Posted by : CanasOminous Jun 8, 2012

Endless Dream
A Gym Leader's Life

Escrito por Leeca.

O vapor que subia da água quente da banheira quase completava o cômodo por inteiro, a pequena e única janela já estava completamente embaçada. O corpo que jazia deitado, relaxado dentro da banheira, era de uma mulher com corpo de sereia, os cabelos loiros estavam completam molhados, portanto, mostravam uma coloração mais escura que o habitual. A mulher lentamente abriu os olhos, havia adormecido, olhou para os lados tentando lembrar onde estava, e o que estava fazendo ali, a memória voltou como um raio.
Cynthia, a nova campeã de Sinnoh.
Desde que o antigo campeão perdera seu posto, Sinnoh sofrera uma época densa de liderança, ninguém permanecia no cargo de campeão  por mais que dois meses, mas ela estava disposta a mudar isso. A batalha fora dificil, pois continuava sendo uma Elite, e mesmo assim não era comparada à dificuldade que era na época da “Muralha de Ferro”, então, o posto foi tomado.
Toda a algazarra, a festa, a gritaria, flashs, entrevistas; desgastaram a mulher muito mais que ela mesma esperava, o que mais queria naquela situação era voltar para casa, tomar um banho e dormir, e foi exatamente isso que fez.
A água já escorria diminuindo seu volume pouco a pouco até sumir por completo, de pouco a pouco o vapor se dissipava dando espaço ao frio intenso de Sinnoh,  a mulher usava um robe branco cobrindo seu corpo escultural, mesmo depois do banho relaxante a tensão ainda estava presente em seu ombro, era uma pressão, uma responsabilidade, andava de um lado ao outro da casa, apenas escutando sua própria respiração e passos silenciosos, estava disposta a acabar com essa Era de instabilidade nos campeões de Sinnoh, mas para isso era necessário muito compromisso.

Um toque agudo assustou a mulher que virou-se com pressa, mas relaxou ao ver que era apenas seu pokégear que anunciava uma ligação. Suspirou desanimada, estava cansada de dar entrevistas e sorrir para uma câmera, mas a partir de agora seria sua obrigação, portanto, sem vontade alguma, atendeu a ligação.
— Sinto muito informar.  disse antes que a figura do outro lado da linha tivesse a chance de se pronunciar.  Mas não pretendo falar mais nada hoje, se puder ligar amanhã.
— E se for falar com um antigo amigo? Você cederia um pouco do seu tempo?  — a voz soou misteriosa e risonha.
Cynthia parou por um momento pasma, processou as palavras uma por uma lentamente, reconhecendo a voz,  parecia até que ela havia desligado o telefone.
— Cynthia? Você ainda está na linha? Alô?
— Por Arceus!  — A mulher deu um riso largo  —  Steven Stone?
— Você acertou rápido. — o homem riu  Pensei que havia me esquecido.
— E como poderia te esquecer?  — Ela sentou-se no sofá mais próximo enrolando as pontas dos fios de cabelos loiros. — Faz um tempo, só isso.
A mulher parecia realmente feliz, a primeira noticia aconchegante do dia. Ela e Steven haviam se conhecido há um tempo em uma expedição sobre pedras raras e a partir daí uma amizade forte os uniu. Steven sempre fora um homem educado e cortez, isso encantava Cynthia.
— Como está Hoenn? Preciso ir passar uns dias por essa região. — Antes de se sentir empolgada se lembrou de que agora seria difícil de sair de Sinnoh, pois tinha responsabilidades agora, obrigações.
— Se você vier me avise antes. Farei questão em hospedá-la em minha casa.
— Pois é. — disse em um desânimo — Mas acho que essa viagem vai demorar mais do que gostaria.
— Aconteceu algo? Parece deprimida?
— Você e seus instintos aguçados. — ela riu do próprio comentário — Não é nada, acho que apenas o cansaço. Estou bem melhor agora que você ligou.
E permaceram assim, conversando, como se o tempo não importasse ou deixasse de passar, ela se sentia bem apenas por ouvir a voz do homem, conversando sobre coisas triviais, bem a maioria dessas coisas envolviam pedras, mas ela não ligava. Seria um daqueles tipicos casos no qual de tanto se pensar em uma pessoa querida ela acaba se tornando mais que um simples amigo, alguém especial e Steven havia se tornado mais que especial.
— Meu Arceus! Olha a hora! — Cynthia disse em um impulso ao deparar o relógio que estava pendurado na sala, o objeto marcava 1:45 da manhã. — Steven, amanhã você não trabalha? Nossa, me perdoe ter te prendido aqui até esse horário! — disse em um pesar, pois não queria desligar o telefone.
— Que isso, Cynthia.  — ele sorriu — Não me importo com o horário, apenas... apenas fale mais um pouco comigo.
Cynthia sorriu, interpretando aquelas palavras dentro de seu coração.
— Sinto sua falta. — sussurrou, de olhos fechados.
— Cynthia?
— Ah! — Abriu os olhos. — Erm... Acho melhor eu realmente ir! — estava sem graça. — Amanhã eu e você temos coisas a fazer, não é mesmo? — andava de um lado ao outro da casa.
— O clima de Sinnoh continua frio, não é? Prefiro o clima de chuva e sol de Hoenn.
— Hã? Steven? Você está falando comigo?
— Estou. — ele riu — Apenas fiz um comentário. Sinnoh realmente é muito frio, não consigo me acostumar com esse clima.
— Do que você está falando? — ela riu não sabendo muito bem o que se tratava a conversa  Eu até que gosto do clima de Sinnoh.
— O frio foi feito para se passar com pessoas queridas, elas podem ficar mais próximas uma das outras.
Cynthia riu.
— Da próxima vez que nevar vou te convidar para passar uns dias em Sinnoh então.
— Mas está nevando.
Cynthia parou para refletir as palavras ditas por Steven, logo em seguida correu até a janela mais próxima abrindo a cortina com força. Pequenos flocos brancos caiam a partir do céu negro, pareciam que estavam dançando, caiam lentamente e depois sumiam quando encontravam seu destino, ela ficou fitando a negritude por poucos minutos, os olhos dela pareciam brilhar mais que a neve.
— Steven! Como você...
— Abra a porta, Cynthia. Está frio aqui fora.
A mulher prendeu a respiração com o comentário, o tempo pareceu ter parado. Saiu correndo, tropeçando em uma coisa ou outra no caminho, chegou a porta e abriu-a o mais rápido que conseguiu, o que viu foi um homem vestindo um pesado casaco e um cachecol, o celular ainda ligado perto da orelha e nas mãos um lindo buquê que flores silvestres.
— Ah, Cynthia. — ela conseguia ouvir a voz do homem a sua frente ainda pelo celular, a mulher estava ofegante pela subita corrida, as bochecas vermelhas e respiração de ambos formava uma fumaça que se dissipava pelo céu devido ao frio. — Esqueci de te dizer uma coisa, antes que desligue o telefone. — Steven esticou o buqué em direção a mulher. – Parabéns por ser a nova campeã de Sinnoh!
Ela estava sem reação, encarava o homem sem saber o que falar, segurou o buqué, mas ainda estava estática, ele sorriu para ela passando a mão gelada no rosto de mulher, colocando o cabelo loiro atrás da orelha.
— Junto com esse buquê virá milhares de responsabilidades, você é a nova campeã, você merece esse cargo, tenho certeza que encontrará uma Elite que fará jus ao seu nome, mesmo tendo mais obrigações nunca esqueça o que você tanto gosta, que é a sua pesquisa de pokémons, e mais importante que isso, nunca se esqueça que se você pensar em desisitir dessa vida eu vou estar aqui por você, para você.
Junto com a emoção forte veio as lágrimas de felicidade que foram limpadas pelas mãos frias de Steven, ela fechou os olhos sentindo o carinho, abriu-os para encarar os olhos esmeraldas cheios de amor. Esticou as mãos até alcançar o pescoço do homem envolvendo-os e puxando-o até que os lábios ficassem colados esquentando o corpo naquele clima frio.

• • •

— ...thia... ynthia... Cynthia!
Ao abrir os olhos duas orbes esmeraldas podiam ser vistas, uma das mãos do homem acariciava o rosto gelado da mulher.
— Você vai pegar um resfriado, minha querida.
Cynthia levantou-se, estava deitada no sofá de sua casa, Steven estava parado a sua frente com duas xícaras que exalavam um aroma delicioso e fumaça que indicavam que a bebida ainda estava quente.
— Dormiu bem? — perguntou o homem — Parecia estar tendo um ótimo sonho — disse sentando-se perto da moça a olhando com carinho.
— Você e seus instintos aguçados.  ela riu, encarando aqueles olhos tão aconchegantes.  Sonhei com você, no dia em que me deu flores.
— Então foi um sonho maravilhoso. — ambos riram e ficaram assim por deliciosos minutos.
— Porque não vai tomar um banho quente? — disse o homem passando a mão nos cabelos loiros. — Vou deixar seu copo aqui. — Levantou-se posicionando as xícaras em um lugar seguro.
Ela concordou, Steven ajudou-a levantar e antes de sair depositou um beijo na bochecha rosada da mulher.
— Bom banho.
Ela sorriu e seguiu até o banheiro, abriu a porta com delicadeza e assustou-se ao deparar-se com um pequeno buqué, olhou para os lados vendo se achava uma explicação para a aparição do pequeno objeto, não chegou a conclusão nenhuma, chegou mais perto sentindo o perfume e pegou uma pequena carta que estava anexada ao buquê.

Para a Campeã de Sinnoh
Parabéns por ter completado 1 ano de liga! 
Você mereceu todas essas conquistas, vou continuar te apoiando!
Com amor,

Cynthia sorriu, segurou a carta e o buquê contra o peito abraçando-os.
— STEVEN!!
E ela correu para abraçar aquele que foi seu porto seguro, seu amigo, seu amante. Lá fora nevava, caia pequenos flocos brancos em uma imensidão negra, do mesmo jeito que aquela noite, um ano atrás, e os lábios se conectaram novamente selando um compromisso mudo.

{ 4 comments... read them below or Comment }

  1. Cara, e pensar que esse é só o início da união entre Hoenn e Sinnoh...

    Acho que temos mesmo é que tirar o chapéu para a Leeca. Você pegou esse capítulo para revisar, depois pediu para que eu fizesse o mesmo. E nenhum de nós dois encontrou algo de errado no que estava escrito. A Leeca fez um excelente trabalho.

    Temos que agradecer a ela também pelo apoio que ela nos deu mandando este pequeno especial, pois isso é importantíssimo. A Aliança Aventuras têm hoje sua força em seus leitores, então se torna muito satisfatório quando eles contribuem dessa maneira.

    Ah, e você tá jogando pra mim a responsabilidade de fazer a primeira parte desse encontro? Saiba que você também é responsável por ela, já que isso é uma união Hoenn x Sinnoh. Não fuja cara, isso não é do seu feitio. UAUHAUHAUHAUHUAHUAHUA

    Eu vou primeiro me organizar com o blog, e aí começo a fazer a parte 1. Depois eu mando para você fazer os ajustes que achar necessários.

    ReplyDelete
  2. Né, fala ai rapaz, essas mulheres tem uma certa habilidade especial para lidar com esse tipo de coisa. O esquema seria se a sua irmã também escrevesse a primeira parte do capítulo, daí no fim seriam dois especiais feitos por nossas irmãs kkkkkk Well, qualquer pedaço sobre essa aventura é só ir me mandando cara, quando tiver pronto eu coloco um link no capítulo que levará para Hoenn, e com isso, começamos a formar nossos especiais entre as fics da Aliança. Tenho uma preparada com Unova também, quero ver todo mundo trazendo conexões assim! :D Devo concordar que os leitores fazem o blog junto conosco, é por isso que Sinnoh é como o meu quarto. Oe, e valeu pelo comment rapaz! Abraços Shadow (:

    ReplyDelete
  3. Cara, a Leeca é muito dez *----* Cara, agora sério, você a Leeca e a Litos desenham supermegafodasticamente, escrevem ultrahiperuberfodasticamente, e o que mais? Pow, cadê os defeitos? Shuashauhsusahush' o capítulo ficou ótimo. Imagino que descobri onde você pretendia antes encaixar o Steven Stone, e manolo, esse romance ficou ótimo ^_^ É como você disse, podemos fazer o possível, mas as mulheres tem um "toque" especial para escrever romances, e não vou discordar. A Cynthia está aos poucos ganhando meu respeito, porque para ser sincero acho ela uma deusa, mas não vejo ela como aquelas lendas como o Valter. Mas ela tende a surpreender.

    A interligação entre Hoenn e Sinnoh vai ser fantástica, aposto que você e o Shadow estão com ótimos planos para esse casal *---* Uhh, e estou louco para ver essa interligação com Unova também. Parabenize a Leeca pelo ótimo capítulo :) Até mais cara o/

    ReplyDelete
  4. Yoo Canas, parabéns por ter trago a sua irmã para escrever este especial de Hoenn e Sinnoh!
    Eu sou meio suspeito para falar do Steven... ele é um dos meu personagens favoritos de Hoenn, e é impossível não gostarmos da Cynthia!
    Senti aquele ar que faltava nas suas fics, um romance mais concreto e meloso, e mesmo de maneira contida, já percebo que houve um ar mais adulto no romance desses dois.
    Sou um cara apaixonado, por isso quero dar aos parabéns a irmã do meio do Canas por este especial surpreendente (é cara... eu não esqueci não kkkkkkkkkk a Leeca é a Paulinha e a Litos a Kim kkkkkk) melhor eu parar com isso antes que leve um murro na cara.
    A cena que mais me surpreendeu foi a parte que o Steven falou para a campeã abrir a porta da casa dela para ele!! Esse cara sabe o que quer! Sai lá de pqp para ver a sua amada!
    Agora fiquei ansioso para ver a primeira parte deste especial!
    Flw Canas, e novamente parabéns a sua incrível equipe!

    p.s. Atrás de todo grande homem, existe uma mulher!

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -