está a Dawn, ela ficou lá em cima?
— Ela pulou junto comigo, deve estar nadando agora, daqui a pouco ela sai da água. — concluiu Luke, sentando-se na margem da lagoa.
Lukas deu um leve sorriso enquanto observava as águas cristalinas daquele pequeno riacho, mas até agora não havia sinal de sua amiga.
— Você não acha que ela está demorando um pouquinho pra sair de dentro da água?
— Acho que não.
— Você tem certeza que ela sabia nadar?
— Claro que sim, que garota de quinze anos não saberia nadar? — brincou Luke, olhando para a água novamente e percebendo que já fazia um tempo que Dawn não aparecia — Era só o que me faltava...
Luke rapidamente pulou novamente para dentro da água acompanhado do irmão, ele mergulhava a procura de Dawn que ainda não dera sinal de vida, até que Lukas a avistara boiando próxima de algumas pedras do outro lado da margem. Luke rapidamente nadou em sua direção e retirou a garota da água. Ela estava inconsciente. Lukas se desesperou ao ver que a amiga estava machucada na região do abdômen, provavelmente na hora do pulo ela teria batido em alguma pedra.
— Você devia tomar mais cuidado, você machucou a Dawn!! — disse Lukas enfurecido.
— Não foi de propósito cara, eu só queria que ela se divertisse!! — respondeu ele apavorado — O que a gente faz agora, mano?? Você sabe fazer respiração boca-a-boca?!
— E-Eu não aprendi isso no curso de primeiros socorros, eu tinha vergonha!! — respondeu Lukas, olhando para Dawn que parecia desacordada.
— Mano, isso é tudo culpa minha! Meu Arceus, e se ela morrer?!
— Nada de pânico! Nada de pânico!
— Liga pros bombeiros! Liga pra polícia! Liga pra Dona Lurdinha, qualquer coisa manolo!!
— Ligar pra quem, criatura?? Aqui não tem nem telefone, e o Pokégear da Dawn ficou lá em cima!! Faz alguma coisa você, Luke!
O jovem olhou por um momento a feição pálida da garota, seus lábios estavam úmidos, e nem ele tinha certeza do que estava fazendo. Dawn jazia deitada, Luke agachou-se e segurou-a em seus braços, beijando a garota em seguida na tentativa de fazer uma respiração boca-a-boca. Não era uma respiração boca-a-boca, mas havia dado certo. 
Lukas ficara totalmente sem graça com a atitude de seu irmão, ele não estava nervoso, em seu coração sentia-se feliz por ter o irmão ao lado da garota que ele mais gostava. Lukas apreciava Dawn somente como uma irmã,  seu coração puro nunca conseguira ver nada em uma mulher além de uma amizade. Lukas virou-se por um momento como se quisesse deixar seu irmão mais a vontade. Dawn esticou seu braço e segurou levemente no rosto de Luke que continuava a beijá-la, e mesmo que fosse por acidente, ela também apreciara o ocorrido.
— O que você estava fazendo, Luke...? — perguntou Dawn ofegante.
— Opa. Acho que eu agi por impulso. Merda de sentimentos... — respondeu ele meio sem graça, sendo interrompido pela garota na sequência.
— N-Não, eu gostei... — sussurrou ela em silêncio, sentando-se em seguida e olhando para seus amigos a sua volta — Obrigada meninos, por terem me salvado. 
Dawn levantou-se e logo em seguida e deu um tapa na cara de Luke.
 — E por quase ter me matado ao mesmo tempo, seu desgraçado. Eu não sei nadar!
Luke permanecia com sua mão no local em que recebera o tapa, mas logo deu uma leve risada. Aquilo não havia quebrado a sensação que sentira a pouco, caindo na gargalhada logo em seguida.
— Ahh, mas foi se querer!! E como eu ia saber que você não sabe nadar?! — desculpou-se o garoto.
Luke caiu na risada, o que irritava ainda mais a garota. Dawn sentou-se na margem do lago e passou a mão em seus cabelos que agora estavam molhados.Os dois irmãos sentaram-se ao lado da garota, e em seguida Dawn deu um leve sorriso e tornou a agradecer.
— A gente pensou que tivesse perdido você. — comentou Lukas.
— Eu não poderia deixar vocês dois sozinhos à sua própria sorte. Vocês ainda vão ter que me aguentar por muito tempo. — disse Dawn.
— Cara, desculpa mesmo por ter te jogado de lá de cima. Eu queria que você se divertisse Dawn, não era a minha intenção te machucar. — disse Luke.
— Só não faça mais isso, por favor. Mas pense bem, pelo menos teve um lado positivo, não é? — continuou ela, passando levemente seus dedos sobre seus próprios lábios como se insinuasse o beijo que recebera.
Nesse instante Lukas levantou-se com uma nova ideia em mente.
— Eu estive pensando pessoal, a gente podia acampar aqui então. O sol está brilhando bem forte, nós podemos passar o dia o aproveitando, não temos pressa, e o torneio só começa nesse fim de semana. O que acham da ideia? — sugeriu Lukas.
— Por mim tudo bem, contanto que ninguém pule daquela ponte que nem um retardado de novo... — brincou Dawn.

Os jovens subiram até onde haviam deixado suas coisas e depois desceram novamente, preparando seu acampamento na encosta da lagoa. O Piplup de Dawn parecia divertir-se na água enquanto brincava com Roselia, Shellos e Pachirisu. O Mothim de Lukas voava por entre as cachoeiras animadamente, enquanto Machop treinava sob as fortes quedas d’água. Gabite jazia escondido nas sombras de uma grande pedra na companhia de Shieldon, Titânia descansava próxima à cachoeira fornecendo sombra e proteção para equipe,  enquanto Froslass jazia mais distante da equipe carregando seu pequeno livro de poesias. O pequeno ovo recém recebido de Lukas parecia receber o máximo de cuidado dos outros Pokémons, sendo que a todo momento algum Pokémon ia checar se tudo estava ocorrendo bem.
Luke andou em direção de Dawn e sentou-se novamente do seu lado, a garota não olhava para ele, apenas continuava mergulhada em seus pensamentos sentindo a leve brisa que batia no momento.
— Desculpa Dawn, foi sem querer naquela hora, de verdade...
— Qual dos momentos? O que você me jogou, ou o quê você me beijou? — brincou num tom irônico.
— Os dois. — riu ele um pouco sem graça — Eu não devia ter te colocado em perigo em momento algum... Me desculpa.
— Olha, por um lado foi bom você ter me jogado de lá de cima, por que se não, eu não teria passado pela melhor sensação da minha vida. — sorriu ela, dando um leve suspiro e em seguida falando um pouco acanhada — Foi a minha primeira vez.
— O quêêêê?? Primeira vez?? Com quinze anos?! Nooossa, que estr... Quer dizer, diferente.
Dawn olhou para Luke com desgosto de modo que o garoto imediatamente percebesse que poderia ter dispensando aquele comentário.
— Desculpa então se eu faço tudo no meu tempo, “senhor apressadinho”. Argh, essa nova geração é uma droga, eu preferia as coisas na minha época. — retrucou Dawn, levantando-se no mesmo instante.
— Drogaaa!! Por quê eu sempre tenho que abrir minha boca?! — praguejou Luke.
Porém, Dawn parou por um instante e voltou cabisbaixa ao lado de Luke sentado-se novamente.
— Não vou conseguir ficar brava com você hoje, por mais que eu tente.
— Acho melhor eu parar de falar também, antes que eu cause mais problemas...

Os dois mantiveram-se quietos por algum tempo, como se quisessem dizer o que realmente sentiram naquela hora, mas a timidez de ambos impedia tal ação. O sol continuava a brilhar com força de modo que os chamasse para dar um mergulho, até que Luke virou-se para a garota e deu um leve sorriso.
— Não quer aprender a nadar? Eu sou um Magikarp desde criança. Vem comigo! — disse ele, segurando na mão de Dawn e levando-a para dentro da água novamente.
Os jovens continuaram aproveitando da melhor forma possível, Lukas continuava a brincar de vôlei com uma grande bola inflável com seus pokémons, enquanto Luke sorria ao saber que estava ao lado de sua amiga ensinando-o a nadar, 
Luke segurava levemente o corpo de Dawn de modo que ela boiasse para aprender a nadar aos poucos, ele achava engraçado como uma garota de quinze anos, e que ainda por cima morava numa cidade litorânea, não sabia nadar, mas naquela manhã ele estava disposto a fazer tudo para seu agrado.
— Eu estive pensando Dawn, foi realmente muito perigoso pular de uma altura daquelas sem saber o que tinha no fundo do lago, poderia ter acontecido algo pior.
— É verdade, acho que só nós somos loucos o bastante para pular de uma altura daquelas... — continuou a garota com uma leve risada.
Os dois nadavam calmamente quando de repente algo caiu em sua frente dentro da água, Dawn tomou um grande susto e rapidamente pulou no colo de Luke que segurou-a espantado. Lukas ouvira o barulho e rapidamente correu para ver do que se tratava.
— O que foi aquilo?? — perguntou Dawn assustada, vendo uma menina ruiva sair de dentro da água com os braços esticados e uma feição animada em seu rosto.
— UOW!! Essa foi demais!! Vamos pular de novo!! — gritou a garota, dando-se conta de que estava sendo observada pelos jovens — Oxi, mas que coincidência encontrá-los por aqui, pessoal!
— V-Vivian?? — perguntou Lukas.
— É, tem que ser alguém que não bate muito bem da cabeça pra pular de uma altura dessas... — comentou Dawn de modo que a garota não ouvisse.
— Eita, Lukas-kun!! Parece que nos reunimos novamente! — disse Vivian.
— É verdade eu não imaginava que você chegaria tão rápido à Hearthome, como se saiu no concurso de Jubilife? — perguntou ele.
— Fácil, fácil. No caminho eu arranjei um companheiro de viagem pra me ajudar na jornada, por isso consegui dar uma agilizada. Ele ficou lá em cima na ponte, acho que daqui a pouco ele vai descer. — disse Vivian, olhando para Luke sem seguida que continuava com Dawn em seus braços — Ué, por que ele está carregando a Dawn-chan no colo?
— Você deu um susto nela quando pulou que nem um Snorlax doido dentro da água... — disse Luke.
— Que lindo!! Lukas-kun, me carrega também, me carrega também!! — gritou Vivian, pulando no colo do garoto que não aguentou o impacto e caiu no chão com a garota em seu colo.
— D-Desculpa, Vivian!! Isso foi muito repentino!! — disse ele.
— Desculpa nada, foi muito louco!! Você é um fofo Lukas-kun, faz de novo, faz de novo!! — gritou ela animada.

Os quatro riram com a estranha cena e com o inesperado encontro com Vivian, mas parecia que os acontecimentos do dia não parariam por aí, pois quando um rapaz loiro aproximou-se do grupo, Luke cessou seu riso no mesmo instante.
— Ei Vivian, eu disse que seria melhor se a gente não fizesse essa parada para chegar mais rapidamente à cidade de Hearthome... O que aconteceu para você estar dando tanta risada desse jeito? — perguntou o rapaz, surgindo de trás das pedras.
— Ah, esse aqui é o meu companheiro de viagem, seu nome é Stanley. Stanley, pessoal. Pessoal, Stanley. — apresentou a garota.
— Nós já o conhecemos, Vivian... Foi quando nos encontramos na Rota 202 há algumas semanas. — respondeu Luke num tom sério.
— Nossa, com tanta gente para que pudéssemos nos encontrar nessa aventura tinha que ser justamente você... Ninguém merece, é muito azar para um dia só. — respondeu o loiro.
— Faça-me o favor Stanley, a gente chegou primeiro, vaza daqui. — disse Luke de modo ignorante.
— Espere um pouco, eles não estão fazendo nada de errado Luke, por que não esquecer as diferenças por um instante e aproveitar esse momento? — perguntou o irmão.
— A Vivian está com ele, Luke. Faça isso por seu irmão. — disse Dawn
— Vou fazer isso por você, mas não pense que isso muda a minha consideração por esse otário. — respondeu o garoto.
— Tanto faz, não faço questão de sua presença. — concordou Stanley.
— Uooooow!! Briga, briga, briga!! — gritou Vivian.
— Você não esta ajudando muito... — comentou Lukas.
Os dois grupos permaneceram reunidos até o fim da tarde. Dawn, Vivian e Lukas se divertiam na água, mas Luke já não parecia estar tão sorridente quanto no início da manhã, ele apenas trocava olhares ameaçadores com seu rival que permanecia do outro lado da margem. Titânia aproximou-se de seu dono e começou a conversar.
— Quem é aquele jovem? Parece-me que vocês dois são grandes rivais pelo modo como vocês se olham. — disse a serpente.
— Ele é o Stanley, ele é um ex-amigo dos tempos de escola. — explicou Luke enfurecido.
— O que houve para que vocês quebrassem essa amizade?
— Isso não importa... O problema é que... eu sou muito estúpido. Cara, eu não gostaria de ter um amigo como eu.
— O orgulho é o complemento da ignorância, jovem Luke. Pelo que conheço de sua pessoa acredito que o motivo do término dessa amizade foi culpa sua somente pela intonação que pronuncia suas palavras. Acredito que você deveria conversar com este garoto. — disse a serpente.
— Dispenso essa, Titânia.
Luke continuou mergulhado em seus pensamentos, ambos os treinadores se encaravam como rivais mortais. De um lado jazia Luke, acompanhado de Titânia e Gabite, enquanto do outro estava Stanley com um Staravia e seu Grotle. Mesmo que todos estivessem se divertindo, o clima agradável do local não mudaria nada nos pensamentos de Luke.

O dia foi passando e logo ele chegava ao fim. Lukas parecia animado em poder ter se encontrado com Vivian mais uma vez, sendo que Stanley também era bem recebido pelos amigos que não tinham nada contra sua pessoa, afinal, isto era algo que apenas Luke mantinha em seu coração.
— Ai pessoal, eu tive uma ideia! Já que tá todo mundo indo pra Hearthome, por que nós não vamos todos juntos amanhã? — sugeriu Vivian animada — A gente podia acampar aqui hoje, contar histórias de terror, jogar truco, observar as estrelas, brincar de explorador, fazer uma noite do pijama...
— E quem não tem pijama...? — perguntou Lukas.
— Ah, não tem problema, eu empresto uma camisola minha que vai deixar você L-I-N-D-O!! — disse Vivian animada.
— Camisola? — disse Dawn seguido de uma risada.
Vivian sorriu e logo tomou uma decisão precipitada na sequência:
— Então está resolvido, hoje todos nós vamos passar a noite aqui e nos divertiremos muito!!
— Acho que não teremos outra escolha mesmo. — riu Stanley.
— Tanto faz, amanhã eu me livro de você. — respondeu Luke.
A noite caiu, e depois de um agitado dia os jovens puderam finalmente descansar. Agora que o grupo conta com a presença temporária de Vivian e Stanley, a aventura promete esquentar e tomar um rumo diferente, principalmente pelo fato de que Luke continuar detestando a presença de seu rival.

Mesmo que com todos os incidentes do dia, desde o beijo acidental de Dawn até o misterioso encontro de Lukas com Cynthia, os jovens poderão seguir com sua aventura rumo à Hearthome, e nessa cidade, o destino parece reservar algo realmente fascinante para nossos jovens. Sua aventura está para mudar como nunca.

      

{ 32 comments... read them below or Comment }

  1. Santo Arceus!
    Esse foi um dos melhores capitulos da fic até agora!
    Primeiro beijo... Que fofo cara! Sério mesmo! Eu achei tão meigo como a Dawn tratou a situação.
    E a Vivian, me proporcionou diversas risadas! Principalmente quando quis emprestar uma camisola ao Lukas! Uhul \õ/
    Sempre quis ter uma amiga mega louca igual a ela...
    Agora, o clima de rivalidade ficou tenso eim!
    Vamos ver o que vai dar. A aventura esta cada vez mais interessante.
    Ah, e o que será que vai nascer do ovo do Lukas?
    Seria um Eevee... ?

    ReplyDelete
  2. cara mto bom o cap!!!
    ate q enfim o beijo!!!tava demorando d+!rsrsrsrs
    do ovo vai nascer o eevee?ou vai demorar + p ele aparecer?
    abraços canas

    ReplyDelete
  3. Canas, quando você falou que este capítulo ia ser show não imaginei que seria tanto!

    Aconteceram tantas coisas boas *.* Fiquei mega feliz pela aparição da Cynthia e por ela ter dado o ovo para o Lukas, aposto que dele nascerá um ótimo pokémon e com certeza o Lukas irá saber cuidar bem dele...

    Mas mesmo com muitos fatos bons, tem um que se destaca entre todos ele... O Beijo de Salvamento do Luke! Certamente além de mim, muitos outros leitores ansiavam muito por este momento e enfim ele aconteceu, foi perfeito, gostei muito!

    Agora com Vivian e Stanley no grupo posso apostar que muitas aventuras irão acontecer, além de confrontos estrondosos entre os rivais!

    Parabéns man, novamente você superou as minhas expectativas!

    ReplyDelete
  4. Liga pra Dona Lurdinha!
    Ri muito com esse cap sô!
    Um dos melhores da fic,sem brincadeira!
    O beijo foi sensacional da forma que você colocou,Canas!
    E ainda a Vivian!Quem nunca sonhou ou teve uma amiga doidona igual ela?
    Muito bom esse cap!!!
    Extraordinário!
    Agora só resta ver quando o Togepi (especulações,especulações) do Lukas-kun vai nascer e o que a união dos grupos vai gerar de problemas. (óbvio,não?)
    Valeu msm por permitir aos leitores,que como eu,se sentem muito bem de ler sua fantástica fic.
    espero caps desse nível ou maior,pq vc aumentou minhas exigências :P
    Adios,
    Moacyr
    Moa

    ReplyDelete
  5. Foi episódio muito bom tanto no fator humor quanto no fator Dawn e Luke sem contar que pra mim, foi surpreendente o Stanley justamente virar parceiro de viagem da Vivian

    ReplyDelete
  6. Caramba, estou sem palavras (e olha que isso é beeem difícil de acontecer), esse capitulo foi show, meus parabéns. O primeiro beijo de Luke e Dawn, agora só falta o Luke pedir a Dawn em namoro.
    Eu ri para caralho com o pulo da Vivian, da pra imaginar o susto que a Dawn levou.
    É o "pegapracapá" de Luke e Stanley está em compasso de espera, daqui a pouco os dois vão se agarrar e se bater, como nunca.
    Esse foi um dos melhores capítulos.
    ASS: João_Victor.
    Post Scriptum: Eu tenho uma pequena intuição de que vai nascer um Larvitar desse ovo.

    ReplyDelete
  7. Olá Canas Ominous! õ/

    Cara, eu realmente fiquei sem palavras com o capítulo de hoje.

    Sei que sou um desconhecido nos blogs da aliança aventuras, mas acompanho as fan-fics desde o começo, praticamente. Todas são muito boas, mas acho que essa aqui me conquistou. Não sei se é pelo fato de Sinnoh ser minha região favorita, ou por você poder transmitir cada ação para nós leitores... Bem, isso não importa no momento, vamos aos fatos:

    No capítulo de hoje, eu fiquei inquieto, só imaginando cada ação das personagens, principalmente a parte da respiração boca-a-boca fake e também na chegada da Vivian, ela é muito show *-*

    Também fiquei muito curioso em saber o que irá nascer do misterioso ovo dado por Cynthia, sim, ela que teve uma introdução muito boa na história.

    Bem, espero que nesse meio tempo em que os dois rivais estejam "juntos", eles possam batalhar, em dupla, quem sabe?

    É, por hoje é só, apenas tenho que elogiar seu empenho.

    ReplyDelete
  8. Own, own, own !
    Nem acredito no que li, um beijo, um BEIJO ! Minha nossa, foi a melhor notícia da minha vida... Mas agora sem escandâlos. Luke seu panaca, que idéia foi essa de pular de um ponte ?!

    Own, Lukas com um novo Pokémon ? Estou ansiosa para nascer ! *-*
    Hum ... A aparição de Cynthia foi muito boa, ocÊ fez ótimo o seu papel...

    Mas eu não paro de pensar no beijo ! Ai, ai ! Não sei o que o Luke ta falando, eu tenho quase a idade da Dawn e não beijei... -_-'

    Bom, o capítulo tá mais do que bom, ta excelente, ta mil, ta tudo de bom !

    ReplyDelete
  9. ho oh oh!
    Canas você ta se superando cada vez mais ,e você me deixou com uma duvida oq vai sair do ovo?
    esperando mais novidades vlw aew.

    Lukas e vivian S2

    ReplyDelete
  10. Cara, só o fato da Cynthia ter aparecido já torna esse capítulo perfeito! Eu quero ver mais a Cynthia ao longo da história! Ela é uma das personagens que eu mais gosto.

    Esse beijo... Acho que de sem-querer só teve a cara, hehehe... E o Luke achou estranho o primeiro beijo da Dawn ser aos 15 anos? Se vacilar esse foi o primeiro beijo dele também! Se bem que a Dawn é mais velha que ele, mas isso não vem ao caso.

    Vivian cada vez mais pirada! E essa rixa entre Stanley e Luke ainda vai durar pelo visto.

    Até a próxima cara!

    ReplyDelete
  11. Oh *o*, Que capítulo incrível. Novas aparições, novos mistérios. O que aquela mulher queria com o Lukas? Mistérios...

    E o resto foi muito engraçado, principalmente a cena da ponte. Eu ri muito quando a Vivian se jogou da ponte.
    "— UOW!! Essa foi demais!! Vamos pular de novo!! — gritou a garota, dando-se conta de que estava sendo observada pelos jovens — Oxi, mas que coincidência encontrá-los por aqui, pessoal!" hauauauahauauuua

    E quem será que vai nascer do ovo? Suspense... *.*

    ReplyDelete
  12. O CAPÍTULO FOI EXTREMANTE SHOWWW *O* O Lukas ganhou um ovo! *o* O Luke beijou a Dawn e a Dawn é safadêska! :B kkkkk ~rindo

    Agora a Vivian é extremamente louca! g_g Parece um pouco comigo, diga de passagem! :B -qqqq

    Ficou muito show o capítulo! \õ Aah, e a Cynthia aparece novamente! kkk 8D

    ReplyDelete
  13. Canas Ominous, nos encontramos novamente! HSUAHSUAHSU

    Cara, parabéns. Seu capítulo está perfeito novamente. Percebo um pouco mais longo? HSUAHSUA

    Mas você soube prender o leitor, principalmente com a cena do beijo. Parabéns, velho!

    PS: Será que rola Lukas e Vivian? SHAUHSUAHS

    Abraços, Mano Nintendista \Ô/

    ReplyDelete
  14. Devo confessar que essa Vivian é lokona XD eu ri muuuito com elaa!! Adorei ela caindo da ponte XD Devo falar tbm que eu me apaixonei pela parte que fala que os pokémons ficavam cuidando do ovo *--* muuito fofo!! E ele ganhou um ovo *0* ahuahauhuahauhaua Muito legal o capitulo ;] auahuahuahauha finalmente o beijo da Dawn com o Luke!! XD Agora só falta o Lukas, será que vai ser a Vivian? ou ela é apenas uma amiga mesmo?? hohohohohoho
    Beijoss~~*

    ReplyDelete
  15. Manooo vou ter que comentar!! O Luke foi espertão! kkkkkk
    O cara já tinha tudo planejado, agarrou a menina para pular e aproveitar o frescor das águas correntes, só que acabou, que seus planos rederam muito mais... o beijo tão esperado (se bem que eu acho que haverá O beijo!!!)
    E essa Vivian virada do avesso, me divirto com ela, e as frases locas dela!
    O capitulo foi espetacular, deu até vontade de juntar a galera, e ir brincar numa cachoeira, e aproveitar esse sol!
    Mano que vontade de estar em Sinnoh!
    Flw cara

    ReplyDelete
  16. U-O-U,Canas MUITO BOM! Amei a participação da Cynthia e do beijo do Luke e da Dawn... estou esperando para ver a nova aquisição áo Time e/ou equipe do Lukas! Pelo Visto as pessoas mais belas,calmas e carinhosas ganham coisas Melhores! Apesar de serem Gêmeos,um parece que é Mais beneficiado! Também gostei Muito dessa Parte:

    Liga pros bombeiros! Liga pra polícia! Liga pra Dona Lurdinha, qualquer coisa manolo!!

    DONA LURDINHA?rsrsrsr queria saber de onde você tirou isso! Gostei Muito desse Capitulo Parabéns!

    ReplyDelete
  17. Cara, se eu te disser que a Dona Lurdinha já apareceu na história você acreditaria? Ela apareceu no capítulo da captura da Titânia, acho que devia ser o 9. A Dona Lurdinha era a diretora da escola onde os irmão estudavam, mas imaginei que ninguém fosse lembrar dela! kkkkk

    Poxa pessoal, eu queria agradecer cada um que comentou nesse capítulo, tive bastante trabalho mas sei que valeu a pena. Nós não quebramos o recorde de comentários, mas isso realmente não importa. O mais importante é que tenho leitores fantásticos que me apoiam cada dia. Obrigado por tudo pessoal, de verdade. Agora deixe-me continuar trabalhando nos desenhos, afinal, quero trazer logo essa novidade! *-*

    ReplyDelete
  18. TT.^.TT
    OMG!(OH MY GOD!)
    esse capítulo foi show!

    CARACAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    FINALMENTE SAIO O BEIJO.... estava próximo mesmo!
    Aew, da uma diquinha do ovo do lukas!'.'

    ReplyDelete
  19. Desculpe não ter comentado antes, mas estava sem Internet desde 17 de agosto e tive de ler todos os capítulos ontem e comentar hoje.
    Gostei muito deste capítulo, pois nele aconteceram fatos tão esperados como a aparição de Cynthia e principalmente o primeiro beijo de Dawn e Luke.
    Parabéns por mais este perfeito capítulo. Continue assim.

    ReplyDelete
  20. Adorei esse capitulo!!
    Achei as cenas descritas muito reais, parecem que foram retiradas do nosso cotidiano!
    As conversas foram muito interessante, e não posso deixar de comentar sobre o primeiro beijo do casal Luke e Dawn, que vem me cativando cada vez mais!
    Achei a situação muito engraçada e diferente, e espero ansiosamente por outras cenas, tão espetaculares quanto esta!
    Desculpe por ter demorado tanto a postar, mas pode contar com uma opinião minha em todos os capítulos ^^
    Parabéns pelo capitulo, e posso chegar a dizer, que foi um dos melhores, mas com certeza haverão outros!!
    Bjos__S2

    ReplyDelete
  21. finalmentee o tâo esperado beijo entre os pombinhos mesmo que "sem querer querendo"
    eu acho que do ovo vai nascer um toguepi pelo desenho que vi no treiner card, especulações a parte, foi um ótimo capítuo prende o leitor até que ele acabe e ainde deixa um cheirinho de quero mais.
    p.s.:aguardo o novo capítulo aposto que será de mais, desculpe o poste meio tarduo tava sem net.

    ReplyDelete
  22. Ei cara e o Arton sei que to te devendo varios comentarios mas e que tava com a cabeça cheia de outros problemas mas isso não importa
    o que posso dizer bem de tudo um pouco sei blog e ralmente muito bom e o fato de você acresentar outras areas para o publico o deixa ainda mais atraente
    sobre a historia como ja te disse antes e muito boa, sou cada vez mais fã de titania e de sua sabedoria qual sera o passado desse pokemon?
    o proximo ginasio vai ser interessante e estou muito ansioso para ver
    Vou ficando por aqui lhe desejando sorte e que continue com sua otima historia.

    Abraços
    Arton

    ReplyDelete
  23. sei q to atrasada (e mto!) com esse coment, mas tá preparado com o q vc vai le? se sim ou se não, ai vai: (loucura total modo ON)

    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAH EU SABIA EU SABIA EU SABIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA (só eu do a loka nos coments, impossível ¬¬')

    ASHUASASUAHSUASHUASHUA eu sabia q o beijo ia se nesse cap, eu já tinha falado isso, pera ai, dexa eu procura, hum... ah aki:

    1º coment d "Perguntas e Respostas (Complicações): "[...] "Que episódio será que vai acontecer o primeiro beijo entre Luke e Dawn?": tenho uma leve-grande-ENORME impressão d q alguma coisa mto importante vai acontecer um Hearthome, então vamo aposta ai gent, é agora ou não? quem vai ter a iniciativa: Dawn, Luke ou vai partir dos dois msm??? quero ver dinheiro, DINHEROOOO (ta parei ¬¬')"

    2º coment d Notas do Autor (Capítulo 18): ""O décimo nono capítulo trará um acontecimento fantástico" e "prosseguindo por diversos capítulos ainda melhores!"?! ai dels, meu coração XP, mas não posso deixar de dizer que tenho suspeitas, ainda mais pelo título do cap""

    bom, tirando o fato d eu nunca conseguir ganhar na mega-sena, mas ganha um aposta num blog (metade é meu Thiago! XP) e tbm pq errei só uns metros d onde ia ser o primeiro beijo deles, o resto é só pra confirma q eu so zika XDXDXD
    (loucura total modo OFF)

    bem, falando sério agora (mas nada d antes num deixa d ser sério), amei amei amei mtoooo esse cap, eu sabia q ia acontecer o beijo (descobri isso enquanto lia, tava d noite e eu quase gritei, mas já tava todo mundo dormindo em casa ai tapei minha boca O_O'), esse Luke é mto zika msm, parece eu, só q é eu q num sei nada e pula d uma ponte no rio (sim, já fiz loucuras do tipo ¬¬')
    e o q é q o Luke quis dizer com "O quêêêê?? Primeira vez?? Com quinze anos?! Nooossa, que estr... Quer dizer, diferente."????? sou mais velha q a Dawn e to pior q ela nesse quesito (só os forever alone TT.TT)
    a Vivian caindo do céu foi hilário! ri mto, sem falar q me surpreendi em saber q ela tava com o Stanley, sei lá, não gosto mto dele, mas ele apareceu pouco, então não posso falar mto
    aah, já usaram meu sem querer querendo (isso q dá comenta quase 1 semana dpois), mas msm assim, foi mto zika o "[...] Liga pra Dona Lurdinha, qualquer coisa manolo!!", ri mto, tirando q o beijo foi mto fofinho, foi tipo, meui sem querer querendo, mas ainda acho q vai ter O beijo... tipo o da imagem da Litos, esse sim vai ser O zika X3
    OMG OMG OMG! quase ia esquecendo d fala do ovo! (se acostume, isso é normal da minha parte ¬¬) vei, e essa Cynthia, fiquei mó curiosa pra saber sobre ela... e desse ovo sai... o q? eu acho q vai se um Eevee, mas bem q um Togepi num é má ideia, acho ele a coisita mais fofita do mundo *U* e o Togetic é mais fofin ainda *----*
    bem, vamos ver como vai ser essa turbulenta viagem até Hearthome, ainda mais pq "o destino parece reservar algo realmente fascinante para nossos jovens" u.u \o/

    bom, depois desse hiper-mega longo coment, fico por aki (vo tenta comenta logo dpois d le o cap ¬¬')

    flws ;P

    ReplyDelete
  24. ah cara, tentei num fala, mas não sou boa pra guarda segredos...
    Canas, só um recadinho em relação ao beijo: VC ROUBO MINHA IDEIAAAAAAAAAA XO chama a puliciaaaa, faz BO, sei lá! (detalhe, acho q só ele vai entender)
    bem, não vai ser igualzinho, mas já tinha tido essa ideia a um tempão, e ai vc aparece e coloca ela antes d mim TT.TT mas vo po msm assim XP (ah, lindu, acabei d ve q t dei um spoiler ¬¬')

    flws ;P

    ReplyDelete
  25. Conclui que o luke é froxo, dawn é atirada, e vivian é retardada mental

    ReplyDelete
  26. Esse anônimo aqui em cima que é retardado mental

    ReplyDelete
  27. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
    Ele e a Vivian são retardados mentais,a guria é loca.Eu ri mto na parte qe o Luke disse:"Você deu um susto nela quando pulou que nem um Snorlax doido dentro da água...",foi o maior sarro.

    ReplyDelete
  28. O nome do tyranitar estava grifado,provavelmente nascera um larvitar,vai ser d+

    ReplyDelete
  29. Essa neve caindo é tão irresistível, tive que ficar mais um poco no blog e ler pelo menos um cap aspodkaskpodapko
    Enfim
    Mas gente, sdds andar de bicicleta, cadê tempo+dias que não estejam calor dos infernos?
    Ou a minha memória tá muito ruim ou essa montanha Stark é lá pra frente do jogo, lembro disso não q
    Lukas daria inveja a muito chef profissional, vou te contar....
    Toda vez que eu falo que sinto falta da minha infância as pessoas me olham com uma cara de 'como se você fosse tão velha' MAS GENTE, É TÃO DIFERENTE, PARECE QUE ERAS SE PASSARAM DESDE AQUELES DIAS
    Mas me conta Lukas, o que tem achado dessa aventura? E a Vivian? Rola mais alguma coisa além de amizade? > DAWN TÃO DIRETA AOPSDKPAKSPODKAPOSDKPOAPKOSD
    DAWN, COMO TU PODE ME DESILUDIR ASSIM?: ;---; Tava apostando tanto em Lukas e Vivian, aí tu me vem com isso de 'ela não combina contigo', e palavra de mana mais velha tem seu poder, né....
    CYNTHIA <3 Admito que adoro ela, tem um estilo tão demais e é tão fodona asdkaksdkasdkas Só sacanagem ter um time tão pqp para se vencer t_t
    Ah, é, e ela ainda por cima adora mitos e lendas <3
    UM OVO, OH GOSH, UM OVO! QUAL POKÉ SERÁ QUE VAI NASCER? *----------*
    Lukas sonolento tá uma graça aspodkpasdpkoapksodpk
    LUKE, SEU INSENSÍVEL DE MERDA, NÃO ME SURPREENDE QUE NÃO GOSTE DE COISAS TÃO KAWAIIS COMO POKÉS BEBÊS, NEM SENSIBILIDADE PARA GOSTAR DE UMA PLANTA VOCÊ TEM! U-Ú
    Essas rotas parecem tão menores olhando nessas figuras, é tããããooo mais longo percorrer isso a pé [ou a bike, whatever q] com aquelas centenas de treinadores qqqqq
    MAS GENTE, O LUKAS PULOU MESMO O-O LUKE, SEU PIVETE INCONSEQUENTE, OLHA O QUE VOCÊ FEZ! AI DE VOCÊ SE O LUKINHAS NÃO ESTIVER A SALVO U-U
    E ainda por cima é um panaca que quer afogar a Dawn junto -.-'''
    Começo a achar que isso foi só uma desculpa para que ele pudesse fazer uma 'respiração boca-a-boca' nela /hmmmmmm
    Mas, dsclp aê, não consigo mais ser tão shipper de Luke e Dawn e-e Ele é muito mané, insensível, babaca e inconsequente pro meu gosto u.....u
    VIVIAN ENTRANDO NO MELHOR ESTILO VIVIAN DE SER AOSDKAPKODAPOKSDPKOASPKODAPKODPOKASPOKDPKOASD
    My. Fucking. Dio. COMO PODE STANLEY ESTAR EVERYWHERE? QQQ
    Confesso que estou muito curiosa para saber qual foi a cagada desse imbecil que f*deu com a amizade com o Stanley
    — E quem não tem pijama...? — perguntou Lukas.
    — Ah, não tem problema, eu empresto uma camisola minha que vai deixar você L-I-N-D-O!! — disse Vivian animada. > CHORANDO, PQP, LUKAS DE CAMISOLA xDDDD
    ESPERO SINCERAMENTE QUE O STANLEY CONSIGA AS PRÓXIMAS INSÍGNIAS MUITO ANTES QUE VOCÊ, LUKE U-Ú
    Abraços da Tsuki o/

    ReplyDelete
  30. como os fins de semana são bons :3 (hora da leitura, bitches XD)
    caaara, o luke já tinha beijado O.o como alguém quis ele?
    e beem, quando a dawn caiu, vc disse que ela tinha um ferimento no abdômen, mas do nada nem tocaram no assunto kkk
    pq o luke o stanley têm que ser tão cabeças-duras? espero que os dois lutem lado a lado contra os galáticos um dia, rival e protagonista geralmente são duplas que eu gosto de ver XD
    abraços o/

    ReplyDelete
    Replies
    1. correção:
      ''pq o luke E o stanley...'' :p

      Delete
    2. Fim de semana é quando a festa começa, certo? kkkkkk Poxa, sempre tem aquela garota que curte os "bad boys", não é? kk Poxa cara, e eu nem lembrava desse detalhes do machucado no abdômen! Foi uma falha minha mesmo, uma vez que depois isso se torna irrelevante e nas circunstâncias iria requerer muito mais atenção. Pode deixar que vou dar uma ajeitada e concertar esse errinho cara, obrigado pelo aviso!

      Pode ter certeza que o Stanley ainda estará aí para participar de muitas batalhas, e mesmo que eles não sejam daqueles rivais que se odeiam, os dois possuem uma amizade bonita e que será levada por muito tempo. Fico feliz que esteja comentando e curtindo a primeira temporada cara, nos vemos por aí! :D

      Delete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -