Posted by : CanasOminous Aug 26, 2014

Anunciado durante a E3 de 2014, Shovel Knight é um game indie lançado em Junho pela Yacht Club para as plataformas de 3DS, Wii U e PC. Desde essa primeira aparição desenvolvi certo interesse pelo título. Decidi então correr atrás e descobrir se realmente valia a pena e, certamente, não me arrependi.

Se você é do tipo que acredita que gráficos fazem um bom jogo, então não leia essa postagem e vá fazer alguma outra coisa. Shovel Knight conta gráficos no estilo clássico 8-bits para os amantes da época do Nintendinho.  É um game capaz de unir diversos elementos da época do NES para criar uma experiência nostálgica, e que ao mesmo tempo consegue ser fiel à própria ideia e tema. Conta com uma personalidade incrível, que não carece de ter um nome forte ou estar presente há anos no mercado para cativar, um elemento que a indústria de jogos têm sofrido bastante nos últimos tempos, apostando em sequências de cinco, dez, vinte jogos com a busca pelo lucro do que já se sabe que vai dar certo.

Shovel Knight é o primeiro jogo desenvolvido pela Yacht Club e dirigido por Sean Velasco. A empreitada começou no Kickstarter, um site de financiamento coletivo que visa buscar projetos inovadores. A quota inicial era atingir os $70.000 dólares, e a campanha para Shovel Knight terminou com o estrondoso sucesso de $311.502!

Porém, antes de adquiri-lo, eu não estava a par dessa história e Shovel Knight se revelava apenas como um jogo com um título que eu não conhecia. Durante bastante tempo cogitei a possibilidade de comprá-lo, afinal, será que realmente valia a pena experimentar um game com gráficos tão "simples"? Bem, aqui entra a questão do velho "quem vê cara, não vê coração." Gamers que só apreciam um jogo por conta de gráficos estão fadados a perder experiências incríveis como esta, que nem sempre uma imagem em Full HD pode fornecer, e que por vezes pode ser como uma mulher de aparência linda, mas pobre de mente e coração.


É como conhecer jogadores iniciantes ou mais novos que não desenvolveram afeto por jogos independentes esequer demonstram interesse nestas empresas, concentrados em comprar apenas os títulos mais celebrados. Quando experimentei Shovel Knight, pude jogar um dos melhores jogos que vi até agora para o Wii U, e não precisou ser feito diretamente pela Nintendo. Com uma história muito bem elaborada conforme a proposta estabelecida, gameplay excelente, extras e especiais muitíssimo eficientes, trilha sonora envolvente e personagens carismáticos, Shovel Knight não peca em absolutamente nada que propõe dentro de seus limites. 

Na história, controlamos Shovel Knight, o destemido cavaleiro da pá que parte em busca de sua amada e se vê forçado a enfrentar a Order of No Quarter e a temível The Enchantress para resgatá-la. Ao invés de usar uma espada para derrotar os seus inimigos, é cômico imaginar como um guerreiro seria capaz de seguir aventura usando como ferramenta apenas uma pá.

Shovel Knight é desafiador tanto nas batalhas como nas áreas de exploração de cada mapa, pulando em plataformas estreitas, enfrentando chefões cada qual com sua habilidade especial. A dificuldade entra como um dos fatores mais desafiadores e que levou muitos fãs de vídeo games a testarem a paciência e suas capacidades, como nos velhos tempos.




Avaliação da Sinnoh Produções 

Gráfico 10

Os desenvolvedores tiveram muito cuidado na hora de elaborar cada nível, desenhado especificamente para o chefão final da fase. Tal fator colaborou para que o game ficasse mais variado, os níveis introduzem mecânicas e inimigos inusitados, evitando que o jogo se torne repetitivo durante a primeira experiência. Levei cerca de sete horas para terminá-lo, fazendo tudo aos poucos, experimentando ao máximo cada elemento e sem muita pressa. O mapa que conecta o mundo permite que você passe pelos níveis na ordem que quiser, reprise-os ou retorne para o vilarejo, onde você pode fazer upgrades nas armas e comprar itens a qualquer momento.


Som 9
Com uma trilha sonora nostálgica no melhor estilo retrô, Jake Kaufman traz uma sensação específica para cada cenário e ambiente por onde o cavaleiro da pá passa. Você também pode desbloquear as canções encontrando pergaminhos musicais e entregando-os ao bardo da vila. Tem jeito melhor de conquistar a Soundtrack inteira com seu próprio esforço?

Jogabilidade 9
A jogabilidade funciona incrivelmente bem, o jogo traz elementos que fizeram clássicos como Castlevania, Ducktales, Mario e até Zelda se tornarem clássicos e cria uma experiência que definitivamente faz justiça ao legado desses jogos.

Diversão 9
A indústria dos jogos hoje tenta se limitar a explicar tudo passo a passo para seus jogadores, diferente de antigamente quando mapas, explicações e controles eram extremamente limitados, obrigando o jogador a descobrir tudo por si só. Este é um fator excelente em Shovel Knight que não carece de explicar as mecânicas para o jogador como se ele tivesse cinco anos de idade, então se prepare para morrer várias vezes antes de dominar uma mecânica nova.

Replay 8
Repleto de desafios especiais conhecidos como "feat", é impossível conseguir todos eles na primeira vez que se zera Shovel Knight. Após terminar o game uma vez, você desbloqueia o modo New Game +Plus com uma dificuldade mais atenuada, enquanto continua tentando desbloquear as missões mais difíceis como aquela de zerar o jogo sem cair de nenhum penhasco... Esse aqui é difícil até para a galera mais hardcore!


Nota Final: 9.0


Shovel Knight é celebrado não apenas por ser um jogo com um estilo clássico e retrô em tempos onde ligam mais para gráficos do que a essência do jogo em si. Ele tem personalidade, tem seu próprio estilo baseando-se em algo que conhecemos, mas com uma visão completamente nova.


É um excelente jogo e que poderia ser facilmente confundido com um dos clássicos do NES. Seu visual e a alta dificuldade serão um grande estímulo para aqueles que procuram um game mais desafiador.

O fato do game ter recebido tanto apoio no Kickstarter é aprova de que a indústria indie segue com força total e que ideias inovadoras merecem apoio, e têm toda a chance de aparecer em uma das grandes empresas, seja na Nintendo, no Xbox ou Playstation. Não é uma tarefa impossível, e sabendo como trabalhar com suas ideias há muita gente decidida a investir nesses projetos para que eles se tornem realidade.

Shovel Knight -- em toda a sua glória old school -- é sem dúvida o melhor jogo lançado até agora em 2014.  IGN.

Participe! Deixe um Comentário!

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -