Posted by : CanasOminous Jan 6, 2013

Support Conversation (Riley x Cheryl)
Gênero: Romance;
Tema: Qual era a relação entre Riley e Cheryl no tempo dos Stat Trainers?;
Escrito por: Leeca.

Nós éramos jovens, jovens e ingênuos, pelo menos eu era... jovem e muito, muito ingênuo. Pensava que momentos como aquele poderiam durar para sempre, memórias que balançavam sobre uma brisa suave de sentimentos, que aquele momento único com você poderia estar ali, eternos.”
O céu naquela noite de verão parecia ter sido projetado pelo próprio Arceus e desenhado pelas mãos belas de Cresselia, milhões de pontinhos brilhantes podiam ser vistos na vasta imensidão formando um tapete de brilho. Os olhos curiosos e atentos de um rapaz jovem encarava o céu, deitado em meio a grama com o chapéu pousado em seu peito, Riley não passava de um garoto de 17 anos, apesar de ter um intelecto maior para sua idade ainda tinha aquelas ingenuidades de menino. Encarava cada estrela como se fosse única, diferente uma das outras, cada uma com sua singularidade.
 — O que está fazendo, Riley?
 A voz doce e suave de uma mulher já madura pôde ser ouvida, Riley se levantou de seu posto e encarou-a. Cheryl estava linda, com seus plenos 25 anos, simplesmente, linda.
 — O que foi, querido? Te assustei? — Ela sorria, um brilho que parecia maior que o das estrelas.
 — Claro que não, senhorita Cheryl. — Riley corou. — Estava... Estava apenas apreciando as estrelas.
 — Posso me juntar a você?
 — Eh?
 Antes mesmo que o rapaz pudesse dizer 'sim' a moça já havia deitado ao seu lado, ela passava a mão na grama sentindo a sua textura, os cabelos verdes presos por uma trança espalhados no chão.
 “Ela estava mais brilhante que as estrelas...
 — Realmente, — a mulher começou, olhando profundamente a noite — está de tirar o fôlego de qualquer um.
 Riley a observava, sorriu, sem pensar em nada, simplesmente sorriu e voltou a se deitar na grama ao lado da moça. Ficaram assim, deixando os segundos e os minutos passarem despercebidos, apontando e reconhecendo as estrelas, uma por uma. Fazia quanto tempo que viajavam juntos? Os Stat Trainers, como eram conhecidos. Desde quando a presença dela era necessária para ele?
 — Olha aquela brilhante, Riley! — O rapaz fugiu de seus pensamentos quando sentiu a mão quente e macia de Cheryl na sua. Sentiu seu corpo inteiro esquentar e parecia que seu coração estava batendo na sua mão.
 — Erm... Se-Senhorita Cheryl...  su-sua mã...
 — Ela não se parece com você, querido?
 Riley olhava para ela nesse instante e pôde perceber aquele sorriso que tanto gostava, ele podia ver as estrelas refletidas em seus olhos de mulher, ternos, cheios de carinho; um sentimento inexplicável. Olhou o céu encarando aquela estrela que ela apontava.
 — Se parece comigo?
 — Isso. Ela é pequena por enquanto, possui um brilho azulado excepcional, e um dia virá a ser uma grande estrela, maior que todas e tenho certeza que me deixará orgulhosa. — A mulher agora o encarava, apertando mais a mão que segurava — Tenho a absoluta certeza de que se tornará uma bela estrela.
 Riley corou ao retribuir o sorriso, aproximou-se mais da moça ficando de lado, usando um de seus braços como apoio, encarando diretamente aqueles olhos de esmeralda. As mãos ainda entrelaçadas que os uniam, sentindo o calor e a pulsação um do outro.
 “Se o tempo pudesse simplesmente parar por um momento...
 — Obrigado, Senhorita Cheryl.
 “Teria escolhido aquele..."

{ 5 comments... read them below or Comment }

  1. *u* hummmmmmmmmmm, então realmente rola um climinha entre eles, ou rolou e ficou no passado. Acredito que veremos depois. Um coisa a ser dita para a Leeca: Você provou que não é preciso mts palavras pra criar uma cena tao kawaaaaaai *w*. Mas enfim, devaneios a parte, espero q a pedófila da Cheryl cuide bem do meu Riley ok? (surtando aqui shuashuashua)
    Só pra completar, fiquei surpresa com esse SP ter vindo tão cedo, mas foi uma surpresa mt boa, e agr tenho um motivo a mais para vir aqui todos os dias, vai q encontro mais outra surpresa dessas shuashuashua. Bem, ótimo capítulo e espero ver mais assim, com essa essência e sentimentos q tiveram uma facilidade suprema de serem transmitidos, talento deve estar na genética dessa família, só pode. Bem, estarei aguardando os próximo ansiosamente, bye!!

    ReplyDelete
  2. Oui, Laísa! Já adianto que a Leeca adorou receber seu comentário!! Ela estava frustrada comigo pedindo para que eu colocasse essa bela história em meu nome, mas qual é, nossas escritas são totalmente diferentes, eu não poderia fazer isso! Acabei deixando a autoria com o nome dela mesmo, contra a vontade dela, mas acho que seu comentário foi para ela aprender que continua escrevendo fanfics maravilhosas. Vou dizer que escrever capítulos curtos é uma dádiva. Sério, não consigo mais me expressar com menos de 1500 palavras, não sei se isso é bom ou ruim. O certo seria todos os SP serem desse tamanho, mas é inevitável. Ela sabe criar o momento, escolher as palavras, não precisa enrolar para fazer algo belo. É... Coisa de mulher, como vocês conseguem?!

    Ultimamente eu tenho tido bastante tempo em frente ao computador, e a inspiração andou em alta, por isso escrevi várias histórias! Eu não podia perder esse pique das férias né, pra que ficar segurando postagens se todo mundo está ansioso por novidades? Se minha inspiração continuar desse jeito acho que estarei lançando algo novo a cada dois dias, e posso dizer que todas as SP novas são da melhor qualidade, temas dos mais diversos, e alguns que nunca tivemos a chance de ver aqui em Sinnoh! Já têm ideia do que pode ser? A galera mais velha vai gostar, I guess kk *-*

    A sua ideia do Yoshiki psicólogo já está rendendo, hein. Nem foi lançada e já pressinto que teremos um seriado novo no pedaço: Doctor Knife! kkkkkkk Mas muitas ideias foram divertidíssimas e eu adorei escrevê-las. É uma sensação estranha, tipo, não havia obrigação, eu escrevi simplesmente porque quis, e isso eu não sentia há muito tempo. Espero logo trazer essas novas conversas de nossos adorados personagens para o público, prevejo muito bobeira e malícia dessa minha cabecinha imaginativa. Essa Cheryl, por que mulheres mais velhas são tão... sedutoras? Hmmm, adoooooooro' kk Obrigado pelos elogios Laísa, bye bye! (:

    ReplyDelete
  3. Leeca, você é incrível! *------*' Grande Leeca!
    Ai que lindo, Riley é um dos meus favoritos e a Cheryl é tão fofa. Ei Cheryl, cuida bem do Riley, ele ainda me pertence! kk
    Só posso dizer que ficou maravilhoso! Espero por mais coisas escritas pela Leeca por aqui, ela é sensacional!

    Até mais, Canas! Diga pra Leeca que eu mandei um oi xD

    ReplyDelete
  4. Diga, Kohai! De vez em quando eu conseguia convencer a Leeca de escrever algumas partes da história entre outros especiais, acho que o Support foi excelente porque agora ela pode escrever uma conversa sempre que tiver vontade!(: Além dessa Shooting Stars têm também a próxima, Broken Armor, da Scizor e do Torterra dos rivais, gosta desses personagens? É de drama, mas eles conseguem ser fofos juntos, e com a escrita da Leeca posso garantir que ficou uma graça (: Sabe, vocês duas iriam se dar muito bem. Sério, têm gostos parecidos para gêneros, para conversas e tudo mais. Se ela aprovou algo provavelmente irá te fazer gostar também! ;) Pode deixar que irei mandar, não acordo ela à essa hora se não ela me arremessa pela janela kkkkkk Beijos, Kohai!

    ReplyDelete
  5. Poxa, podemos fazer o possível, mas acho que as mulheres nascem com um dom pra romance! kkkkkkkkk Foi bem curtinho, mas cada palavra esteve em perfeita harmonia com as outras, e todo o sentimento foi transmitido. Mano, dê parabéns à Leeca, ela arrasou! O Riley e a Cheryl foram personagens que combinaram muito bem. Curto quando vocês volta ao esquema dos Stat Trainers, eles são fodas *_* kkkkk Abraços aí õ/

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -