Posted by : CanasOminous Feb 4, 2013

Canas Ominous: Fazia um tempão que não trabalhávamos com a Área do Leitor, não? Há alguns dias recebi a proposta do Henrique Sousa em escrever um Support para nossa história, e a escolha dele foi feita envolvendo o Chaud e nossa jovem Eva, um dos casais mais adorados da região por toda a diferença entre ambos, os traços de um cavaleiro medieval e uma princesa aprisionada na torre por sua madrasta malvada, fatores que podem ser percebidos de maneira única com um toque do mundo Pokémon que tanto adoramos.
De fato, Supports são histórias curtas que qualquer um pode escrever, mostrando conversas paralelas, relacionamentos e batalhas sobre nossos companheiros da Fire Tales. Aqui, o Henrique conseguiu juntar tudo isso. Eu gostei bastante da iniciativa dele, porque sempre é bacana ver até onde um leitor sabe diferenciar as falas, jeitos e manias de determinado personagem. Ele soube interligar essa curta história com diversos fatos pequenos que menciono na fanfiction, são descrições simples que eu imaginei que ninguém notasse, mas agora vejo que percebem. São pequenas coisas que fazem a diferença na hora de definir o que é Sinnoh.
Eu parebenizo o Henrique por trabalhar de forma tão descontraída e fiel ao estilo de cada personagem. Ele inclusive trouxe um desenho da Eva para ilustrar o capítulo, se bem que ela parece bem furiosa... *risos* Logo abaixo vocês conferem uma Support Conversation feita por um fã, então qual a opinião de vocês sobre isso? Espero que se divirtam. Abraços aí, galera!

Notas e Avisos
  • A história original "Winds of Evolution" foi escrita e elaborada por Henrique Sousa. 
  • A mecânica Support Conversation é parte integrante do blog Aventuras em Sinnoh. 
  • Versão adaptada, mas sem verificação ortográfica ou correções. 


Winds of Evolution
Support Conversation (Chaud x Eva)

A noite já havia caído na guilda dos Fire tales, ainda era cedo e todos estavam acordados em seus devidos postos, alguns já cambaleavam pois dormiam cedo mesmo. Não muito longe dali numa Mansão esse tabu já era quebrado, todos dormiam na Mansão de Milady com exceção de uma Eevee muito precipitada
- E... Pronto! Com isso vou conseguir ir pra guilda hoje!
Ela segurava uma corda feita de lençóis e nós improvisando sua fuga, amarrou uma ponta da corda em seu armário e desceu pela janela de seu quarto. Enquanto ela fazia isso, Isaac, seu pai, levantou da cama com o barulho e foi até o quarto dela para saber o que estava acontecendo ali, abriu a porta do quarto e viu aquela cena dela descendo pela janela
- Hum... aquela danadinha, vou deixar só hoje e fingir que nada aconteceu, tomara que a Madame não acorde!
E fechou a porta do quarto e voltando para sua cama como se nada tivesse acontecido. Enquanto isso Eva descia da corda, assim que chegou ao chão puxou o lençol para não fazer suspeitas, escondeu ele e foi correndo até a guilda. Seu tio Atros fazia a sua vigia noturna, porém estava sentado de cabeça baixa, como se estivesse dormindo, Eva o observava de longe
- Será que? Nãaaao... o tio Atros nunca dorme em serviço! Ou será que dorme? Vou tentar passar de fininho pra ele não me ver!
E assim foi feito, Eva passou de fininho perto de Atros, até tomar um susto com o que lhe foi dito:
- Eu sei que está ai Eva - Ela caiu no chão com o susto que tomou - Porém não vou lhe dedurar pra sua mãe, não gosto de mentir para a Madame, mas também não consigo ver minha sobrinha triste, pode ir.
Eva passou a mão na cabeça dizendo ‘Ufa’
- Valeu tio Atros, a mamãe não vai ficar sabendo de nada, pode deixar tudo comigo!
Atros não disse nada, apenas baixou a cabeça novamente em sinal de concordância. Eva entrou na guilda e foi caminhando e cumprimentando todos que ali estavam, porém seu objetivo era óbvio, a Forja, onde seu estimado companheiro Chaud ficava noite e dia. No caminho encontrou Aerus, o líder da guilda
- Diga ai! Se não é a Eevee rebelde! Fugiu de casa foi mocinha? Devia ta dormindo, ein?
- Err.. Oi Aerus, só vim passear um pouquinho, aproveitar enquanto minha mãe dorme!
Aerus põs a mão na cabeça da garota esfregando seus longos cabelos caramelo em gestos de amizade.
- Certo, contanto que não me arrume encrenca com sua mãe, mi casa é su casa!
Eva balançou a cabeça em concordância e seguiu seu rumo até a Forja, onde desceu as escadas e encontrou Chaud forjando uma armadura para Coffey, o Rhyhorn já pedira isso a algum tempo então ele decidiu fazer.
- Chaud? É a Eva!
Automaticamente as marteladas pararam, e Chaud olhou para cima, lá estava ela olhando para ele com certa alegria.
- Pequena? O que fazes aqui? Deverias estar dormindo!
- Eu sei... mas me deu uma vontade de vir aqui te visitar, sou bem vinda?
Chaud se desfez das suas ferramentas de forja, ficando apenas de mascara, seu escudo em suas costas e uma camiseta de manga
-Claro, que es bem vinda, pequena. Porém aqui não é um lugar apropriado, vamos lá para fora.
Foram dirigindo-se para fora da guilda, e ficaram debaixo de uma arvore sentados apenas conversando.
- Hey Chaud, eu sou fraca?
- Claro que não, pequena. Tu mostras força de vontade, presente nos mais fortes dos guerreiros, apenas precisa treinar.
Eva novamente se calou e ficou pensativa
- E se eu evoluir? Eu irei ficar forte?
Chaud não sabia o que fazer, era um guerreiro da antiga geração e os Eevee se especializaram em evoluções da nova geração, então ele não tinha pouca experiência no assunto da raça dela, tudo se limitava as livros que lia.
- Quem sabe? Tu não podes ficar apenas na expectativa de sua evolução, tem de ficar forte como estas agora.
- Tem razão... Ainda estou confusa, e se eu ficar totalmente diferente do que já sou? Tenho que pensar nisso - Uma explosão foi escutada não muito distante - AAAAHHHH!! Mas o que!?
Chaud se levantou assustado com o barulho e todos saíram da guilda, os primeiros a sair foram Aerus e Watt.
- Que merda que tá acontecendo aqui?
Watt pulou do ombro de Aerus e se pós em modo de batalha, soltando faíscas para os lados.
- Será uma invasão de alguma guilda? Droga, estávamos indo tão pacificamente esses dias!
Chaud foi correndo pra junto de seus companheiros porém olhou pra traz e viu sua companheira acanhada, voltou e lhe estendeu a mão.
- Dançaria esta valsa comigo, minha pequena?
Eva estendeu a mão, agarrando na do Chaud e balançou a cabeça em concordância. Ao longe foi visto um pequeno esquadrão, porém em maior tamanho do que dos Fire Tales. Mesmo longe já se pode reconhecer quem era, eram a guilda Darkness, uma guilda formada por ladrões para saquear guildas menores, eram reconhecido nos demais continentes, mas ainda não tinham conhecimento de que tipo de guilda era aquela na qual eles atacavam. O chefe da guilda era um Crobat, mas conhecido como Duran se posicionou na frente de todos e disse
- Fire Tales, nós declaramos guerra a sua guilda a não ser que se rendam! Queremos o seu território!
Aerus começou a rir incontrolavelmente, logo após mudou de humor e ficou serio.
- Nunca!
Num piscar de olhos Aerus já estava numa cratera criada por ele mesmo com o Crobat no chão e a mão em seu rosto. 
- Arghh!!!! Ataqueeeem!! - Dizia Duran com a voz abafada pela mão de Aerus, todos os Fire Tales foram em direção e assim começou  a guerra. O campo de batalha foi se estendendo pelo campo e nenhum Fire Tales perecia, até que um rosto conhecido foi visto por Eva e Chaud, que lutavam juntos pelo campo de batalha. Era Duraikem, o Drapion que sequestrara Eva em sua fase de ovo
-Aquele verme!
-Hey se não é o maldito que me impediu de vender aquele ovo? E se não é a menininha que eu roubei! Acho que vou ter outra chance de lhe roubar, agora você vale até mais, uma Eevee é bem rara!
Eva não gostou do que ouviu, que aquele imbecil havia lhe roubado, ela olhou pra Chaud.
- Posso?
- Esteja à vontade, pequena.
Eva deu uma risada de canto, acirrou o punho e colocou-se em modo de batalha
Quick. Attack.
Apenas essas duas palavras foram ditas e Eva já estava aplicando um chute na cara de Duraikem, que foi a nocaute na mesma hora, apesar de que a batalha já havia acabado, quando Eva chegou ao chão todos aplaudiram seu desempenho, pois a pequena Eevee tinha se tornado uma guerreira. Chaud se aproximou dela, agachou e pegou em seus cabelos castanhos.
- Estas ficando forte, minha pequena.
- He, he... Obrigada.
A invasão já havia sido contida, só que uma coisa muito pior estava por vir. Ao longe era possível ver no campo, as árvores congelando e o chão também, o rastro vinha da mansão de Milady e era a própria, congelando tudo em seu caminho com raiva de sua filha lhe ter desobedecido.
- EEEEVAAAA !!
Eva ficou pálida com o grito que recebeu de sua mãe, sabia o quanto ela podia ser terrível, afinal, todos a temiam naquela guilda e não a queriam ver furiosa. O aglomerado de Pokémons que havia ali já tinha se dissipado, todos voltaram para seus devidos lugares deixando apenas Eva e Chaud ali, o guerreiro jamais abandonaria sua Pequena.
- Madame, deixe-me explic-
- VOCÊ!!
Chaud era maior que Milady então ela o pegou pela camisa e desceu seu rosto até o dela
- Você fez minha filha ficar assim!! Não quero mais ver vocês juntos de novo!!
Eva nem se importou com a noticia, sua mãe podia ser terrível, mas não era tão rígida a esse ponto.
- E você...! - Milady apontou pra Eva -Vamos para casa, agora!! Quem sabe ficar trancada no seu quarto não ajude a pensar no que fez? Acordou sua mãe no do sono de beleza e fugiu de casa!
Milady pegou Eva pelas costas da camisa que ela vestia e foi a arrastando, ela olhou pra Chaud e sussurrou.
Depois a gente se vê 
EU OUVI !!!
Eva olhou pra cima
- Vish...

{ 4 comments... read them below or Comment }

  1. kkkkk Milady Milady.... deixa ela ^^ ela tem k de tornar um pokemon vivido neh? :) ^^
    kkk
    WV

    ReplyDelete
  2. AEEEEEE !!! Meu suport *-----* !!
    Canas, valeu cara! vc deixou ele do jeitinho que eu escrevi ^^'. Confesso que só apareci aqui hje dnovo pq é automatico eu entrar no pc e clicar em todas as minhas janelas mais visitadas (eu sai do pc e entrei dnovo) e adivinha o que aconteceu? meus olhos brilharam só de ver o titulo da postagem, foi eu ler pra um sorriso ir abrindo em meu rosto.
    Obrigado mesmo cara !
    See ya

    ReplyDelete
  3. Diga ae, pessoal! Henrique, desculpa por ter demorado tanto em postar, mas eram tantas postagens nesse meio que ficava até difícil de escolher um dia definitivo para lançar as coisas kkkkkk Cara, deu sorte então hein, creio que para qualquer leitor que preza algo deve ser extremamente gratificante ver uma obra sua postada. E eu mexi em pouquíssimas coisas cara, ajeitei uma ou outra vírgula, além de alguns espaços e letras desnecessárias, mas não foi praticamente nada man, eu quis deixá-lo assim no seu estilo (: Eu é quem agradeço pela participação, sempre é muito divertido ver a versão de meus personagens na visão dos outros, acho que é uma das partes mais divertidas de se criar. Vou indo nessa galera, abraços!

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -