Posted by : CanasOminous Aug 16, 2013

Get Lucky: Pokémon Battle Online

O tempo passava, e Luke ainda não havia encontrado uma resposta.
Não havia como encontrar.
Ao visitarem o farol abandonado de Sunyshore, o encontro com Volkner revelara-se como um divisor de águas capaz de traçar uma dúvida que nunca antes havia percorrido a mente do garoto. O que aconteceria no fim de tudo? Depois que ele conquistasse as oito insígnias, depois que vencesse a Liga Pokémon, depois até mesmo de tornar-se o campeão. O que ele faria quando tudo aquilo terminasse e ele alcançasse o auge de seus maiores sonhos?
Volkner era um veterano de seu tempo, o melhor treinador de todos. Após conquistar tudo que a vida tinha a oferecer, o homem mergulhou em um poço de amargura e pareceu acomodar-se muito bem a ele. Talvez ele tenha se acomodado até demais. Não queria voltar, não via necessidade alguma em tentar algo novo, pois para ele o final seria sempre o mesmo.
Agora, a insígnia da cidade continuava no punho fechado de Luke que observava o mar na costa como gostava de fazer quando era mais novo. As ondas iam e voltavam, mexendo em conchas vazias de alguns Shellders e sendo balançadas pelo toque suave das águas. O rapaz pegou uma pedra e arremessou sem muita força, soltando um suspiro de desaprovação.
— Por que você não conversa mais comigo?
Luke olhou para o mar lembrando-se da época que imaginava os Gyarados monstruosos que lá habitavam. Eram o lar de ideias, o manto da inspiração, mas justamente quando ele precisou delas, não recebeu resposta alguma.
— Preciso derrotar o Volkner, mas chegar até ele revelou-se um desafio maior do que o duelo decisivo... Diga-me, o que faz um treinador voltar a ser um treinador?
Luke esticou os braços e deitou-se na região da restinga da praia, sobre a grama encoberta de areia rodeada pelos coqueiros que lhe forneciam a sombra desejada. Foi então que Luke viu três crianças passarem por ali. Deviam ter cerca de 7 ou 8 anos, ainda não haviam alcançado a idade para serem treinadores oficiais, mas pareciam brincar que eram.
— Eu sou Ike, o novo campeão! Vou derrotar vocês com meu Steelix e explodir tudo com meu Metagross!! — disse um garotinho que carregava consigo uma pedra pintada com canetinha esferográfica, fingindo ser uma pokébola.
A mocinha ao seu lado o ignorou.
— Grande coisa, porque eu sou a Maylene. Com meus Pokémons lutadores eu vou derrotar todos vocês, só com o poder da mente.
— Então é melhor se prepararem, porque eu sou o novo treinador que vai conquistar tudo, eu serei o Mestre Pokémon!
As crianças saíram correndo pela praia e passaram por Luke sem dirigir-lhe atenção.
Por algum motivo, ele sentiu-se velho. Lembrava-se de quando era ele quem corria por aí imitando seus líderes favoritos, ou até melhor do que isso, imitando ser seu pai. Luke adorava fingir que fazia parte da Elite, que era o futuro campeão ou um possível líder de ginásio promissor no futuro. Havia contado para Dawn que sempre sonhara em ser um Gym Leader Steel-type, ainda que isso jamais estivesse em sua lista de sonhos no momento.
Foi então que a ideia surgiu.
Luke levantou-se correndo no mesmo instante, escorregou na areia, veio de cara ao chão, e ainda voltou a correr animado de volta à casa litorânea de Erick, que ainda não havia retornado de sua viagem, mas Lukas e Dawn estavam lá dentro jogando cartas com uma feição desanimada. Luke bateu com força na porta e falou decisão:
— Eu sei! Eu sei como fazer o Volkner batalhar comigo. Tenho um plano infalível!!
— Não tenho boas recordações de planos infalíveis — disse Dawn sem dirigir-lhe muita atenção. — Quando eu era menina lembro de um garotinho da minha cidade que trocava as letras e sempre me falava sobre essa conversa de planos infalíveis, e eles nunca davam certo...
— Ahh, mas nesse aqui vocês vão se amarrar! Mal posso esperar para colocá-lo em prática... Muh-huh-hah, hah... — dizia Luke de maneira maquiavélica, esfregando as mãos e dirigindo-se para o escritório da casa. — Com licença, estarei as próximas 12 horas conectado na internet. Não me interrompam.
Luke fechou a porta do escritório de Erick e deixou seus dois amigos do lado de fora, olhando-o com aquela expressão curiosa de completo desentendimento. Lukas abaixou suas cartas e venceu o jogo, depois sorriu em direção da moça.
— Vamos fazer compras? Tem um shopping de Seals maravilhoso aqui na cidade, você vai adorar.
— Opa, só se for agora!

• • •

Luke estava ali, diante do computador com fones de ouvido, a luz apagada, e apenas a tela brilhante de seu notebook secreto iluminando o ambiente. Como ele o levara por toda a viagem era impossível dizer, mas estava ali novinho em folha, completamente bem cuidado e sem nenhum arranhão. Naquele instante era como se Luke estivesse preparando algo realmente grande.
Assim que a internet conectou, o rapaz acessou os sites com velocidade, visualizou suas redes sociais e correu para seu objetivo numa fração de segundos. Estava ali, em um fórum de tonalidades escuras e verdes como se fizessem parte de um compartimento secreta na internet, escondido dos olhos de qualquer um. E então, digitou seu login seguido de sua senha.

Login: LukeGatãoBonitão89
Senha: **********

O rapaz estalou seus dedos e começou a teclar.
— Deixe a magia começar.
As janelas do chat pipocavam de mensagens, havia cerca de 150 mensagens ainda não lidas em seu e-mail, e a todo instante alguém aparecia com a celebração: Bem vindo! Welcome! Benvenuto! Accueil! Willkommen! ¡Bienvenido!
Havia pessoas do mundo todo naquele fórum, e Luke era um de seus maiores administradores. Se fora daquela realidade ele era um treinador responsável, então ali estava a resposta do que ele fazia até então antes de tornar-se um. Adorava códigos de programação, entendia aquela linguagem, sabia como lidar com ela e admirava todos os segredos da internet. Se no mundo real ele era Luke Wallers, um dos filhos do campeão; naquele ambiente virtual e impressionante ele era conhecido apenas como... Lucky.
Uma janelinha em especial surgiu, uma particular e que carregava um emblema dourado dos demais administradores do fórum. Luke precisava estar exatamente ali, com sua equipe intelectual de amigos que provavelmente jamais conheceria pessoalmente, mas sabia que poderia contar com ele a qualquer hora.

Lucky entrou na conversa.

Lucky: Diga aeee, moçada!
Paladino Dourado: Opa, Sortudo! Bem vindo de volta parceiro, pensei que tu ia demorar meses agora pra voltar!
Alquimista®: As coisas por aqui estavam horríveis sem você, não tem graça nenhuma quando falta alguém da equipe, até porque zoar você fazia parte da minha rotina kk Como está, man?
Fullmoon: Ohhhhh, o Sortudo está de volta? E nesses instantes creio que somos nós quem fomos abençoados com a sorte, porque eu estava morrendo de saudades de você, querido! *-*
Lucky: Olha, galera. Eu realmente só pretendia voltar no fim de minha aventura, mas acabei tendo que aparecer antes. Sei que temos uma porrada de coisas pra falar, mas eu preciso da ajuda de vocês. É uma parada... urgente.
Paladino Dourado: Manda bala.
Alquimista®: Demoro, man.
Fullmoon: Estamos aqui para isso, pode pedir o que quiser, faremos tudo que estiver ao nosso alcance! :3

A conversa rolou por longos minutos, uma vez que o verdadeiro assunto sempre se desviava e era inevitável tentar manter a organização entre aqueles velhos amigos. Nenhum deles se conhecia pessoalmente, e nem sabiam quem era o outro que digitava diante daquela tela, mas compartilhavam de uma intensa amizade que já durava cinco anos, desde muito antes de Luke sair em sua jornada. O rapaz tinha experiência na área, e principalmente respeito. Conseguia qualquer coisa que precisasse, e quando quisesse.
Lucky: Deixa eu perguntar, quem aqui realmente manja de programação? Eu sei bastante sobre isso, mas preciso de alguém ainda melhor. Estou falando de uma programação profunda, algo que chegue até mesmo à... Mexer com o que não devia, conseguem entender?
Houve um rápido silêncio entre os outros administradores, até que o Paladino se apresentou:
Paladino Dourado: Cara, tem o Wyrm.
Lucky: Wyrm? Acho que nem conheço.
Fullmoon: Ele usava outros nomes antigamente aqui no Fórum, costuma estar mudando de mês em mês para que ninguém o rastreie. Ele era o Cannon que trabalhou aqui com a gente, mas o nome do momento é Wyrm, se é que ele não mudou de novo... :\ Gente assim é perigosa!
Alquimista®: Se ligou na semelhança entre Wyrm e Worm, não? Os Wyrms são um nome alternativo para os dragões europeus com aspecto de serpente, e os Worms são um programa autor replicante, semelhante a um vírus. Um worm pode ser projetado para tomar ações maliciosas após infestar um sistema, além de se auto-replicar, pode deletar arquivos em um sistema ou enviar documentos por e-mail.
Fullmoon: Obrigada, Alquimista, mas não precisamos de suas explicações. Temos uma coisa chamada Google, sabia? ._.
Alquimista®: Não tem de quê.
Fullmoon: Bem, Sortudinho, querido. A questão é que o Wyrm deve ser o sujeito que mais conhece dessas coisas. Mas por que exatamente você quer tratar de assuntos com ele? Sabe que essa gente não é legal de se ter por perto... T-T E se alguma coisa acontecer com você???
Lucky: Fullmoon, podemos falar no private?
Fullmoon: Nhááá, sempre que você quiser! *-*
Paladino Dourado: Ihhhhhhh, vai rolar de novo. HuEhEEhuEHuE Bora aí, Alquimista. Vamô deixar o casalzinho resolver suas treta. Aí, Sortudo. Foi bom te ver cara, o fórum sente tua falta, entra aí qualquer dia pra gente jogar uns PVP e eu te mostro uns beta que nem lançou em Sinnoh ainda, dmr? Tu vai se amarrar. Abração ae, djow!
Alquimista®: Fica esperto, hein, Sortudo. Você sabe que essa lua é cheia de onda. :P
LuckyFazer o que, né? Ela tem esse efeito com as águas, e eu costumo ser misterioso como o mar, estou por toda parte observando vocês!
Alquimista®: Nerd.
Lucky: Haha. Se cuida aí, campeão.

Luke fechou a janela do fórum para finalmente entrar no chat privado com aquela tal de Fullmoon. Ela parecia ser uma garota com quem Luke tivera algum caso quando era mais novo, mesmo que tivessem contato apenas pela internet. Assim que ele entrou na sala de bate papo, Fullmoon não escondia a graça em sua voz, ou melhor, sua maneira de digitar.
Fullmoon: E então, meu fofinho, tem alguma coisa preparada para mim hoje? 
Lucky: Desculpe, é que estou numa corrida maluca aqui, preciso resolver essas coisas antes que a situação saia de controle! Acabei nem preparando nada para você, mas eu juro que eu queria! D:
Fullmoon: Awwwwww... Tudo bem, eu espero... ^^ Mas temos que repetir aquilo qualquer dia desses.
Lucky: Beleza. kkkkkkkk Bons tempos. Me diga, como é que eu posso encontrar o Wyrm? Irei competir por minha oitava e última insígnia, mas não consigo convencer o líder local a me enfrentar... Preciso de alguém que saiba como invadir sistemas.
Fullmoon: Está planejando algo maldoso? – rs.
LuckyNope. É apenas uma surpresa, juro por tudo que é sagrado que não tenho nenhuma intenção ruim com esse projeto. kkk O Wyrm é um Hacker, ele entende dessa linguagem de computador melhor do que ninguém; e não um Cracker. Cracker é gente que usa essa inteligência para propósitos obscuros.
Fullmoon: Entendi. E você não é malvado, não é, meu fofinho? ^^
Lucky: Fica tranquila, eu sou sempre o mocinho da história. Haha.
FullmoonJá falei que você é um fofo quando fala assim todo sério? :3 Estarei te passando o site onde pode encontrar o Wyrm, mas tome cuidado, ligue o seu firewall e deixe o anti-vírus ativado, porque as coisas por lá são complicadas. Cuide-se, meu herói. Sua princesa estará ao seu aguardo.

Fullmoon terminou de enviar o link, e assim que Luke acessou a página ele enviou um imenso beijo através de um wink que provavelmente deixou a garota do outro lado toda contente. Os dois se despediram, e com o endereço em mãos, agora entrava a segunda parte do processo.
— Preciso de uma galera que possa me proteger melhor do que qualquer anti-vírus ou firewall na net. Preciso daqueles que realmente são os Guardiões da Internet. Metang, Porygon-Z, tenho uma missão para vocês!
Luke liberou seus dois Pokémons que surgiram no pequeno escritório de Erick, mas logo se aprontaram e foram ligados por intermédio de cabos USB e outros fios diretamente ao notebook do jovem.  Eles eram Pokémons avançados da Nova Geração, conseguiam facilmente ter contato com a internet e ser utilizado para outros meios que não fossem apenas batalhas. Luke colocou os fones de ouvido e ligou sua webcam. Precisava conectar-se com seus Pokémons de uma maneira que pudessem conversar e comunicar-se, exatamente do jeito que ele fizera seu Porygon evoluir pela primeira vez.

Lucky entrou na conversa.
Wiki  entrou na conversa.
Vista, o Cavaleiro Negro entrou na conversa.


Wiki : Diga aí, chefinho. O que tá pegando? Você está lindo com essas olheiras de quem não dormiu e ficou pensando a noite toda. Quer uma massagem?
          Lucky: Mais tarde vou ter que aceitar. Ei, e que cigarro é esse na sua mão? Cara, isso é tipo um vírus para os Pokémons! Joga essa porcaria fora agora mesmo.
          Wiki : Tô triste.
          LuckyAffe... Você é linda demais para ficar fazendo essas coisas, Wiki, e eu pego muito mal com quem fuma. Vista, dá um jeito nela.
Vista, o Cavaleiro Negro: Quando somos invocados para uma batalha, significa que algo grande está por vir. Qual a ameaça do momento? Algum Trojan Horse ou então malwares espalhados por todo o sistema? Irei começar imediatamente a limpeza eliminando todos os... Cookies. Destroy them!!
Lucky: Okay, pessoal, mais tarde damos um jeito nisso. Preciso de proteção, e vocês são meus guardiões. Estaremos entrando numa zona perigosa para... negociar.

Luke acessou o site, e por mais que no mundo real tudo continuasse calmo e em perfeito estado, parecia que na internet uma verdadeira batalha estava para ser travada. Luke entrou, e uma senha foi pedida. Vista foi capaz de decodificá-la em questão de minutos, e depois outra, e outra, e outra. Mensagens e avisos pipocavam na tela do computador, mas ele teria de aguentar e não reiniciar, ou tudo estaria perdido. Era uma batalha que o processador mais avançado de Luke precisava enfrentar os códigos de bloqueio e acessar a zona proibida onde Wyrm habitava.
Bastou um clique, e tudo transformou-se em uma arena de batalha. Do outro lado uma tela preta surgiu com uma voz grossa inteiramente modificada para dificultar sua localização.
Wyrm: Quem entra em meus domínios? — indagou a voz.
LuckyAlguém bem... Sortudo — respondeu Luke com uma risada usando seu microfone.
WyrmSortudo?! — ele indagou assustado. — Seu miserável, o que pensa que está fazendo aqui mesmo depois de ter roubado a Fullmoon de mim e me rebaixado na frente de todos os outros administradores?!
Lucky: Ihh, parceiro. Aquilo passou, vamos deixar as mágoas para trás. Chega mais, Wyrm, vamos conversar. Você é o cara da internet, então o que acha de realizarmos uma boa e velha parceria?
Wyrm: Fique longe de mim, Sortudo.

Uma nova mensagem apareceu na tela que por sua vez apagou-se por completo. Aquele hacker  era bom, porque ele havia tido a proeza de reiniciar o computador de Luke em questão de segundos sem que o rapaz sequer notasse.
Luke urrou de raiva e deu um soco na mesa, em seguida ligou o notebook e direcionou um olhar severo para seus Pokémons.
— Vamos entrar lá e dar um jeito nesse cara. Vamos mostrar quem é que manda.
Antes teve a brilhante ideia de entrar em suas redes sociais e checar os e-mails, e somente então voltou a acessar o site de Wyrm para iniciar a verdadeira batalha. O hacker não parecia muito animado com a visita.
Wyrm: O que quer de mim? Acredito que você não ficaria nada feliz se eu roubasse suas senhas, roubasse seu cash no League of Legends e apagasse todas as garotas do seu Facebook... Não é mesmo, LukeGatãoBonitão89?
Wiki deu uma risadinha.
Wiki ♥: Sério mesmo que esse é o seu login, Mestre? Nossa, isso é brochante...
LuckyPoxa, eu era pivete quando criei, todo mundo já teve um e-mail tosco desses! Virou minha marca e eu acabei deixando assim mesmo!! — reclamou o garoto em voz alta.
Vista, o Cavaleiro Negro: It seems stupid to me. Por que vocês, humanos, têm essa mania de ficar acrescentando nomes toscos para sua identificação?
LuckyDe qualquer maneira, não quero arranjar intrigas cara, não quero mesmo. Eu quero desafiar um líder de ginásio e conquistar minha última insígnia de maneira justa, e para isso, bolei um plano. Preciso de alguém que consiga invadir o sistema de computadores do ginásio daqui, e você é o único que conseguiria tal proeza.
O hacker digitou algumas risadas antes de continuar:
WyrmFácil, fácil. Com algumas horinhas eu quebro qualquer sistema — ele se gabou. — Mas isso não quer dizer que eu vá ajudá-lo. Já trabalhei com Forde Ferraris e os Conquistadores, e até mesmo para a Polícia de Sinnoh ao lado do Doutor Marshall! Por que eu deveria perder meu tempo com alguém como você?
Luke parou de digitar e começou a enviar um link. O hacker congelou do outro lado, imaginou as mais impossíveis propostas de persuasão. Mas o resultado fora ainda mais inesperado. Uma imagem surgiu, algo horripilante, maléfico, aterrador e assassino, que mostrava um erro cruel que nenhum humano JAMAIS deveria cometer:

CONCERTEZA”.

Wyrm:  Nãooooooooooooooooo!!! Onde você encontrou isso, Sortudo???!
LuckyNum print bem antigo que eu tirei de uma página sua no fórum. Qual é cara, escrever “com certeza” tudo junto? Que coisa feia... Eu tenho uma em que você escreveu "derrepente" também... Cada coisa... Tá serto, viu?
Wyrm: ...
LuckyDe nada importa, meu caro. O que você fará contra minha pessoa? Vai usar o CAPS LOCK e me ameaçar? Zuera cara, preciso mesmo da sua ajuda. E então? Topa ou não topa?
Wyrm: ...
LuckyMano, mano, mano... Não me manda essa porcaria de três pontos, porque esse troço é pior do que ignorar ou mandar aquelas droga de emoticon toda hora!! Pode rir, pra acabar de vez é só mandar aqueles “rs” , porque eu me sinto um idiota quando alguém responde com isso.
Wyrm...ahueuhaeuhaehuaeuhaeu .-. ._. ... xD – rs.
LuckyVai se ferrar.
Por um breve momento nenhum dos dois falou nada, até que Wyrm deixou uma breve mensagem e uma nova janela se abriu.
WyrmEntão venha. Vamos lutar e ver se você merece minha ajuda.
A janela de um simulador de batalhas Pokémon foi aberto, e Luke logo compreendeu o que teria de fazer. Wiki e Vista já estavam conectados no sistema quando do outro lado do campo de batalha surgiu um Alakazam e um Whiscash.
Eles teriam de fazer uma batalha virtual.


Wiki ♥: Interessante, sinto que meus movimentos são completamente diferentes nesse lugar — comentou Wiki ao alongar suas pernas. O Espectro Mecânico continuava alto e ameaçador.
Vista, o Cavaleiro NegroVamos explodir tudo e apagar os dados desses miseráveis.
Com toda certeza aquilo não teria a mesma emoção de uma batalha verdadeira, mas quando Luke clicava no nome dos ataques do Pokémon sentia uma onda de emoção percorrer em seu corpo e ele gritava em voz alta:
— Vamos lá, Porygon-Z! Utilize o Tri Attack!! Metang, avance com o Bullet Punch!! Desvie!! Desvie, porra!! Por que não dá pra desviar nessa droga?!!
Luke gritava e batia nas teclas do teclado, até que ouviu a porta bater e encontrou Dawn do outro lado. Luke retirou os fones de ouvido e observou a moça. A sala continuava escura, e na tela do notebook podia-se ver apenas um simulador de batalhas Pokémons com uma musiquinha marcante tocando.
— Ainda está aqui? — Dawn perguntou. — Sabe que horas são?
Já havia passado 8 horas que Luke estava lá e nem tinha percebido.
— Eu... Tô batalhando online.
— Hm. E é legal?
— Ah, é diferente. Eu curto as reais.
— Okay. Quando terminar vem jantar porque nós pedimos pizza, e tem uma que você adora!
Assim que Dawn fechou a porta, Luke voltou a colocar seu fone de ouvido e gritar:
— Certo, Wyrm, está na hora de você conhecer o futuro campeão desse continente. Só espera até eu manjar dos paranauê desse esquema de jogo online... Pula!! Pula!! Sai daí manoo, o que tu pensa que tá fazendo?! Vai esperar esse cara te atacar pra só então pensar em fazer alguma coisa?? Malditos RPG, quem toma um soco na cara antes de sair pra porrada?? BATE NELE!!
A luta não ia muito bem para o lado de Luke enquanto Wyrm ria, tendo total controle de sua situação ao lado de seu Alakazam e seu Whiscash virtuais. Armas poderosas naquela rede, com ataques que nem mesmo as criaturas reais poderiam aprender.
WyrmEspera enfrentar a Liga Pokémon com essa equipe, Sortudo? Saiba que a sorte não estará do seu lado para sempre, da mesma maneira que sempre aparecerá alguém mais experiente e com uma carta na manga!
LuckyWiki!! Wiki, tá me ouvindo?!
Wiki ♥: Sim, senhor. Este lugar é horrível, todos meus movimentos são limitados, não consigo movimentar-me porque a mecânica do jogo funciona com base em ataques e uma programação que não consigo codificar. Pelos meus cálculos, não teremos grandes chance de vitória a menos que aconteça um critical-hit. Não sei se poderei continuar muito tempo neste sistema...
LuckyVista, acha que dá pra aguentar a barra?
Vista, o Cavaleiro NegroSe eu lutar para valer, irei explodir sua máquina. E creio que o senhor não ficará nada feliz com isso, right?
O Alakazam era poderoso e tinha níveis elevadíssimos de Special Attack, enquanto o Whiscash era um alvo notável por ser forte contra Pokémons metálicos e ter resistência aos golpes do mesmo tipo. O hacker o provocava.
WyrmAceita a derrota, Sortudo?
LuckyConcerteza.
WyrmPare de caçoar da minha cara!!!
O hacker começou a digitar, mas então parou.
WyrmComo é? Você desiste mesmo?
LuckyBom, eu preciso provar o que pra você? Que eu sou forte? Cara, na internet a gente nunca vai conseguir isso, eu pelo menos não. É você quem domina esses lugares, Wyrm, estou na sua arena, no seu jogo. Não importa o que façamos nessa luta, é você quem dá as regras. Nada iria comparar-se a uma luta de verdade, e cara... Somente assim você teria a chance de me ver lutando pra valer.
Wyrm começou a digitar, mas apagou novamente. Luke continuou:
LuckySuas regras. Seu jogo. Eu desisto.
Wyrm: ...Ei, Sortudo. Se eu fizer essas paradas que você quer no tal ginásio, então você pode me fazer um favor? Só um.
Lucky:  Farei tudo que estiver ao meu dispor, eu acho. Só não vai pedir para eu mostrar meu rosto na webcam, porque isso é muito gay. kkkkkkkk E não seria nada legal se eu descobrisse que você é uma mulher na verdade, ou qualquer coisa bizarra dessas. A internet é cheia das suas armadilhas! — ele respondeu, ainda que receoso.
WyrmNo futuro, quando você entrar na Liga, mostre para mim o que é presenciar uma batalha de verdade.
Luke deu uma risada reconfortante, e Wyrm respondeu com mais um de seus emoticons toscos ao finalizar o programa de batalhas e recuar para seu campo com a vitória em mãos.
Luke desconectou Wiki e Vista do computador para que eles retornassem e se preparassem para as verdadeiras batalhas da Liga, aquelas que viriam a ser travadas contra Pokémons de verdade, sentindo toda a adrenalina e tensão que somente um treinador pode sentir.
Lucky: Então, você vai ajudar mesmo? — digitou Luke. Cara, seria bacana até mesmo se você me ensinasse umas estratégias dessas! Você deve manjar umas combinações muito impossíveis, me manda umas dicas então qualquer dia desses.
WyrmOkay. Eu consigo invadir o sistema de qualquer líder de ginásio se você me der pelo menos umas 12 horas, e então, você verá como é o trabalho profissional de quem realmente sabe o que está fazendo. Agente vai mostrar para esse cara quem é que manda!
Lucky“Agente?” Putz grilla, não, não. Parou... kkkkkkkkkkkkkkk Cara, a gente é tipo agente secreto agora?! Nosssssssss..... Print
Wyrm: Ahhh, cara, eu só digitei errado, larga disso! Merda.

Luke caiu na risada, mas por fim despediu-se de Wyrm e explicou-lhe basicamente como todo aquele plano iria funcionar, se eles tivessem sorte. Os dois eram companheiros de tempos antigos, mas assim mesmo não revelou nenhum dado sigiloso seu, ou aquilo o colocaria em risco. É sempre importante realçar que enviar dados pessoais por internet para desconhecidos pode vir a ser perigoso. Do outro lado o hacker ele não sabia quem era Luke Wallers, e muito menos que aquele jovem estaria desafiando Volkner.
Após longas horas de conversas e planos, o jovem se despediu de sua longa viagem pelo mundo virtual.
LuckyO resto é com você, Wyrm. O sistema é esse que eu te enviei, então você nada mais precisa fazer além de fazer o que eu mandei. E você havia dito que queria uma batalha de verdade, não? Ligue na televisão no fim do ano, e me assista na Liga Pokémon. Aí tu vai perceber porque nunca vou gostar de batalhas online!
WyrmDeixa comigo, Sortudo. Ganhe essa insígnia, e conquiste a Liga no fim do ano. Vou estar assistindo tudo, vai que eu acabo gostando e tento participar ano que vem, não?
LuckyVocê iria se amarrar! Mas deixa eu perguntar cara, por que ainda não saiu em aventura?
Wyrm:  Ahh, bem... Acho que estou meio velho para essas coisas...
LuckyHm? Velho??? Quantos anos você tem??
Viu-se uma risada ser digitada.
Wyrm:  Meu caro Sortudo... Está aí uma coisa que você não vai descobrir tão cedo, rs.
E assim, a tela se apagou.

Luke saiu da sala com os olhos pregados, completamente exausto. Havia ficado a tarde toda no computador, e a pizza inclusive já estava fria. Lukas estava deitado no sofá da sala assistindo televisão, mas já era noite, era como se as horas tivessem acelerado durante sua dura estadia naquele escritório. Dawn olhou para o garoto e sorriu:
— Luke, finalmente saiu daquele forno, hein? Conseguiu fazer o que queria?
— Consegui — ele respondeu sem dar muita continuidade ao assunto, indo para a cozinha esquentar um pedaço de pizza.
— Que bom — Dawn respondeu. — E como é que foi o seu dia?
Luke pensou em tudo que tinha feito. Na incrível recepção do fórum onde pôde reencontrar seus velhos amigos que mesmo nunca tendo visto ainda o receberam de braços abertos, descobrindo informações sigilosas de um usuário misterioso, seu encontro secreto com Fullmoon, a batalha online contra Wyrm e as risadas que dera o todo tempo naquelas longas horas compartilhadas apenas por seus fones de ouvido, mas acabou virando-se para ela e ergueu os ombros ao dizer:
— É. Foi normal.
Afinal, tudo na internet sempre é normal, não é mesmo?


      

{ 9 comments... read them below or Comment }

  1. Tenho a leve impressão de que Nicolete escreveu esse capítulo muito feliz. Kkk! E mais uma pesada impressão de que, cada um a sua maneira, tanto Wyrm e luke são alter-egos de Canas. Luke pelo fato de que senhorito Ominous ser viciado na internet e ser certo dos fóruns "obscuros" e ser chato quando quer e Wyrm quando manda no "seu" ambiente e quando tem horror do que já escreveu de errado. Kkk!
    Na verdade, quem nunca sentiu uma vergonha gigantesca depois de ver um perfil seu antigo ou seu registro de atividades? Kkkk! Mas dá muuuita vergonha. O problema é que, quando vc exclui suas vergonhas publicadas, sempre aparece um amigo/ inimigo/ filho de uma puta com um dos famosos PRINTS. Kkkk!
    Nó, que seriam essas reviravoltas, madame Nicolete? "Uma gigantesca reviravolta", você diz. "Canas destruindo toda e qualquer ilusão de que o trem ia seguir tranquilo em minha mente", eu leio. Kkkkk! Nó, sentindo desde já a ansiedade. Kkkk!
    Mas, as Always, acabo falando demais. Kkk
    Adios,
    Moacyr

    Ps: só eu que tô com a sensação de que ainda vamos ver mais desse povo da internet? Kkk! Se não estiverem no script, Canas, seria interessante colocar pelo menos um deles na história. Kkk!
    Ps(dois): Wyrm é Volkner!!! Kkk! Tô viajando, sei disso, mas será? Tive impressão de que pode ser. Kkk!
    Ps(três): tô tendo muita impressão e sensação hj! Kkkkk

    ReplyDelete
  2. Ahh meu caro, aí está uma coisa que vocês não vão descobrir tão cedo... kkkkk Na vida real o Senhor Nícolas é um sujeito normal como qualquer outro, mas vai saber até onde o jovem Canas é capaz de chegar com suas artimanhas e vício descontrolado. Acho que sempre existe um pouco da gente em todo personagem que criamos, e desenvolver esse episódio realmente foi muito divertido. É um assunto bacana, todo mundo está familiarizado com a internet e provavelmente tem uma história curiosa para contar. Escrever errado em páginas importantes, discussões com amigos no chat, coisas proibidas... Sempre tem uma algumas delas a se lembrar kkkkk

    Bom cara, nenhum personagem é descartado em Sinnoh. Um exemplo disso é o próprio Wrym que havia sido citado lá nos Conquistadores, e agora volta sendo apresentado oficialmente. Pode ser que o Luke ainda marque de encontrar essa galera, ou acaba se esbarrando com um deles sem saber, são inúmeras possibilidades de enredo divertidas para algum especial! Gosto muito da Fullmoon, quem sabe o Luke encontra uma mocinha que usava esse nick na net e rola alguma coisa kk A relação dele e da Dawn está muito paradona. E mano... Mano... O Volkner não perderia tempo em fórus, disso eu tenho certeza kkkkkkkkk MAS como é legal sempre dar falsas esperanças para vocês, digo que tudo pode acontecer! Vai que eu estou enganando vocês kkk Valeu pela presença aí Moa, e pode aguardar muita coisa do próximo capítulo. Se não der para planejar tudo até lá irei adiar, porque quero que esse esteja impecável! Abração!

    ReplyDelete
  3. "SINTO. XERO. DE. TRETA.!" Foi essa minha reação ao ver que o Wyrm ia batalhar com o Luke. Fullmoon, caracoles, como eu AMEI ele! LEVANTANDO TAG NO TUITER: #CANAS #BOTA #A #FULLMOON #NO #SCRIPT! \O3O/ A Dawn vai me matar, hein?

    Cara, quem nunca escreveu errado numa página importante, não sabe o que é se sentir noob/que atire a primeira pedra. E eu já dei muito print na minha vida... XD. E quero acresentar que esse Moacyr tá muito zuero, fera. Manda ele parar, vai acabar invocando o prassodia u.u 'kkkkkkk

    Cara, xega da uma dor no S2 quando eu vejo minha timeline mais antiga no face... Eu sinto nojo de mim mesma, FRUTA QUE CAIU... T_T

    Lucky: Hm? Velho??? Quantos anos você tem??

    Viu-se uma risada ser digitada.

    Wyrm: Meu caro Sortudo... Está aí uma coisa que você não vai descobrir tão cedo, rs.

    ETA PESETA. Ele deve ser velho mesmo, pra não querer dizer. Experiência própria.

    Luke pensou em tudo que tinha feito. Na incrível recepção do fórum onde pôde reencontrar seus velhos amigos que mesmo nunca tendo visto ainda o receberam de braços abertos, descobrindo informações sigilosas de um usuário misterioso, seu encontro secreto com Fullmoon, a batalha online contra Wyrm e as risadas que dera o todo tempo naquelas longas horas compartilhadas apenas por seus fones de ouvido, mas acabou virando-se para ela e ergueu os ombros ao dizer:

    — É. Foi normal.

    Eu falando com a minha mãe sobre o que eu fiz no PC: Exatamente igual. Não tem a menor diferença. Simples assim. Hhuhuehueheueheuheuehuehue... Não que eu veja coisas meio secretas, claro que não! 'kkkkkkkkkkkk - Rs. *Luke me matando em 3...2...1..*

    “Agente?” Putz grilla, não, não. Parou... kkkkkkkkkkkkkkk Cara, a gente é tipo agente secreto agora?! Nosssssssss..... Print.

    Eu e minha prima no face. Bem assim mesmo. AGENTE SECRETO, FRUTA QUE CAIU... Chezuis, que zuera fortemente forte... Sem ironia XD

    — Certo, Wyrm, está na hora de você conhecer o futuro campeão desse continente. Só espera até eu manjar dos paranauê desse esquema de jogo online... Pula!! Pula!! Sai daí manoo, o que tu pensa que tá fazendo?! Vai esperar esse cara te atacar pra só então pensar em fazer alguma coisa?? Malditos RPG, quem toma um soco na cara antes de sair pra porrada?? BATE NELE!!

    Sou eu jogando jogos no Estilo de DDTank e Dragon Sky. Minha mãe me olha, tipo: "Essa menina tá doida. Ainda bem que Quarta-Feira ela tem psicologo." 'kkkkkkkkkkk

    Esse coment tá curto porque eu tenho coisas pra fazer... Mas foi de S2 *_______*

    SAYONARA, WYRM DISFARÇADO!

    ReplyDelete
  4. Desta vez eu não atrasei muito kkkkkkkkkk'
    Cara, que capítulo engraçado, no sentido de que falou exatamente sobre algo que estamos vivendo agora: a internet. Várias conversas descontraídas em forma de chat deram esse clima gostoso de quando encontramos os amigos virtualmente. É como na vida pessoal, não dá pra saber quem é o que dentro do vasto mundo da internet. Quem diria que o Luke é um cara tão famoso? kkk Esse Wyrm trouxe interligações bacanas, que você mesmo citou, como hacker dos conquistadores e que rastreou o Marshall (lembro de ter lido isso também). E essa Fullmoon, fico imaginando como ela deva ser. Pelo visto tem uma personalidade fofinha, daquelas meninas que usam um emoticon por linha kkk

    Adorei as imagens usadas, também. Aquela do simulador foi ótima, exatamente como nos games kkkkkk' E a Wiki ficou linda na Webcam. Por sinal, vi o fluxo de energia dela em um formato diferente, como já foi citado em uma imagem do Artbook, não? Será que tem algum motivo específico para a mudança? Só me ocorreu estar relacionado ao Tri Attack kkkk Enfim, fico pensando no que o Luke tem em mente para fazer o Volkner mudar de ideia... Essa batalha promete! Abraços, Canas õ//

    ReplyDelete
  5. Ahh, mas o assunto de internet sempre foi muito grande e divertido, eu adorei trabalhar nesse episódio! É um lado do Luke que realmente se assemelha ao que eu sou, mas saber sobre esses amigos virtuais faz parte de todo o mistério. Se eles fossem reais acabaria a graça do ser virtual. Esse episódio foi um preparativo para a batalha, então somente na luta contra o Volkner dará para entender certinho porque o Luke precisou fazer tudo isso, mas acima de tudo foi mais uma brincadeira com os leitores até para preparar a batalha e dar aquele último suspiro antes do mergulho. Porque a verdadeira guerra está para começar! #FrasesDeGandalf kk

    Então vocês gostaram da Fullmoon? Ah, ela é bem daqueles jeitinhos meigos e de garotas cheias de emoticons, tem como não se apaixonar? kkk Mas vai saber quem está do outro lado da internet, né kkkk Sei lá, tenho a ligeira impressão de que se ela aparecesse seria mais uma Dawn no enredo, mas um pouquinho de romance sempre é divertido. Imagina só se acontece do Luke marcar um encontro com ela? É uma parada perigosa e arriscada, mas... Estamos no mundo das fanfictions exatamente para retratar essas coisinhas impossíveis, então quem sabe em acaba encaixando algo desse tipo em um especial! kk

    Haos, e sobre o fluxo de energia retangular no peito da Wiki. Cara, isso é coisa que só quem desenha mesmo repara, porque aposto que passou despercebido por todo mundo kk Na realidade isso foi citado pela primeira vez no FT 25, o último Fire Tales da Saga Diamante. Quando a Wiki perde para a Luna o fluxo redondo dá um curto circuito e ela quase morre, mas o Vista consegue concertá-lo. Ela acaba mudando para esse triangular que representa um próximo nível de força que vocês poderão ver no remake do Gijinka da Wiki. Ela está sexy com o fluxo triangular, acho que ele fica mais sensual no peito dela, sei lá porque kkkkkkk Valeu pelos comentários meus caros, um abração!

    ReplyDelete
  6. Nossa! Que episódio leve e descontraído. Gostei de tudo. Muito engraçado. Bem diferente do anterior, que foi muito tenso.
    LukeGatãoBonitão89?!! Ri muuuuiiiiiiitttttoooooo quando li isso.Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Mal posso esperar pelo próximo capítulo, com certeza estará muito bom.
    Luana.

    ReplyDelete
  7. Diga ae, Luana! Às vezes é gostoso dar uma descontraída e pegar um roteiro mais leve, não? Principalmente quando estamos para entrar em alguma batalha de ginásio ou outra coisa importante, então essa paradinha foi essencial para preparar o que está por vir. Consegui terminar o capítulo da batalha contra o Volkner no domingo, mas ainda tenho que ler mais uma vez e fazer todos os ajustes necessários, porque tem de estar perfeito! Vai dar um trabalhão, mas tenho certeza que será digno de ocupar o cargo como último Gym de Sinnoh (:

    Ahh, quem nunca teve um e-mail tosco quando era pivete? O meu era kkapivara@hotmail.com, só imagino se o meu ou do Luke era pior kk Ainda lembro quando eu falei do LukeGatãoBonitão89 no FT 13, e isso já faz tanto tempo! Dá uma nostalgia interligar com essas coisas antigas da fic kk Que saudade daquela época, acho que foi a primeira vez que a Wiki apareceu... Enfim, obrigado pelo comment querida, irei fazer os preparativos e certificar-me de que na sexta tudo esteja impecável! See ya.

    ReplyDelete
  8. E-mails e nicks toscos que se alastravam pelo orkut e bate-papos da uol... Ô, tempos de ouro! Cara, aqueles nicks do fórum do Luke... Você tá merecendo uns tapas! UHAUHUAHUAHUAHUAHA Mas eu tenho um plano de vingança melhor. Ou não... Sei lá.

    Nem me lembra de códigos de programação! Eu tenho que estudar meia dúzia de apostilas, e não sei praticamente NADA! HUAHUAHUHAUHUAHUAH Mas fazer o quê? Vivendo e aprendendo.

    Luke manja de programação. Aí está algo que eu jamais pensaria na vida! Sério, pra mim ele passava seu tempo sonhando com o dia em que se tornaria um treinador. Enfim, esse Wyrm é um completo mistério. Ainda voltaremos a vê-lo dando as caras por aqui? Tomara, esse cara é interessante, e possivelmente pode ser um outro personagem que a gente nem imaginava.

    O cara não quis revelar a idade... Cuidado crianças, é o maníaco do parque! UHAUHUAHUAUHAUHUAH Esses pedófilos que não valem p* nenhuma. Não agregam valor nenhum à sociedade... Lamentável.

    Cara, quero só ver a cara do Volkner quando descobrir o "presentinho" que o Luck e o Wyrm deixaram pra ele. E eu creio que o plano do Luke seja, de fato, fazer o Volkner lutar pela insígnia. Algo como "começar de novo". Eles inverteriam os papéis, sei lá. Mas é algo confuso. Bom, não vou ficar aqui ponderando sobre o que pode acontecer. Vou direto para os outros capítulos restantes, porque eu quero começar a Saga Platina ainda hoje!

    Valeu champs!

    ReplyDelete
  9. Cara, como eu ri com esse cap! "Concerteza", "LukeGatão" AEAUEHUEAHUEAHUAHEUAHEUAEHAUEHAUEHAUEHAUEAUEHAUEAE ah, esses vacilos forevermente guardados em print e codinomes toscos da infância xD E também morri com ele apanhando na batalha em modo RPG (e entendo sua agonia, eu detesto e sou péssima em RPGs justamente por isso ç_ç (o único jogo desse estilo em que me dou bem é Pokémon, Arceus é bom e misericordioso \o/ )
    E, btw, estou muito curiosa sobre o plano dele para convencer o Volkner. Como raios ele pretende mudar a opinião dele por meio de um hack?? E, aliás, não sabia que Luke era um mano tão respeitado nos fóruns..... E acho que a Dawn adoraria saber sobre essa Fullmoon, ein? /pedrada E ainda falando sobre curiosidade.... Algo me diz que esse Wyrm ainda vai aparecer mais pra frente, seria hilário Luke descobrir que já o conhecia! kkk

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -