Posted by : CanasOminous Dec 10, 2011

As batalhas estavam para começar. O passar do meio dia trazia algumas nuvens cinzentas que pouco a pouco começavam a cobrir o céu iluminado de Hearthome com o possível anúncio de uma chuva que estava por vir, Stanley e Luke preparavam suas inscrições para enfrentar a líder do ginásio fantasma da cidade e sentiam claramente a ansiedade para poder batalhar contra um elemento tão macabro. Até mesmo o clima parecia tomar um ritmo tenebroso no momento em que ambos os treinadores tinham receio de dar o primeiro passo. Stanley desconhecia o líder, e temia que enfrentasse um oponente que lhe cobrisse de pesadelos durante a noite; mas Luke tinha um medo ainda maior, e certamente devia preocupar-se com aquela batalha, pois poderia vir a ser a última de sua vida no ritmo que andava.
— Dawn, por quê exatamente você carrega um canivete em sua bolsa...? — perguntou Lukas com insegurança.
— Só estou me prevenindo de certas coisas, meu querido. — respondeu a garota, afiando a ponta da faca e em seguida apontando pra Luke que estremeceu — E então, quem vai primeiro?
— O Stanley. — afirmou Luke prontamente, o que causou uma certa surpresa em seu rival que o olhava assustado.
— Nossa, você está com tanto medo assim de enfrentar esse ginásio? Ouvi dizer que lá dentro é tão escuro que você não é capaz de enxergar nem a sua própria mão... Se o desafiante não decifrar as charadas do líder ela pode jogá-lo em um calabouço e prendê-lo como um escravo para todo sempre... — comentou Stanley — Mas são lendas Lucky, acho que não tem um motivo para você se preocupar.
— Não são os fantasmas que me assustam cara. É algo muito pior...
— Você tem alguma idéia de como irá enfrentar a líder do ginásio, Luke? — perguntou o irmão.
— Sei lá, quero evitar ao máximo usar a Titânia aqui. Tô pensando em usar a Froslass, nós treinamos um pouco enquanto caminhávamos pela rota 206, mas eu não gosto de usar ela em batalhas, sei lá, não gosto de ver ela se machucar...
— Ownn, que fofinho você se importando com seus Pokémons!! — disse Vivian.
— Aposto que ele só fala isso porque a Froslass é fêmea.
— Mas a Titânia também é fêmea, e ele não parece ter esse “carinho” com ela. Acho que na verdade é a Titânia quem manda nele. — brincou Stanley.
— Tudo bem, vamos deixar pra falar mal de mim depois e enfrentar a líder logo. Deixo a primeira batalha com o Stan, pelo menos vou ter mais chance de pensar em uma estratégia já que serei o segundo a batalhar... — continuou Luke, fazendo uma longa pausa e olhando para Dawn que continuava a lançar olhares ameaçadores para sua pessoa — E isso se eu estiver vivo até lá...

Luke e Stanley pararam logo em frente ao grande portal que dava entrada no ginásio, o próprio portão parecia ser amaldiçoado trazendo um ar macabro como as catedrais de outrora. Os rivais respiraram fundo e então tocaram ao mesmo tempo nas alavancas que abriam a porta, empurrando-a e logo em seguida propondo o desafio.

— Eu desafio o Gym Leader de Hearthome! — disseram os dois como em uma única voz desencadeada pela segurança e perseverança em enfrentar um dos ginásios mais difíceis da região.
Um vento gélido passou por entre seus corpos. Conforme as lendas diziam, não era possível enxergar um palmo a sua frente. Os dois garotos permaneciam encarando a escuridão à espera de uma resposta, quando o eco de uma voz já conhecida pôde ser ouvida na imensidão daquele ginásio.
— C’est showtime!
No momento em que todas as luzes foram ligadas o grupo pôde notar uma imensa plateia que aguardava ansiosamente o início da batalha. Praticamente todas as bancadas estavam cheias, as pessoas aplaudiam os desafiantes e o início de uma grandiosa batalha. Haviam três grandes vidraças na parte mais alta daquele ginásio, e as figuras estampadas traziam desenhos de Pokémons Lendários raramente vistos naquela região. O local aparentemente estava em obras, pois haviam alguns equipamentos na arena principal, mas mesmo assim, toda aquela bagunça não escondia a grandiosidade de um dos ginásios mais belos de Sinnoh.
No centro da arena estava Fantina, com seu longo vestido roxo e dançando de forma sedutora. A mulher aproximou-se lentamente de Luke e puxou-o para dançar valsa em meio àquela multidão, Dawn sentia ciúmes a ponto de não conseguir conter-se, principalmente no momento em que as luzes se concentraram exatamente na líder de ginásio e no desafiante.
— Aguardei durante anos o dia em que você viesse a me desafiar, mon cher. Há muito tempo tenho aguardado este dia e agora nos encontramos frente a frente encarando a doce realidade... — disse Fantina.
— Mas não faz nem um mês que nos conhecemos. — retrucou Luke.
Fantina fez um rápido movimento com Luke e aproximou-o de seu corpo, tocando levemente em seu peito.
— Tudo é uma questão do destino. Não cabe à nós escolher.

A mulher deixou o lado do garoto e em seguida continuou rodopiando até localizar-se no centro do ginásio. Uma batalha contra Fantina era uma ocasião rara, nem sempre os desafiantes conseguiam marcar horário com a líder por conta dela sempre estar ocupada com afazeres das competições da cidade, porém, dessa vez a própria líder fizera questão de agendar um horário para aquela batalha.
— Mesdames et Messieurs, contemplem um legado jamais esquecido dos tempos em que o lendário Walter Wallers era o campeão de Sinnoh! Eu lhes apresento Luke Wallers, e seu irmão Lukas Wallers!!
A plateia parecia estagnada. A partir daquele momento o mundo inteiro reconheceria os dois pequenos como filhos de um campeão, uma vez que Fantina fazia questão de chamar atenção e concentrar todo o foco em suas apresentações. Lukas estava extremamente envergonhado, mas de certo modo Luke sentia-se animado por ter seu nome reconhecido. Tudo que ele tinha a fazer agora era manter a honra de seu pai e arquivar a vitória.
— Jovem Lukas, eu lhe devo meus parabéns por sua apresentação ontem. Foi spetaculaires e digno de sua vitória. — elogiou Fantina.
O garoto agradeceu ainda que sem jeito. Stanley aprontou-se em seguida e pronunciou-se para a líder:
— Fantina, antes que o Luke batalhe contra você, eu estarei sendo o seu primeiro adversário!
A mulher olhou profundamente para o garoto parecendo lembrar-se de alguém que conhecia no passado.
— Oh, você é muito parecido com um amigo que eu tinha na infância. Por um acaso você é filho de Palmer Tycoon, blond?
— Sou eu sim, meu nome é Stanley Tycoon. E vim disputar a insígnia. — sorriu o garoto.
— Fantastiques, estaremos tendo duas batalhas maravilhosas essa manhã! Vamos nos aprontar, quero que todos contemplem uma das batalhas mais lindas da década!

Stanley entrou na arena de batalha na companhia de Fantina que parecia mais concetrada em dançar do que concentrar-se na disputa. Luke, Lukas, Dawn e Vivian estavam na companhia de uma grande platéia, mas os jovens tinham assentos reservados especialmente para aquela ocasião. Era raro ver Fantina realizar duas batalhas em uma única manhã, e os jornais não perderiam a chance de ver uma verdadeira estrela em ação.
Luke iria aproveitar para estudá-la na tentativa de pensar em uma técnica que levasse vantagem, embora a ansiedade não o permitisse concentrar-se naquela ocasião.
— Luke, mon amour!! Quando eu ganhar irei dedicar esta vitória à você, mon cher!! — gritou ela, acenando para a platéia de modo que deixasse o rapaz extremamente sem graça.
— Se eu fosse um Sandshrew eu já teria enfiado minha cabeça num buraco cara, eu só não enfio aqui porque o chão é feito de concreto. Que vergonha... — disse Luke.
Stanley aprontou-se na arena de modo que estivesse pronto para finalmente desafiar a líder.
— Alguma regra, Fantina?
— Dois Pokémons contra dois, blond. Está preparado?
— Vamos começar então! Bronzor, eu escolho você!!
Stanley lançou um pequeno Pokémon que aparentava uma formato achatado parecendo um espelho de bronze mantido em uma coloração azulada e platina. Luke já havia visto-o antes, mas em momento algum havia visto seu rival batalhando contra um líder de ginásio. Era uma forma de estudar ambos os oponentes.
— Gengar, c’est showtime!!
Fantina lançara um Pokémon fantasma que mantinha um sorriso malicioso em seu rosto, a criatura de coloração roxa tinha olhos vermelhos que mantinham-se fixados em Bronzor que tentava encorajar-se para enfrentar o oponente. 
Stanley não deixou se intimidar e no momento em que o juíz anunciou a bandeira ele se pôs a ordenar a primeira investida:
— O Gengar também é do tipo venenoso, então ataques psíquicos serão super efetivos! Bronzor, utilize o Extrasensory!
— Gengar, seja mais rápido e lance um Confuse Ray no adversário! — ordenou a líder.
O Pokémon fantasma era conhecido por seus altíssimos níveis de Speed e Sp. Attack, Gengar era sem sombra de dúvidas mais rápido que Bronzor, e desse modo lançou um raio que fez com que o pokémon espelho ficasse confuso em meio a arena de batalha.
— Bronzor, utilize o Safeguard! — ordenou Stanley.
— Ataque com o Shadow Ball.
Bronzor agora tentava manter-se na defensiva, mas seu oponente era rápido e conhecia vários golpes que aos poucos quebravam a defesa do Pokémon metálico. Stanley precisava agir rapidamente.

A batalha prolongou-se enquanto Luke observava cada passo dos dois atentamente. Os golpes fantasmas de Fantina eram extremamente misteriosos e com certeza causariam fortes danos em Froslass, que por sua vez também era um Pokémon fantasma. O garoto precisava pensar em uma tática rapidamente.
— Ela é bem forte. Parece ser só uma mulher apaixonada, mas faz jus ao seu título de líder de ginásio em uma batalha. Você terá problemas para enfrentar a Fantina, Luke. — alertou o irmão.
— Eu sei... Estou pensando em propôr uma batalha três contra três. Desse modo poderei usar a Titânia caso a situação piore. — afirmou ele.
— Luke, você é muito dependente da Titânia! Como irá fazer quando ela não estiver mais por perto? Parece que você depende só dela, é óbvio que você deve depositar uma grande confiança nela, mas acredito que você também deva acreditar em seus outros Pokémons. — disse Dawn.
— E-Eu não sei o que fazer!! Vou propôr uma batalha de dois contra dois e vou utilizar a Froslass e o Gabite, afinal, os golpes estratégicos do Shieldon não seriam uma boa jogada... — comentava Luke que continuava mergulhado em seus pensamentos para pensar em uma estratégia, quando de repente, ele pôde ouvir o juíz anunciar a derrota do Bronzor de Stanley.
— Bronzor está fora de combate, a vencedora do primeiro round é a Senhorita Fantina, e seu Gengar! O segundo round está para começar, qual será a escolha do desafiante?
— Vamos lá Grotle, vou deixar as coisas para você resolver. — disse ele, lançando a pokébola de seu Pokémon tartaruga.
— O Stan está perdendo... As situação está ficando precária. — disse Lukas.
        — O Grotle dele é muito forte, Lukas-kun. É o Pokémon preferido e inicial dele, pode ficar tranquilo que ele deve ter alguns truques na manga. — concluiu Vivian.
De volta à arena de batalha, Fantina mantinha-se desconcetrada enquanto Stanley bolava estratégias para derrotar o adversário.
— Você deveria investir em Pokémons mais rápidos, mon cher. A velocidade é como na dança, se você não for rápido o suficiente não conseguirá acompanhar os passos do adversário! — disse Fantina.
— Eu sei como derrotar esse seu Gengar agora, sei que ele está enfraquecido e não aguentará muito tempo. — concluiu.
— Então permita-me mostrar-lhe o verdadeiro segredo dos Pokémons fantasmas! Gengar, lance um Curse em direção de seu adversário!
Stanley assustou-se ao ouvir tal palavra sendo proferida. Aquele golpe era extremamente letal, algo que sacrificava o próprio pokémon para lançar uma maldição nos adversários, um golpe que funcionava de modo totalmente diferente para os fantasmas do que para qualquer outro. 
Gengar parecia criar uma imagem fantasmagórica em que um prego cruzava sua cabeça, causando assim um profundo medo na tartaruga que observava tudo atentamente. O Gengar caiu derrotado em seguida, mas agora aquela imagem sinistra continuava na mente de Grotle que parecia atordoado com a batalha.
— Drifblim, viennent briller!
Fantina lançou um Pokémon que tinha a aparência de um grande balão que permanecia flutuando em meio à arena de batalha. A criatura tinha uma coloração roxa e com toda certeza assemelhava-se muito à figura da própria líder de ginásio. Os Drifblims eram os Pokémons preferidos de Fantina, de modo que os dois parecessem dançar em uma perfeita sincronia.
— Grotle, vamos lá! Ataque com o Bite!
Mesmo que o Pokémon sofresse com a maldição lançada por Gengar, a tartaruga obedeceu seu treinador fielmente e deu uma forte mordida em Drifblim que sofreu um grande dano pelo ataque, porém, os níveis de energia dos Drifblims eram extremamente altos, e com isso, o Pokémon ainda parecia disposto a receber uma centena de golpes.
— Drifblim, Stockpile!
O Pokémon balão parecia tomar tamanho enquanto absorvia uma energia misteriosa que cada vez mais aumentava todas as suas defesas. Provavelmente aquela seria a tática de Fantina, enquanto seu adversário sofria da maldição imposta por Gengar, o astuto Drifblim, com seus altíssimos níveis de defesa e energia, permaneceria intacto até que o inimigo caísse exausto.
— Que tática formidável. Essa mulher vai ser difícil de se derrubar. — disse Lukas.
— Um Drifblim... Como será que eu poderia derrotá-lo...? — suspirou Luke, mantendo seus pensamentos voltados para a batalha.
A disputa continuava e Drifblim mantinha sua defesa aumentando cada vez mais. Grotle continuava com a temível imagem da maldição em sua mente, e a cada minuto aquilo parecia afetá-lo com mais intensidade.
— Grotle, lance o Mega Drain!
A tartaruga levantou sua visão para Drifblim, mas por um momento foi como se Gengar mais uma vez dominasse sua mente. Aquilo já havia passado dos limites, e então Grotle caiu derrotado pela maldição imposta por seu último oponente.
— Grotle está fora de combate! A vencedora é a Senhorita Fantina, e o seu Drifblim! — anunciou o juiz.
Stanley parecia surpreso por ter sido derrotado pela líder, mas ainda assim, aquilo não havia causado-lhe tanto desespero, pois ele havia aprendido muito com a batalha, e mesmo que com a derrota, ele poderia preparar-se para uma revanche.
— Acho que te subestimei de primeira instância. — disse Stanley.
— Você é um ótimo treinador, mon cher. Seu pai deve orgulhar-se de você. Tenho certeza que se permanecer fiel nos treinos ainda irá longe com seu Grotle. Félicitations! — sorriu Fantina.
O público continuava presente, mas já havia diminuído muito. Fantina apontou em direção dos jovens que continuavam sentados nas arquibancadas, e com isso anunciou:
— Você é o próximo, moun amor. ♥ — sorriu ela, apontando para Luke.
— Vai lá cara, e boa sorte. — desejou Stanley.

Luke parou por um momento e olhou para seus amigos na esperança de que algum deles tivesse ideia de como derrotar aquela líder, embora nenhum deles parecesse ter descobrido um ponto fraco naquela ocasião crítica. Ele chamou os companheiros presentes e então bolou uma rápida estratégia.
— Vivian, a parada é o seguinte: Eu preciso que você corra em direção dessa mulher, amarre ela, coloque ela dentro de uma caixa, jogue no oceano, e depois volte pra cá. Se a gente fizer isso bem rápido pode ser que ela não venha atrás de mim e eu tenha a vitória por W.O. — concluiu Luke.
— Uhh!! Uhh!! Gostei, gostei, quanto tempo eu tenho pra fazer isso?!
Os amigos do garoto se entreolharam parecendo não acreditar no truque inútil que o garoto tivera.
— Você já foi mais criativo. — respondeu o irmão.
— Ahh, eu tinha achado bem divertido...
— Luke, por que você não enfrenta a Fantina frente a frente da mesma forma que enfrentou todos os outros líderes? Olha só pra ela, parece Slowbro com dor de barriga, por que tem tanto medo de enfrentar a Fantina? — perguntou Dawn.
— Arceus, nunca senti tanto medo na minha vida. Seria algum tipo de ginefobia por mulheres mais velhas?!
— Usa sua cabeça, garoto. — respondeu Dawn, dando um rápido empurrão com seu indicador na testa de Luke. Nesse momento seu cérebro criativo pareceu ter uma ideia. Se Fantina era apaixonada por Luke, então por que não tirar vantagem disso para arquivar a vitória? 
— Valeu Dawn, acho que tive o plano perfeito.
Luke caminhou em direção de Fantina que continuava no aguardo da chegada de seu amado oponente.
— Emperour Luke, eu esperei por muito tempo esse dia, e agora finalmente pude encontrá-lo no campo de batalha. Esta disputa será tão parfaite!! — disse Fantina.
— Fantina, eu preciso te falar uma coisa...
Dawn e seus amigos observavam o garoto antentamente que parecia planejar algo, Luke suspirou e retomou seu olhar para a mulher que parecia surpresa do outro lado da arena.
— Você vai pegar leve comigo, não é? ♥ — perguntou Luke de modo delicado o que mais fazia com que ele parecesse com seu irmão.
Fantina soltou um grito apaixonado enquanto parecia não conter-se, ela tinha vontade de abraçar o garoto, mas não poderia sair de sua arena de batalha para tal feito. Ela parecia totalmente desconcentrada enquanto falava sozinha e todos a observavam confusos, Luke mantinha em seu rosto um sorriso de vitória.
          — Que coisa de viadoooo!! — gritou Stanley, caindo na risada.
— Olha só!! E não é que ele usou a cabeça mesmo para pensar em alguma coisa útil? Misturando os sentimentos da Fantina e o jeito meigo do Lukas-kun, o Luke conseguirá seduzir a líder! — disse Dawn — Manda ver Luke!! Nós estamos torcendo por você!!
— Ohhh, mon cher. Isso foi tão inesperado, e eu nem mesmo estou preparada para nosso casamento!! Ohh, quando essa batalha terminar nós faremos uma linda festa com muitos balões e bolos e convidaremos Sinnoh inteiro!! Sera divin!
— Podemos começar nossa batalha então? — perguntou o garoto.
— Ahh claro, claro. Permita-me lançar um Pokémon primeiro. Mismagius, vamos lá!! — disse ela.

Fantina tinha em campo um fantasma que mais assemelhava-se à figura de uma bruxa fantasmagórica. O vestido roxo da criatura era manchado com tonalidades em lilás de forma que somente os olhos vermelhos da criatura se destacassem em meio ao vulto que sobrevoava a sala. Era um Pokémon muito bem treinado, mas Luke tinha seu plano caminhando em perfeita sincronia.
          — Tudo bem então, Froslass eu escolho você!!
Luke lançou a pokébola de um Pokémon que não era frequentemente visto em Sinnoh. Até mesmo seus amigos haviam visto poucas vezes a doce figura gélida, que por sua vez, preferia manter-se isolada de todos os outros. Froslass era tímida, e com a grande platéia que assistia a disputa ela parecia receosa em iniciar a batalha. Ela não tinha muita experiência em combate, mas Luke estava disposto a tentar.
— Mismagius, comece utilizando o Psybeam! — disse Fantina, que ao olhar para Luke por um momento pareceu perder a fala. O garoto deu um leve sorriso, o que fez com que a mulher logo ficasse sem graça e virasse seu rosto — Ohh, você é tão fofinho!! Eu fico imaginando o dia em que poderemos viver juntinhos para sempre e morar em minha terra natal, a cidade da luz!! É tudo tão romântico! ♥
— Isso mesmo Fantina-chan, continue pensando em coisas boas! Agora Froslass, utilize o Ominous Wind em direção de Mismagius!!
Mismagius estava confusa sem as ordens de sua mestra, a pequena criatura de gelo desapareceu e com isso criou uma cortina nebulosa que cobriu toda a arena. O golpe fantasma acertou Mismagius causando um forte dano, logo, Luke havia aproveitado-se da desconcentração de Fantina para ganhar vantagem sobre o adversário.
— Fantina is immobilized by love... — ironizou Stanley, comparando a tática de Luke à habilidade Cute Charm de alguns pokémons.
— Mismagius, vamos retomar o curso da batalha! Eu quero que você utilize o...
Luke parou novamente e sorriu para a mulher.
— Você está linda hoje, Fantina.
— Aaaaaaaahh!! ♥ Você achou mesmo? Eu trouxe este vestido especialmente para nosso encontro hoje, tenho outros trezentos e sessenta e quatro exemplares iguais, mas este é o melhor e mais caro da minha coleção!! É última tendência dos melhores estilistas de Sinnoh. — continuou Fantina, deixando seu Pokémon à própria sorte.
— Fantina flinched. — ironizou Stanley novamente.
— Froslass, mantenha o ritmo utilizando o Ominous Wind! — ordenou ele.
O Pokémon novamente criou um vento sinistro que acertou Mismagius em cheio fazendo com que o fantasma bruxo caísse derrotado. Froslass parecia assustada por ter derrotado seu primeiro oponente numa batalha oficial, e isso mostrava sua inexperiência em meio às disputas. Ela parecia não apreciar lutas, destentando machucar outros Pokémons, e por isso se mantinha isolada nas florestas solitárias de Eterna. Porém, a pequena dama de gelo ainda fazia de tudo para agradar seu Mestre.
— Muito bem Froslass, você foi demais! — elogiou seu treinador, fazendo com que a criatura corasse levemente.
— Oh mon, a batalha já acabou? Então agora eu precisarei retomar o curso da batalha para garantir o prejuízo. Vamos lá Drifblim, le spectacle commence!
O Pokémon balão estava mais uma vez na ativa, disposto a utilizar-se de suas estratégias defensivas para derrotar o adversário. Froslass recuou ao deparar-se com seu poderoso oponente, mas Luke encorajou-a a permanecer na batalha e enfrentar os desafios.
— Não se preocupe Glaciallis, eu não deixarei que nada de ruim aconteça com você. Vamos enfrentar essa juntos! Comece lançando o Confuse Ray em direção de seu adversário!
Froslass fez conforme seu mestre lhe ordenara e com isso lançou uma esfera em direção do Pokémon balão que ficou atordoado.
— Hm, utilizando golpes fantasmas contra uma própria especialista em Pokémons fantasmas. É uma pena, mas terei que machucar sua pequena amiga...
— Fantina!  Você está espetacular hoje!! — gritou ele rapidamente.
— Ahh, adoro quando você fala isso! 
— Rápido Froslass, utilize o Icy Wind em direção do Drifblim! O ataque será super efetivo! — prontificou-se ele.
Froslass continuava apenas na ofensiva de modo que Fantina continuasse desconcentrada em meio a batalha. Aquilo incomodava Dawn, mas de certo modo a tática estava funcionando de modo perfeito. O inimigo balão continuava de pé, e mesmo que não tivesse controle de sua treinadora, o grandioso Drifblim ainda não cairia tão cedo. Sua camada de pano o protegia como uma verdadeira armadura, e somando a inexperiência de Froslass, aquela luta parecia longe de acabar.
— Droga, esse Drifblim tem muita energia, nós não vamos derrubá-lo tão cedo se continuarmos nesse ritmo... — concluiu Luke — Froslass, retorne a utilizar o Ominous Wind!
Froslass tornou a usar seu golpe que cobriu todo o ginásio em uma densa névoa, porém, após desferir o ataque em direção de Drifblim, a pequena parecia estar revigorada. Aquela era uma das vantagens do golpe, o usuário tinha todos os seus atributos melhorados, tornando-se assim mais forte em todas as perspectivas.
— Oh, my! Drifblim, lance o Shadow Ball!! — ordenou Fantina em todo o seu desespero.
Ao lançar o ataque, o Pokémon balão se confundiu acertando a si próprio por conta do Confuse Ray lançado no início da batalha. A situação parecia piorar cada vez mais.
— Dammit. — resmungou Fantina — Você me distraiu durante a batalha inteira, mas não pense que agora eu vou deixar isso barato... Drifblim, utilize o Payback!
A criatura rapidamente partira em direção de Froslass aplicando-lhe um golpe que lhe afetara muito. As defesas da pequena dama de gelo eram baixíssimas, e por esse motivo Luke tinha um carinho especial para com ela. Ele a tratava como uma boneca de vidro, pois sempre tivera um carinho especial por aqueles que amava. A fantasma caíra em frente ao garoto quase que derrotada. Fantina não parecia alegre, pois também sentia tristeza em ver o garoto chateado.
Luke agachou na altura de Froslass, mas era impedido de correr em sua direção. A batalha não estava terminada, e a pequena ainda tinha forças para batalhar.
— Vamos lá querida, às vezes temos que batalhar para adquirir experiência e enfrentar os problemas da vida! Eu acredito em você, sei que você consegue!! Icy Wind!

Fantina ordenara um novo Shadow Ball, e Drifblim era muito mais rápido do que a pequena. Tudo dependia de uma jogada da sorte, e no momento crucial da batalha, o balão acertou a si mesmo em um movimento de confusão causado pelo Confuse Ray. Num último golpe super efetivo, Froslass criou um vento gélido que congelou Drifblim por completo fazendo com que o balão se chocasse bruscamente contra o chão, caindo derrotado. O gelo partiu-se e o Pokémon estava inconsciente. O juiz anunciou a vitória por parte do desafiante, e no fim das contas conseguiu proteger a pequena Froslass que parecia extremamente contente com a vitória.
— Eles venceram!! — gritou Lukas animado, correndo ao encontro do irmão na companhia de seus amigos.
Luke correu para o campo de batalha e abraçou sua Froslass que corou com o ocorrido, mas ao deparar-se com a multidão de pessoas em sua volta ela simplesmente desapareceu de vergonha.
— Você fez um bom trabalho, Glaciallis, descanse agora. — disse seu treinador, retornando o pokémon.

Fantina permanecia de pé do outro lado da arena, ela parecia não acreditar que no fim das contas havia cedido a vitória por uma tática tão simples. Aquilo era imperdoável para alguém com o posto de líder de ginásio, pois sua função era testar os treinadores mesmo que fosse obrigada a ignorar o amor e a amizade. A mulher andou lentamente em direção de Luke que comemorava a vitória com seus amigos, ela juntou suas mãos e pediu perdão de forma cortês como nos costumes franceses.
— Pardonnez-moi... Não fui forte o bastante para enfrentá-lo em uma batalha, mon cher. Não sei se sou digna de voltar a competir, sou uma desgraça como líder de ginásio... — disse Fantina em um tom de tristeza.
— Você é uma mulher forte, e perdeu por um sentimento muito mais importante do que um cargo de líder de ginásio, o amor! — sorriu Lukas.
— Exatamente, se você quer algo de mim é só pedir! — explicou Luke — Eu não quero nada de você, só quero a sua fecilidade.
— L-Luke... — corou ela com um olhar choroso — Você é idêntico ao seu pai, até mesmo na forma de batalhar. Lembro disso quando eu o enfrentei e ele era apenas um garotinho juntando insígnias para lutar contra a Liga, talvez por isso eu tenha ganhado tanto afeto com você...
— Meu pai? Espera aí, quantos anos você tem?!
— Isso é segredo, moun amor. Isso é segredo... Hoh, hoh, hoh! E quanto à você, meu querido Luke. Ofereço-lhe a Relic Badge que é parte integrante do ginásio oficial de Hearthome. Você se saiu muito bem e deu duro para utilizar de minhas fraquezas e para me derrotar. Combinou a elegância de sua pequena Froslass para derrubar a minhas estratégias e poderes, mas sempre levando o carinho por seus Pokémons em primeiro lugar. Esta insígnia é sua. Parabéns, mon amour.


Luke segurou o objeto fazendo com que seus olhos brilhassem intesamente. Sua terceira insígnia estava conquistada, e após a fácil batalha no ginásio ele arquivara sua vitória dando um passo a mais em busca de seus sonhos. Seu objetivo em Hearthome estava concretizado.
— Luke... — aprontou-se Dawn, encarando o garoto em sua frente — Você pode ter conquistado a vitória, mas não pense que isso acerta suas contas comigo.
— Ahh, qual é Dawn! Você sabe que era tudo brincadeirinha pra eu tirar a concetração dela!
— Não ligue, mon amour! Ela está com ciúmes. Hoh, hoh, hoh! — provocou Fantina.
— Eii, quem você pensa que é para falar com o Meu Luke desse jeito, sua Cofagrigus esquelética?!
— Luke, se precisar de qualquer coisa é só me chamar. Estarei sempre disponível, ok? Vou estar sempre te esperando quando precisar! ♥ — continuou Fantina, dando um leve beijo no rosto do garoto.
          — Cara, você deve ter idade pra ser a minha avó...

Com a vitória conquistada no Ginásio Fantasma, Luke agora tem tudo para continuar seu rumo até o próximo oponente, enquanto Lukas inicia seu treino para a próxima competição.  Mesmo que Luke tenha conquistado a vitória, o garoto ainda ganhou uma eterna amante que nunca mais o deixará. Agora os jovens apenas passarão seus últimos dias em Hearthome para finalmente continuar a jornada pelo mundo Pokémon. Mesmo que a primeira fase daquela jornada estivesse finalizada, algo os dizia que o segundo passo traria incontáveis desafios.

      

{ 21 comments... read them below or Comment }

  1. Um capítulo muito bom.A forma como o Luke explorou o que a Fantina sentia por ele foi uma ótima estratégia(não é muito correta mas vale tudo em batalhas pokémon)
    O Stanley devia ter ganho da Fantina, se a Fantina tivesse batalhado como batalhou com o Luke ele ganharia.
    OBS:Mas também houve mérito da Froslass do Luke na batalha.

    ReplyDelete
  2. Aaaaah, queria ser o primeiro a comentar... Mas está bom o segundo Lugar! Bom, vamos falar do episódio, né.

    Curti muito a batalha e a estratégia de Luke. (espertinho)Eu achava que ele iria usar a Titânia, mas como os amigos dele disse, ele não pode apenas depender dela. E o ciúmes de Dawn? Ai,ai. Esse casal vai dar o que falar.Estou ansioso pelo proximo episódio. Até mais Canas!

    ReplyDelete
  3. Oi Canas, pronto pra comentar!
    Gostei bastante do capítulo, adoro a forma como você descreve as batalhas, parece que estamos dentro delas ^^. Só achei meio estranha a técnica do Luke, queria ver ele derrotando a Fantina de um jeito mais limpo mas a Fantina não é limpa rsrsrs Adorei todas as piadinhas que você colocou no capítulo, eu ri demais como o plano do Luke e a idade da Fantina. Oh, e adorei ver a Froslass em ação, eu adoro ela!

    ReplyDelete
  4. Que capítulo sensacional Brodi! *O* O Luke é safado maluco, e quantos anos tem essa mulher? o_õ Hahaha, o Stanley perdeu, não gostei disso! Mas eu sabia que um deles ia perder... Ou não (:

    Eu acho que esse ovo Pokémon já pode nascer, não? kkkk 8D Quero ver que Pokémon vai sair! D:

    E o Luke vai capturar um Pokémon novo na próxima cidade né? .-. Mas isso você não pode me contar por aqui! :B Enfim...

    EU RI MUITO COM A DAWN! KKKKKKKKKKKKKKKKK

    Até mais Brodi! :)

    LinoNew

    ReplyDelete
  5. Canas õ/

    Outro capítulo excelente, batalhas espetaculares, humor concentrado, escrita perfeita.

    É, pelo visto a Fantina não tem muito senso quanto ao horário, já que o meio-dia já havia passado e a mesma não iria batalhar pela manhã.

    Poxa, nunca pensei que o Luke teria um QI tão alto a ponto de criar uma estratégia formidável como essa. Se ele fosse um pokémon, com certeza seria um do tipo psychic, pois sabe brincar muito bem com a mente das pessoas (:

    Espero o próximo capítulo.

    ReplyDelete
  6. Canas \õ
    Cara, capítulo show *O*

    Altas batalhar em Hearthome eim? Essa Fantina é muito tarada cara! Tá doido!
    Coitado do Luke!
    Achei uma dó o Stanley ter perdido D:
    Coitado dele... Mas sei que haverá mais oportunidades \õ/

    O amor do Luke pela Froslass mostrou que ele tem sentimentos. Incrivel isso. Eu acho que a Froslass tem um ar tão delicado, é mesmo uma bonequinha de porcelana! Devia ser usada mais em contests :B
    E a Dawn?
    kkkkkkkkk'
    Eu ri muito quando teve a cena do canivete! Tá doido! Luke fica na linha eim rapaz?

    Mais uma vez você nos proporcionou um ótimo capitulo.
    E que venha a Saga Diamante \õ\ \õ/ /õ/

    ReplyDelete
  7. Cara capitulo irado,(mas é claro, não poderiamos esperar menos do penultimo capitulo da temporada) gostei dessa equação: Dawn+Canivete+Ciúmes=A MORTE NA CERTA, eu ri muito nessa parte.
    Pobre Stan, perdeu com certa facilidade, mas o Lucky arrebentou, usou os sentimentos da Fantina contra ela mesma, bela estrategia a dele.
    Bem, o que eu poderia dizer, ficou incrivel meus parabens.
    Vou ficando por aqui.
    ASS: João_Victor.

    ReplyDelete
  8. Canas muito bom! Gostei muito do sentimento de proteção que o Luke teve com a Froslass(Glaciallis) com certeza eu teria porque ela é uma pokémon super sensivel e como pessoas tem sentimentos!

    Aguardando o capitulo final da temporada...

    ReplyDelete
  9. Ótimo capítulo como sempre, mas essa estratégia foi meio estranha, mas como dizem, vale tudo no amor e na guerra, ou o contrário, sei lá, só sei que foi muito engraçado, e esse ciúme da Dawn vai acabar matando o Luke, ou a Fantina. Agora eu percebi, cara, essas garotas são muito ciumentas, primeiro a Dawn com ciúmes do Luke e a Vivian com ciúmes do Lukas, e eu pensava que meninos que eram mais encrenqueiros, mas nunca se sabe né, kkk, bem é só isso mesmo, aguardo pelo último capítulo da saga Pérola, que espero que seja digno de fechar com chave de ouro, ou melhor, chave de pérola, bem é só isso mesmo, parabéns pelo capítulo e continua assim, fui...

    ReplyDelete
  10. Caraaaa!! adorei este capitulo, ele foi hilário!!
    A tarada da Fantina sufocando o Luke foi cômico, alem da batalha inteira ter sido muito engraçada!
    Acho que uma das partes que eu mais dei risada foi a que o Luke comentou do vestido e Fantina ficou toda derretida:
    "...Eu trouxe este vestido especialmente para nosso encontro hoje, tenho outros trezentos e sessenta e quatro exemplares iguais, mas este é o melhor e mais caro da minha coleção!! ..."
    Manolo, esta batalha, realmente foi uma comédia!
    Parabéns ao Luke, por saber usar seu charme (quem disse que só as mulheres possuem charme kkkkkk)
    Flw brother

    ReplyDelete
  11. Stanley Tycoon é,sem dúvidas,um dos caras mais debochados que já li! Ele parece que tem uma resposta para TUDO! E tá certo! kkkk
    No fim,a batalha,escrita por um excelente escritor,não podia ser de outra maneira.Tinha ação,comédia e até romance(kkk) misturados!
    Muito bom o cap. e espero por muitos outros!
    Não comentei antes (gosto de ser um dos primeiros) pois estou com o famoso ócio das férias,não tô fazendo nada que preste (Graças a Arceus!)
    No fim,o cap. foi ótimo e teve um "quê" a mais!
    Adieu,
    Moacyr

    ReplyDelete
  12. Como já imaginava, não me decepcionei. Você fez jus ao Ginásio de Hearthome e também à Fantina. A batalha foi muito bem bolada, especialmente pela tática fora de campo que o Luke usou.

    O Stanley vai ter que encarar o desafio de novo, então é provável que ele fique na cidade e se separe dos amigos. Acho que a Vivian, embora seja louca pelo Lukas, vai tomar uma postura justa e ficar com o Stanley na cidade já que eles combinaram de viajar juntos.

    Bom, agora com esta terceira insígnia, Luke já começa a se mostrar bem mais forte, não? Então espero para ver o que acontecerá pela frente. Até a próxima cara!

    ReplyDelete
  13. Caaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaanas õ/ Que capítulo incrível man, adorei õ/
    Santo Cristo! A Fantina deve ser mãe da Dercy Gonçalves! Acho que ela já era líder quando os fantasmas ainda eram vivos. E que estratégia do Luke, hein? Aproveitando-se da velha safada! O capítulo foi muito cômico, adorei as falas e tudo mais. Realmente a Fantina é uma das líderes mais engraçadas de Sinnoh. E você, como sempre, prova ser um ótimo escritor

    ReplyDelete
  14. Que capitulo ... digamos , '' Estranho '' e_e

    ReplyDelete
    Replies
    1. A Fantina é estranha, a técnica do Luke é mais estranha ainda, queria uma batalha de ginásio cheia de emoções e lutas épicas? Guardo isso pra Elite, vocês têm sete outros ginásios aqui e mil fics repetitivas para ver lutas sempre iguais. O estranho sempre é diferente, e esse é o meu foco ;)

      Delete
  15. Canas õ/ man, definitivamente você tem o dom de dar a cada batalha de ginásio um toque diferenciado. Este desafio do Luke contra a Fantina foi o mais inusitado que já vi, ele tem um grande talento como treinador e mostrou isto, mas foi impagável ver a forma como se aproveitou da “quedinha” que a líder tem por ele.

    Em compensação Stanley perdeu... mas uma derrota é sempre boa para abrir os olhos do derrotado, então acredito eu que servirá de incentivo para ele melhorar suas habilidade e retornar com tudo para vencer.

    Foi tudo muito bom. Como sempre você nos trouxe diálogos maravilhosamente bem estruturados, descrições detalhadas que nos permitiram estar no capítulo... além deste humor que só você sabe fazer!

    Au revoir Monsieur Canas Ominous! kkkkk'

    ReplyDelete
  16. Todo mundo que jogou platium sabe que o pai do barry(stanley nesse caso)é cérebro da fronteira,e agora que ele foi citado pela fantina me veio uma ideia na minha cabeça,será que a batalha da fronteira pode aparecer nessa fic?

    ReplyDelete
  17. Teria isso meu companheiro, eu curto bastante o Palmer, e seria show de bola poder ver ele lutando contra o Luke ou com o próprio Stanley na Battle Frontier, mas acredito que isso tudo seria história para outra fanctions. Por enquanto, meu intuito mesmo é terminar Sinnoh normalmente, dependendo de como tudo ocorrer quem sabe os personagens até vão para a Battle Frontier, ou até mesmo um especial falando mais sobre o Stanley já ficaria bem legal, não acha? (:

    ReplyDelete
  18. Eae Canas! Eu estava esperando uma vitória do Stanley contra a Fantina, mas com aquele Gengar seria difícil. Luke usou muito bem os sentimentos da Fantina, ou seja, Luke seu aproveitador. Santo Arceus, quantos anos a Fantina tem? FLW Canas.

    ReplyDelete
  19. Eu nunca imaginaria que esse cap seria de batalha olhando o título dele, na boa '--' [nunca julgue um livro pela capa, ou um cap por seu nome q]
    Enfim
    Mano, isso do clima combinar com o tipo do ginásio <3 <3 [legal que aqui tá nublado também, e to ouvindo uma música puxada para a melancolia, TÁ PERFECT <3 <3]
    Luke com medo da Fantina #CHORANDO #DE #RIR
    DAWN COM UM CANIVETE NA BOLSA, MELHOR AINDA LOOOOOOOOOOOL
    Se o desafiante não decifrar as charadas do líder ela pode jogá-lo em um calabouço e prendê-lo como um escravo para todo sempre... > O_O''' Poaar, Stan, tu fala isso bem quando vão entrar no ginásio?
    — Aposto que ele só fala isso porque a Froslass é fêmea.
    — Mas a Titânia também é fêmea > Porém, a Titânia é o tipo de fêmea que manda e coloca medo em todos, né
    Ainda por cima começa a tocar uma música sinistra quando eles abrem a porta, tem vezes que amo minha playlist <3 <3
    Btw, nunca mais encararei o ginásio de Hearthome da mesma maneira
    CHORANDO DE RIR COM A VALSA DA FANTINA E DO LUKE KKKKKKKKKKKKKKK
    Vish, não tenho boa sensação dessa saída do 'anonimato' '--'
    Stan famoso também, ai que a Fantina se alegra xD
    Gente, sério, to adorando a Fantina pelo tanto que ela tá me fazendo rir xDD
    Me surpreendo que ela não tenha feito da batalha algo parecido com um contest como regra xD
    Pokémons Fantasma podem ser uma chatice pra derrotar mesmo e-e' [principalmente devido a Confuse Ray e-e'']
    Tenso é que nem eu to conseguindo pensar numa estratégia pro Luke '--'
    — Você deveria investir em Pokémons mais rápidos, mon cher. > De fato. Eu priorizo muito a velocidade dos meus pokés [até porque, agilidade é uma das minhas características de batalha preferidas <3 <3]
    Curse já foi minha salvação muitas vezes, eles se matavam e eu trocava de pokémon, saia ilesa e vitoriosa qqqqqqqqqq
    Aí começa uma música chamada Ghost Brigades HAHAHA
    Nunca tinha reparado que a roupa dela era parecida com Drifblim '--'
    Essas táticas de ferrar o adversário, manter-se intacto e deixar que o tempo te dê a vitória, tão adoráveis quando usadas por nós, tão odiadas quando usadas pelo adversário....
    Stan, acho que você deve levar em consideração o que ela disse sobre pokémons mais rápidos ~
    Boa sorte mesmo, o Luke vai precisar '--'
    Eu preciso que você corra em direção dessa mulher, amarre ela, coloque ela dentro de uma caixa, jogue no oceano, e depois volte pra cá. Se a gente fizer isso bem rápido pode ser que ela não venha atrás de mim e eu tenha a vitória por W.O. > ESTRATÉGIA PERFEITA AEHUAEHAUEHUAUE
    Se Fantina era apaixonada por Luke, então por que não tirar vantagem disso para arquivar a vitória? > Oh Lord, onde isso vai dar? xD
    — Você vai pegar leve comigo, não é? ♥ > CHOREI, PQP, APELÃO DO CARAMBA xDDD
    Melhor que isso, só Fantina em ataque fangirl kkkkkkkkkkkk
    Mismagius e Froslass, me gusta esses dois pokés <3 <3
    CARA, FANTINA PERDENDO A CONCENTRAÇÃO POR OLHAR PRO LUKE TÁ IMPAGÁVEL xDDD
    — Fantina is immobilized by love... — ironizou Stanley > THIIIISS KKKK'
    Mas gente, a Glaciallis é tão kawaii <3 <3 [tão diferente daquela Froslass de Ghost Curse - já faz tanto tempo assim desde que li aquela fic?]
    Nem o Drifblim consegue despertar a Fantina, é uma fangirl mesmo xDDD
    Posso dizer que fiquei tão triste quanto o Luke vendo a Glaciallis sendo acertada? ;-;
    Confusão, AJUDA TANTO NESSAS HORAS <3
    Gente, a Glaciallis é uma fofa mesmo <3 <3
    Na boa, quantos anos a Fantina tem? o_o'
    Mas, realmente, ele fez por merecer essa insígnia, foi uma perfeita exploração de fraquezas xDD
    Enfrenta a Fantina, mas sai perdendo com a Dawn, ai ai....
    Abraços da Tsuki o/

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -