Posted by : CanasOminous Feb 14, 2012

A noite passava silenciosa na base dos Fire Tales, encoberta pelo suave toque do vento que ecoava como uma melodia ao som melancólico dos instrumentos do jovem Horsea que transpunha o tempo em meio à insônia da solidão. Já passava das três da manhã, e em breve o céu começaria a clarear anunciando novamente a chegada da aurora. Os membros descansavam, mas ainda haviam alguns que preferiam a escuridão da noite ao raiar do sol.
O bar estava fechado, mas Gardevoir ainda estava acordada depois de tanto tomar Berry Juices energéticas. Ela estava com os olhos fixados em uma revista, sentada de forma descontraída como alguém que realmente não esperava visitas àquela hora da manhã. O som de passos aos poucos começou a ser ouvido, o que chamou pela atenção da moça. Gardevoir rapidamente ajustou-se e sentou-se de forma educada, ajeitando a revista e dando uma olhada em volta para ver o que via, notando a presença de um sujeito mal encarado, vestido com roupas que lhe cobriam praticamente todo o corpo.
Ele parou de frente ao balcão. Não era muito alto, e ainda assim o pequeno em sua frente era baixo o bastante para quase passar despercebido. Gardevoir estranhou a presença, mas em seguida pôde notar que era o companheiro Togepi.
Precisa de alguma coisa? — perguntou Gardevoir.
Não. — respondeu ele, como alguém que não queria conversa, em seguida continuando a caminhar dentro da área do bar.
Você é o pequeno Togepi, lembro-me de quando entrou na equipe junto comigo. O que faz acordado à esse horário?
— A noite é minha área tia, posso fazer o que eu quiser, demorô?
Gardevoir deu uma risada descontraída e em seguida apoiou seus braços sobre o balcão para poder enchergar os olhos do jovem.
É perigoso para um pequeno como você andar sozinho.
Não preciso de amigos, não. Eu sou um cara solitário.
Gardevoir sorriu novamente, em seguida sentando-se em sua cadeira e pegando a revista novamente. Provavelmente Togepi estava no bar porque não havia mais ninguém acordado para atormentar, e de certo modo, apenas procurava por companhia. O Pokémon continuou caminhando pelo bar enquanto olhava para as vitrines de madeira que foram feitas por Machop para armazenar as bebidas que os Pokémons mais adoravam. O jovem Togepi virou-se para Gardevoir e disse:
Me vê o que você tiver de mais forte.
A moça abaixou a revista novamente enquanto o observava com uma certa dúvida. Ela não gostava de ser ignorante, mas os Pokémons mais jovens nem mesmo poderiam ter acesso ao bar durante o dia.
Você sabe que você não pode entrar aqui, certo? Você não tem idade para continuar aqui.
Nada haver, eu sou adulto. Agora me dá o que tiver de mais forte. — respondeu Togepi.
Oh, então o “Senhor Adulto” topa qualquer coisa? Digo que sou a mandante deste local porque conheço perfeitamente cada bebida fabricada em Sinnoh. Eu costumava trabalhar em uma adega em Resort Area. — sorriu Gardevoir.
Togepi subiu em uma cadeira, mas ela era tão alta que seria necessário praticamente ficar de pé. O jovem pulou e subiu em uma banqueta que dava apoio no balcão. Gardevoir afastou-se e em seguida voltou com um pequeno copinho com um líquido laranja, servindo-o para Togepi. O novato não se deu no trabalho nem de examinar, tomou em um único gole, em seguida gabando-se de seu poder.
Docinho. Muito bom. — dizia Togepi, olhando em sua volta para ver se alguém o observava.
Você sabe que isso é Oran Juice, certo? — perguntou Gardevoir com um sorriso. Togepi quase cuspiu a bebida e olhou para a moça com um olhar enraivecido:
Você me enganou!! E por que não me deu o que eu pedi?!
Você lá tem idade para essas coisas?
Eu sou um adulto. — respondeu Togepi.
Então pega mais um Oran Juice. Por conta da casa. — sorriu Gardevoir, entregando mais um copo para o Pokémon que bebia alegremente.
Ah, valeu. — disse o pequeno, mas depois percebendo o erro que cometera — Ahhh, você está me corrompendo! Adultos não tomam suco de laranja!
Gardevoir ria com a fúria do pequeno Togepi dentro do bar. A entrada dos mais novos não era permitida, mas àquela hora da noite não haveria problemas em ter uma companhia, ainda mais porque ela precisava estar disposta nas Casas de Cura o tempo todo. As risadas da moça eram abafadas para que nenhum outro membro acordasse, mas de repente uma grande sombra surgiu perto do bar e entrou no local.
Gardevoir assustou-se com o sujeito no momento, mas em seguida notou que era o velho Lairon que fazia uma rápida pausa de sua vigia dentro da guilda. Togepi continuava a rodopiar em seu banco móvel, Gardevoir acenou para Lairon que cumprimentou-a com um aceno ligeiro.
Como está a vigia, Senhor Lairon? — perguntou Gardevoir.
Tranquila. — disse ele com uma voz tão austera que até mesmo calou Gardevoir por um instante. Sua postura era tão ameaçadora que a conversa provavelmente teria terminado naquele instante, mas Lairon sempre fora educado, e não gostaria de ser rude, principalmente com damas.
Nunca aconteceu de sequer um Bidoof passar por minha vigilância sem que eu percebesse, posso sentir as vibrações de seu caminhar e seu riso descontraído à milhas de distância. — disse Lairon, sentando-se na mesa com um pouco de cansaço.
Gardevoir sorriu, e em seguida continuou a lavar a louça deixada por Togepi. O dragão de metal notou a presença do jovem que parecia não fazer questão nem de cumrpimentá-lo. Lairon apontou para o pequeno e disse em seguida com uma voz rouca:
Crianças já deveriam estar dormindo.
Oe, eu não acabo contigo só porque tu tem... Tipo, o triplo do meu tamanho. — respondeu Togepi trêmulo, encarando a montanha que se estendia em sua frente.
Gardevoir não escondeu o riso, e estava claro que sempre que falavam sobre crianças Togepi ficava enfurecido.
Eu não sou criança, sou um adulto!! Estou até mesmo dentro de um bar!
Com um suco de laranja? — brincou Lairon com uma risada sincera. Era raro vê-lo sorrir, dentro de sua máscara de ferro só parecia existir uma muralha oculta de proteção, mas pela madrugada eram poucos os que tinham o prazer de conhecer a verdadeira pessoa por trás de sua armadura.
Man, você não cansa de só ficar parado lá fora a noite inteira? Cara, hoje mesmo eu não aguentei ficar naquele beco, tem horas que parece que a gente precisa de companhia. — comentou Togepi, apoiando-se no balcão.
Tenho orgulho em poder trabalhar de noite. Sentir o vento, a brisa passar pelas brechas de minha armadura, ouvir sons de guerreiros que nunca se evidenciam pela aurora. Ora, por isso nunca me cansarei daqui. — disse Lairon com sua voz grossa.
Gardevoir apoiou-se no balcão depositando sua cabeça sobre suas mãos.
Certos acontecimentos só são proporcionados pela noite, talvez este silêncio me cative a cada instante. Sem contar as imagináveis aventuras que temos durante esse período único. — disse ela.
Lairon havia pedido uma Chesto Juice que o mantivesse acordado, Gardevoir rapidamente preparou a bebida e levou para a criatura que agradeçou em um rápido gesto. Lairon levantou-se e preparou-se para deixar o bar, em seguida curvando-se gentilmente e agradecendo a hospitalidade, somente então retomando sua vigia noturna.
Por quê ele tem a bebida que quiser e eu só tenho Oran Juice?
Porque você é criancinha, faz mal. — sorriu Gardevoir, bagunçando o cabelo do pequeno — Já está ficando tarde, por que não se prepara para descansar? Amanhã será um dia bem cansativo.
Eu vou ficar acordado, adultos madrugam.
Gardevoir arrumou seus cabelos como se já não aguentasse aquele papo de “adulto”, mas sempre foi muito paciente com crianças, e adorava conversar com elas quando tinha a chance. Togepi continuava rodopiando no banco como se não estivesse com o mínimo de sono.
Você nunca dorme?
Efeito das ervas. — respondeu ele com os olhos fixados como alguém que havia acabado de acordar.
Gardevoir calou-se por um momento, mas aos poucos os minutos foram passando e a noite parecia nunca terminar. Seria necessário somente mais algumas horas de seu turno nas Casas de Cura, logo ela poderia descansar. De repente, Gardevoir levantou-se e aprontou-se para deixar o bar.
Quer dar uma volta? — perguntou Gardevoir.
Uma volta de gente adulta?
Seu malicioso, uma volta de amigos. — sorriu ela.
Eu não tenho amigos.
Gardevoir aproximou-se do pequeno Togepi e então o carregou em seus braços. Apesar de parecer delicada ela devia ser muito forte para carregá-lo como se fosse uma pena. Togepi esperneava para que a moça o largasse, mas Gardevoir apenas ria com a preocupação do pequeno.
Coitadinho do pequeno solitário que não tem nenhum amigo! — ironizou ela — Não se preocupe, a tia Sophie vai ser sua amiguinha.
Me solta!! V-Você vai me derrubar! — esperneava Togepi.
Se você não ficar quietinho eu te derrubo dentro do riacho, vamos apenas dar uma volta para refrescar. — sorriu Gardevoir, caminhando com o jovem Togepi em seus braços.
A madrugada estendeu-se, mas a escuridão do pátio dos Fire tales ainda guardava inúmeras aventuras proporcionadas pelos membros. Gardevoir passou ao lado de Lairon com Togepi que já havia desistido de se debater, o dragão de ferro apenas confirmou a permissão deles se afastarem, afinal, não haveria perigo enquanto Togepi estivesse ao lado de uma guerreira poderosa como Gardevoir.
Os dois logo se afastaram até desaparecer de vista. De repente, Lairon voltou sua visão para a base como se tivesse visto algo na penumbra noturna. Era alguém muito silencioso, mas não se podia enganar um guerreiro tão experiente como Lairon. O Pokémon apenas voltou sua atenção de volta para a patrulha, pois sabia que havia um único membro na equipe que tinha uma respiração tão fria e tranquila quanto aquela que ele havia acabado de ouvir.
A sombra adentrou a área da biblioteca da guilda, e num rápido movimento continuou a movimentar-se na escuridão. Tinha um livro debaixo de seus finos braços, mas o objeto parecia flutuar como se um fantasma o carregasse. De repente, um pequeno lampião foi ligado revelando a identidade da criatura que se escondia. Glaciallis estava assustada por ter sido descoberta, mas do outro lado era apenas Shieldon que parecia ter acabado de acordar.
S-Senhor Shieldon. Perdoe-me por acordá-lo a uma hora dessas... — desculpou-se Froslass.
Ah. Não há problema. — respondeu ele, emcabulado por ter assustado a moça — Pode me chamar de Chaud, se quiser.
Glaciallis estava imóvel e agora parecia perdida, sem reação. Ela havia entrado na biblioteca com o intuito de não acordar seus companheiros, mas parecia decepcionada por ter falhado. Shieldon a olhava com um olhar sonolento, mas não escondia que havia notado um livro debaixo dos braços delicados da fantasma.
Veio pegar outro livro? — perguntou Shieldon
M-Me desculpe por acordá-lo. — repetiu ela.
Você já se desculpou, não há o que se preocupar.
Shieldon levantou-se de sua cama e ainda sonolento caminhou em direção de Froslass. A moça tampou seu rosto com o livro, e agora Shieldon a observava com seriedade.
Poesia? — comentou ele, como se tentasse ler o que estava escrito na capa do livro.
Froslass distanciou o livro e o encarou para ver se realmente era aquilo, em seguida acenando com a cabeça a pergunta do companheiro. O guerreiro sentou-se de pernas cruzadas, cruzando seus braços da mesma forma, dizendo com uma voz tranquila na sequência:
Você gosta de ler, estou certo disso? Sempre a vejo entrando na biblioteca pela manhã, mas quando a noite cai você desaparece com seus livros. — sorriu Shieldon.
Glaciallis ainda parecia um pouco acanhada, ela apalpava seus braços como se sentisse frio. O assunto sobre livros a interesserava, de forma que aos poucos ela parecesse mais a vontade para sentar-se próxima do lampião.
O Senhor... Gosta de livros? — perguntou ela.
Devo dizer que prefiro manuais e livros históricos, não sou muito chegado em literatura e romances. — comentou Shieldon — Veio pegar um outro livro para ler?
Eu pretendia, mas acabei por acordá-lo... Sou muito barulhenta, me perdoe...
É a terceira vez que você diz isso. — disse Shieldon pensativo — Eu soube que era você, pois é a única que vem pegar livros aqui. O restante da equipe não sabe ler, abro espaço para o Senhor Leafeon. Acho que somos só nós três, então.
A criatura encarou Glaciallis por um momento, ele podia notar claramente os olhos frios e gélidos da moça. No momento pareciam estar sendo aquecidos pelo calor do lampião ao seu lado, os dois permaneceram na escuridão por um tempo, pois eram raras as pessoas com quem Shieldon procurava conversar.
Permite a sugestão de um livro? — perguntou Shieldon, vendo Froslass acenar positivamente.
O Pokémon nem mesmo precisava subir no banco como Froslass fazia para alcançar as estantes. Shieldon apenas pegou o livro que desejava e em seguida trouxe-o para Froslass que o observava com certa curiosidade.
A Lenda do Dragão de Gelo. Fala sobre as aventuras de um grupo de guerreiros que procuram destruir um dragão mágico e conquistar sua imortalidade bebendo de seu sangue. Mas a história fala muito sobre a questão da tristeza por trás de viver para sempre, afinal, o guerreiro vê todos que amava morrerem, assim como a sua mulher. — explicou Shieldon.
S-Senhor Shieldon... Acredito que o Senhor acaba de contar toda a história do livro para mim... — respondeu Glaciallis um pouco encabulada, como se não quisesse chatear o amigo.
Shieldon encarou a moça e em seguida olhou para o livro novamente de forma séria.
Ah. Perdão. Deixe-me ver se lembro de algum outro. — desculpou-se Shieldon, mas antes que ele pudesse guardar o livro pôde ouvir a fina voz de Glaciallis chamando-o:
E-Espere! Eu gostaria muito de ler a história, ela me parece ser muito interessante. Não me importo de já saber o final, eu gostaria de ler do mesmo jeito...
Shieldon olhou para o livro pensativo, mas em seguida entregou-o nas mãos de Glaciallis que agradeceu de foram tímida. Os dois permaneceram quietos por um instante, mas logo a fantasma se pronunciou novamente:
Você sabe qual é a sensação de ver todos que ama morrerem? — perguntou Glaciallis.
Shieldon olhou para a moça de forma séria, era impossível perceber se ele estava irritado ou incomodado com a pergunta, o que causava um certo desconforto na fantasma.
M-Me perdoe, acho que eu não deveria ter perguntado...
Eu sei exatamente como é. Fui ressuscitado de um fóssil, é uma sensação complexa você dormir e de repente acordar em uma época totalmente diferente. Acho que consigo entender como você se sente. — disse ele.
Glaciallis ficou em silêncio, perdida em seus pensamentos. Ela abraçou seus pés e encolheu-se em um canto da biblioteca, tendo como consolo somente o calor do lampião.
Me pergunto se este guerreiro da história um dia encontraria um novo amor em sua vida... Quero dizer, você acredita que haja esperença mesmo para quem já a perdeu? — perguntou Glaciallis.
Sempre há esperança.
Se estava sorrindo naquele momento, não era possível dizer. Sua máscara tampava seu rosto como alguém que não tinha sentimentos, esse era o treino dos guerreiros do mundo Pokémon. Porém, Glaciallis sabia que as palavras de conforto de Shieldon eram as mais sábias, e por isso estava muito agradecida pela companhia do rapaz.
Obrigada pelo livro. E pela companhia...
Espero vê-la novamente, Senhorita Glaciallis.
Digo o mesmo, Chaud.
Glaciallis aos poucos desapareceu em meio às estrelas da noite. A vigia de Lairon continuaria por toda a madrugada, mas agora Shieldon poderia dormir em paz na biblioteca e ainda sonhar com aquele estranho encontro durante a noite. A eternidade tinha seu lado ruim, pois seria obrigado a ver todos que mais amava partirem. Mas sempre existiu esperança para que a vida recomeço do zero. A madrugada mostrava seu fim enquanto os fracos raios do sol apareciam no horizonte.


{ 15 comments... read them below or Comment }

  1. Yo Canas! Que capítulo legal dos Fire Tales, adorei mesmo. Quem diria que a silenciosa noite pudesse ser motivo para tantos acontecimentos interessantes? Ri com o jeito do "adulto" Togepi, e a Gardevoir me lembra bastante a Mirajane do Fairy Tail kkk. Oh, e ver o Lairon falando normalmente foi muito sinistro, imagine o Agron! O.O hhahaha bricadeira.

    Ah, e espero que tenha dado tudo certo na Facul, imagino que para quem estudou a vida inteira em uma escola seja muito assustador, porque se eu continuar o E.M na nossa escola também não seria diferente para mim! Digo nossa, porque mesmo quem sai continua sendo da "família" hahaha.

    OBS: Gravaram um comercial lá na escola, com o novo sistema de apostilamento (que chama SER, não é mais CPV...), então não se assuste se ligar a TV e ver uma propaganda que se passa no gramado sintético kkk. Falou cara o/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Mirajane na parte do bar, de fato, devo admitir que tive uma pequena inspiração por parte dela para criar o capítulo ;) Essa foi uma das poucas chances que os leitores terão de ver o Lairon, ele só costuma ser visto de madrugada, por isso os diálogos costumam ser bem discretos, mas posso garantir que ainda haverão mais Pokémons que só fazem sua presença à essa hora da noite. Eu particularmente adorei escrever um episódio assim! ^^

      Haos, assim como você eu também fui muito parecido, se precisar de qualquer coisa na época de vestibular me dá um toque cada, hoje o primeiro dia de aula foi muito bom! Ahh, e agora vou querer ver esse comercial no gramadinho, você apareceu?? kkkkkk É uma pena que a apostila do CPV tenha saído, lembro da época que todo mundo tinha a senha das respostas na net kkkkk Abração, Haos!

      Delete
  2. FIRE TALES MUITO LEGAL HOJE! *-----*
    Cara! Ri muito do Togepi no Bar!
    E foi impressão minha ou rolou um clima entra Shieldon e Frosslass? XD
    O livro que Shieldon recomendou não é uma fanfic sua do Nyah? Se for, já contou o fim para todos XD KKK
    espero logo mais capitulos para deixar minha vida de tortura volta as aulas mais animada u-u'

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oh, eu não imaginei que alguém perceberia tão cedo a relação dos Fire Tales com essa minah outra fic: A Lenda do Dragão de Gelo. Gosto de interligar minhas histórias, mas eu realmente não levei em conta que alguém fosse ler, é uma história tão simples e bobinha, citei ela para divulgar o trabalho, se os leitores estivessem a fim eu até poderia disponibilizar ela por aqui, só para vocês darem uma olhada! ;) De qualquer forma, obrigado pelo elogio cara! Não sei se uma Froslass e um Shieldon combinam, você sentiu um clima? Seria isso apenas uma amizade ou algo maior? kkkkk

      Delete
  3. Muito bom Canas, Oran Juice achei legal o togepi com o Oran Juice dele kkk. so fiquei meio confunso com chaud (meu irmao desceu um pouco a pagina e eu nao vi q era o shieldon) .

    Valew Canas to esperando o prox capitulo,especial,tutorial, e qualquer coisa q vier.

    ReplyDelete
  4. Eae Canas, blz? Espero que sim. Esse Fire Tales foi mais calmo, não é? (é o que acho pela minha parte). Mas gostei muito. Mostrou mais o lado de outros integrantes e isso é bom. Espero que outros como esse aparecam. Esse Togepi... Ele é um sarro. Cuitadinho, acha que já adulto. hehe. Gardevoir, na minha opinião, tem esse jeito de mulher adulta, e, também, gostei de como você colocou sua participação nesse capítulo. Ah, não sei, não. Acho que o romance está no ar. Shieldon e Frollas combinam na minha opinião e acredito que formariam um belo casal. Mas sempre que acabo achando algo, eu não acho nada, entende? Sempre achei que o Ash ganharia a Liga Pokémon, ele sempre fica com os iniciais e os Pokémons mais da hora, mas nunca ganha. Sempre acho que ele vai ganhar, não sei porque insisto nisso. Mas enfim, foi um ótimo Fire Tales e, anciosamente, aguardo o próximo. Até mais!

    ReplyDelete
  5. Esse Fire Tales ficou muito legal, principalmente a parte em que um Togepi que mal quebrou a casca do ovo e já quer beber coisas fortes, rsrsrsrs, e foi dahora a parte em que uma moça caregou um menino como se ele fosse uma pluma... Notei um certo clima na blibioteca entre o Chaud e a Glaciallis, e a conversa sobre imortalidade que foi tratada na estória: "A Lenda do Dragão de Gelo", muitos personagens de nosso Fire Tales não estavam acordados no momento, mas isso não emporta, esse capitulo teve uma leitura agradavel,e ótima.
    Bem fico por aqui, abraços de um grande fã...
    João_Victor

    ReplyDelete
  6. E aew brother Canas /õ/
    Manolo, Fire Tales era legal antes com os contos, mas agora tá foda demais! Melhor ainda.
    Esse pequeno Togepi tá muito metido a adulto eim? Mermão, se comparado aos Togepis do anime... ESSE É MIL VEZES MELHOR *---*
    Se eu fosse a senhorita linda Gardevoir daria logo uma Vodka daquelas pro Togepi, ou talvez algo mais light, tipo Whisky ou Ice. Vish... viajei '.'
    Aah e eu adorei o desenho *W*
    Será que futuramente o Lairon vai namorar com a Gardevoir? Hum...
    E FALANDO EM ROMANCE... SHIELDON E FROSLASS, FROSLASS E SHIELDON *O*
    Ou melhor, Chaud e Glaciallis.
    Eles tem bastante coisa em comum e acho que o romance tem tudo para dar certo. Tipo, ambos já viveram bastante tempo e viram todos que gostavam ir-se embora D; E também são intelectuais...
    E agora senhorita Glaciallis leia "A Lenda do Dragão de Gelo".

    Muito bom Canas, continue com seu ótimo trabalho \õ

    ReplyDelete
  7. Yo Canas-senpai! Desculpa a demora para comentar, mas eu só consegui para para ler com calma agora ("probleminhas técnicos", heheeh), enfim, vamos ao q interessa! ;p
    Estava muito divertido e ao mesmo tempo apaixonante! Me diverti muito vendo o Togepi querendo bancar o adulto, e sendo um garotinho! Heheheh... A Gardevoir, ou Sofia, se saiu muito bem, quem sabe ela não endireita aquele rapazinho! Hehehhehe...
    E aquela conversa entre a Glaciallis e o Chaud, humm... Senti um ar de romance chegando! Será? Hehehe... Espero que ela se solte um pouquinho mais e divida com o pessoal as suas poesias! Acho q era isso, desculpa se eu esqueci de comentar alguma coisa, eu sempre penso em falar de várias coisas quando vou comentar, mas quando chego aqui esqueço mais da metade (¬¬)! Acho que era isso, abraço!^^

    ReplyDelete
  8. Yoo Canas! Cá estou eu atrasado de novo! Mas tenho uma boa explicação! Carnaval!!!
    Carnaval, época de festa, dança, muié pelada, fantasia, e mais muié pelada, um perfeito feriado prolongado... pra quem não ta no sitio da vózinha... ô saco... sem internet, só escutando as parentaiada conversando... mas é bom, deu para descansar!
    Mas deixando eu de lado, recluso da vida, vamos ao que interessa:
    Pô gostei do Togepi, homem de atitude ele, tipo aqueles que chegam no bar, socam a bancada e já pedem o drink kkkkkk, pena que ele é só uma criancinha que se acha um adulto.
    Isso é meio engraçado, mas na vida real eu não sou muito chegado na molecadinha que fingi ser mais velho, acaba ficando uma cena ridícula, mas não tenho nada contra a aqueles que gostam, mas de maneira satisfatória, este Togepi ficou foda! Uma criança foda... imagina só quando ele virar Mano de verdade kkkkkk
    A Gardevoir linda como sempre, mesmo cuidando de um bar, ela continua graciosa!
    E minha querida Glaciallis (Ela não pode ficar com o Shieldon... ela é minhaaaaaa), adorei a participação dela, mesmo que ela seja essa menina tímida, ela me deixa tão apaixonado (Espero que ela não fique com o Shieldon)!!
    Flw brother, ainda tenho outros comentários kkkk

    ReplyDelete
    Replies
    1. Carnaval!! Muita muié pelada, (raxei com essa kkk) época pra ficar com todas, beber muito e festejar! Mas não para todos, não para o Archie que fica no sítio da vózinha, e nem pra o Canas que fica em casa lendo livro o_o Putz grilo, você me fez feliz agora cara, descobri que não sou o único solitário nesse mundo T-T kkkkkkkk Maaan, eu não te conto qual foi o livro agora porque não sei se você chegaria a ler o comentário, mas quero ver se consigo fazer uma postagem a respeito do livro: GREEN MILE!!! Ahhhh, não posso falar agora, faria um comentário muito longo kkkkk

      Man, eu admito que odeio crianças que se fazem de adulto. Odeio mesmo, até esses jovens que se juntam em rodinha e tenta dar uma de machão, sabe? Argh, odeio gente assim, admito que só gosto do Togepi porque ele é... Sei lá, inocente, não faz por mal, entende? kkkkkk Cara, e eu juro, escrevi esse episódio pensando em você. A parte da Glaciallis. Eu sei que você gosta dele, e por isso ela passou a ser mutio importante em alguns que passaram. Acho que até agora ela não teve esse brilho num fire tales, mas nos últimos teve a chance! Espero que você tenha gostado *-* Te vejo nos próximos comments! \õ

      Delete
  9. Opa... Green Mile! Já me subiu um calafrio na espinha! Eu nem sabia existia este livro aki no Brasil!
    Eu sabia que o filme foi baseado num romance, mas que você tinha uma copia do livro é foda! Mas cara, isto é uma dadiva!
    "Não acreditamos em milagres, até ver um"
    Vou esperar por este Post
    Flw

    ReplyDelete
  10. Cara, eu tinha o comentário todo bem feito aqui pra mandar nesse Fire Tales, mas faltou luz aqui em casa. Bendita hora pra isso! Bom, vou tentar reescrever.

    O Chaud recomendou para a Glaciallis, e eu recomendo para todos os leitores do Aventuras em Sinnoh! Leiam A Lenda Do Dragão De Gelo! É só entrarem no perfil do Canas no Nyah Fanfiction! É Canas, eu sei que você vai morrer de vergonha, mas a propaganda é a alma do negócio e a história é muito boa para cair no esquecimento.

    A Glaciallis e o Chaud são o típico caso dos idênticos que se atraem. Caladões e adoradores de livros, eles até que iniciaram uma conversa interessante na calada da noite. E mano! Manda esse menor parar com os bagulho! Tá maluco, isso destrói as ideia, morô!? Pô, o papo é sério!

    E cara, eu quero saber mais sobre a personalidade e a história do Lairon. Me parece ser muito boa. Quero ver mais sobre ele nas próximas, falou?

    ReplyDelete
  11. Cara, dá para termos uma básica ideia da história do Lairon naquele especial da Dawn, o Sadness Orchestra, mas ainda trarei um Fire Tales que irá falar mais de seu passado, e inclusive, apresentar alguns outros Pokémons que já foram amigos dele em uma época distante. Isso será um grande Spoilers, mas acredito que por volta do Capítulo 51 vocês saberão muitas coisas sobre todos os Pokémons, aguenta esperar até lá? kkkkk Abraços, campeão.

    ReplyDelete
  12. Mommy dizendo que eu tenho que sair, MAS QUE SE DANE, FIRE TALES, MANO, FIRE TALES <3 <3
    Enfim
    Ah, tadinho do Mikau, tão solitário t__t Insônia de solidão é a pior de todas ç_ç
    Gardevoir, pra quê tomar tanto energético? o.õ Isso tudo é disposição de ficar acordada 24 horas para sempre poder ajudar?
    Togepi entrando sinistramente aheuaehaheuaehuahuae
    - A noite é minha área tia, posso fazer o que eu quiser, demorô? > AHUAHEAUHEUAEHAUHE, GENTE, ADORO ESSE TOGEPI xDD
    Gardevoir, tu é muito educada mesmo [não me admira, aguentou aquele idiota a explorando o dia todo >.>']
    ADULTOS NÃO TOMAM SUCO DE LARANJA AHEUAHEUAHEUAEUHAUEHUAHEUAUHEAUHE
    To gostando desse Lairon, parece ser muito poderoso, mas não perde a educação
    — Oe, eu não acabo contigo só porque tu tem... Tipo, o triplo do meu tamanho > AHEAUEHUAHEUAHEUAHUE, ÓTIMO MOTIVO xDD
    E Lairon sabe apreciar a beleza da noite, realmente adorável!
    Certos acontecimentos só são proporcionados pela noite, talvez este silêncio me cative a cada instante. > This <3 <3
    To precisando dessas ervas, mano, dormir tá atrasando minha vida de leitora qqqqqq
    Ah, Togepi, para de ser durão, aposto que tu quer e muito ter amigos ~todos querem, no final das contas
    Sophie, que nome bonito <3
    Mas que graça esse desenho, simplesmente adorei! *.*
    Respiração fria e tranquila? Glaciallis, é você, minha lindinha? *-*
    Carregando um livro? É, é ela <3
    E ainda por cima esbarrou no Shieldon, kyaaaa <3 <3
    Ou melhor, Chaud [estou gostando muito de eles estarem revelando seus nomes, btw]
    Que bonitinha, a Glaciallis toda tímida e sem jeito, ela é tão kawaii *--*
    Já tá permitido shippar os Fire Tales? PORQUE SE TIVE, OU SE NÃO TIVER TAMBÉM [QQ], EU TO SHIPPANDO MUITO ESSES DOIS <3 <3
    Chaud, o típico leitor que deixa os spoilers escaparem sem querer xDD
    Nossa.... Agora que ele falou, realmente, deve ser tenso ser um poké fóssil '--'
    Com certeza, sempre há esperança. É o que nos faz viver, no final das contas ^^
    Mas gente, que cap adorável <3
    Abraços da Tsuki ^^/

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -