Posted by : CanasOminous Dec 6, 2013

Os 16 Melhores

The Pokémon League.
O mundo já estava no aguardo daquele espetáculo há mais tempo do que se imaginava, era uma sensação estranha saber que ele havia finalmente chegado depois de tantos imprevistos e empecilhos no caminho.
Suas portas seriam abertas, os melhores treinadores da região estariam reunidos ao resumirem o objetivo que a jornada de suas vidas os lançara naquela demanda. Reunir oito insígnias. Capturar Pokémons. Fazer amigos e lutar pelos seus sonhos.
Era difícil crer que aquele sonho agora estava tão perto de ser realizado.
A rota 223 se estendia além de Sunyshore em direção do norte, onde as próprias águas pareciam seguir seu percurso vindas de uma nascente no alto da montanha, a sede do governo e a casa da Liga. Além dela existia a Victory Road, o caminho que apenas os maiores vencedores conseguiam percorrer para alcançar o topo. Reunir as oito insígnias era apenas parte do objetivo, aquela batalha parecia nunca terminar! Muitos eram eliminados naquele desafio pelos próprios adversários que compartilhavam de sonhos por vezes semelhantes, uma espécie de desafio preparatório que permitia a eliminação da massa, arrancando praticamente metade dos mais despreparados.
Mas tudo já ficara para trás. Os labirintos, as missões eliminatórias e os piores desafios às portas do paraíso. Nada mais era do que uma prova a mais, um dos tantos obstáculos que a vida apresenta em nossa escalada até o topo. Problemas e imprevistos que nos derrubam, que nos incitam a desistir de um objetivo por um único instante que poderia ter resumido nossa árdua jornada à uma falha iminente.
Por que ainda estou aqui? Desistir poderia ter sido uma escolha tão fácil... Isso teria me poupado de muitos problemas.
Mas não se trata de desistência, e sim, de promessas. De sonhos e objetivos que almejam ser alcançados, e da demanda que visa chegar ao topo, enfrentando todos os seus medos, mostrando para aqueles que duvidavam de seu poder. Você conseguiu!
— A reta final. Vamos nessa, galera.


Lukas carregava apenas uma mala simples para a viagem de barco que fizera até um dos locais mais visitados de toda a Sinnoh. Era possível ver a cidade maravilhosa dentro do próprio castelo da Liga, a imagem de sua base que servia como refúgio para a Elite, de frente aos quatro gigantescos ginásios do torneio que viria a ser realizado, cada qual localizado em uma ilhota diferente que só era acessível por meio de balsas ou Pokémons voadores. Provavelmente a arena tinha suporte para algumas centenas de milhares de tresloucados turistas em busca de um pouco de diversão, e Lukas era um deles.
Pessoas passavam ali a todo instante, se empurrando e parando no meio do caminho para fazer barulho ou tirar fotos. Estava insuportável, um calor dos infernos, o sol do meio dia brilhava lá no alto e a manhã prometia ser inesquecível.
Lukas ajeitou a mochilinha em suas costas e olhou para os lados.
— O Luke sempre chega atrasado. Não respondeu minha mensagem ainda... — O jovem mexia em um celular que ganhara de presente há algumas semanas, mas ainda parecia não ter muita habilidade com o equipamento.
Uma mão amiga foi até seu ombro.
— Ele logo vai chegar — respondeu Dawn com um sorriso esperançoso. — Ao menos o mais difícil já foi. Ele conquistou as oito insígnias, não perdeu o prazo para se cadastrar, e sabemos que treinou mais do que um soldado militar.
— Eu também treinei nesse tempo, e me assusta só de pensar que meu irmão treinou três vezes mais. — Lukas sempre tinha orgulho ao falar de Luke, e sentia que com ele ninguém poderia fazer frente. Estava mais ansioso do que qualquer outro para revê-lo.
Cynthia aproximou-se dos jovens e ergueu o braço para cobrir o sol ao observar o cenário que se encontrava.
— Seis meses pode parecer pouco tempo, mas creio que foi o suficiente para amadurecê-lo mais do que nos últimos anos. A jornada Pokémon tem esse poder — comentou Cynthia vestida com suas roupas de verão e um par de óculos escuros que a deixavam com o perfil de uma celebridade. — Só não vá assustar o pobrezinho ao revê-lo depois de tanto tempo, Dawn.
— Não sei se vou conseguir me segurar! — A menina balbuciava remexendo as mãos já apreensiva. — É que estou muito ansiosa para ver as batalhas, torcer por ele, vê-lo batalhar e conquistar o primeiro lugar naquele pódio. Não consigo pensar em mais nada, até sonhei com isso antes de vir para cá!
Lukas observou o mapa do castelo turístico da Liga e falou:
— Venham, garotas. Precisamos comprar os ingressos para as primeiras rodadas, porque a cada turno que passar aposto que a filha vai só crescer. Não estou nem um pouco disposto a assistir tudo de pé, e isso aqui vai lotar!
Lukas, Dawn e Cynthia foram seguindo o aglomerado de pessoas até a recepção principal da Liga. Era uma escadaria longa e cansativa montanha acima, mas por um momento pararam e olharam para trás, vendo a imagem magnífica do mar que se formava logo diante de seus olhos. A brisa batendo em seus rostos, o ar puro a encher seus pulmões, e o pico da mansão da Elite podendo ser visto de relance como um pontinho majestoso no topo da montanha, quase como as mansões góticas da história da arte.
— E não é que são lindos mesmo? — dizia Dawn com um sorriso espontâneo.
— Você iria gostar de ver como é lá dentro, — respondeu Cynthia — mas quando fica muito tempo, parece se transformar em uma jaula. Eu não trocaria o ar puro e a liberdade de nossa boa Sinnoh por nada nesse mundo.
A fila parecia nunca diminuir. Dessa vez não tinha nem como tentar cortá-la, o público era tão grande que os assistentes pareciam não poder dar conta. A Liga era um evento que reunia pessoas do mundo inteiro, e a lotação fazia jus à sua importância. Sinnoh estava em seu auge.
O sol começava a esquentar e incomodar, Lukas surpreendeu-se ao ver Paula lá em cima, acenando em sua direção com os cabelos perolados com mais um corte diferente na altura de seus ombros e os braços esticados de maneira dengosa e graciosa, como só ela conseguia.
— Querido, surpresa!
Lukas correu em sua direção ansioso, o sorriso em seu rosto ia de ponta a ponta sempre que tinha a chance de ver a mulher.
— Ei, Paula! Eu pensei que você teria de ficar trabalhando esse fim de semana, você sempre está tão ocupada aos sábados.
— Ah, conversei com o meu superior. O senhor Arceus até ele gosta de dar um tempo nessa época do ano, não perde uma boa batalha de humanos por nada nesse mundo, então resolvi vir assistir com você — ela retirou três ingressos de uma bolsa Louis Vuitton, pois adorava moda. Paula deu um sorriso inspirador e repetiu: — Surpresa! Já garanti nossas entradas!
— Oh, puxa! Você nos poupou de ficar mais umas duas horas nessa fila! — respondeu o jovem aliviado. — Mas, Paula... Você comprou apenas três ingressos. Estamos em quatro.
Ela olhou para Dawn e Cynthia logo atrás.
— Não, estamos em três mesmo.
Lukas virou novamente e contou o número de pessoas.
— Um. Dois. Três. Quatro. Viu?
A guardiã deu uma risadinha.
— Querido, mas você não precisa!
— Ué, por que não? Vou ter que ficar de pé?
— Bobinho, participantes não precisarão de acentos, vocês verão tudo mais de perto do que imaginam! — ela acariciou os cabelos do garoto. — Esqueceu que você não está aqui somente como espectador?
Lukas fechou os olhos e fez uma careta ao lembrar-se daquilo. A habilidade de Paula em prever o futuro sempre lhe dava a oportunidade de surpreender o jovem humano com algo inesperado, e embora Lukas ainda não tivesse a absoluta certeza daquilo, ele tentava simplesmente acreditar que não seria verdade.
Mas era.
Uma voz foi ouvida de longe, o que chamou a atenção de várias pessoas no salão da recepção principal. Lukas virou-se e sorriu ao rever uma boina púrpura depois de tanto tempo. Passos pesados, voz alta, um blusão azul de porte elegante e o cachecol branco que sua avó fizera. Fazia seis meses que Luke não dava as caras, parecia até mais alto e troncudo depois da experiência que devia ter treinado não apenas seus Pokémons, mas ele como pessoa. Estava mais maduro também, tinha um olhar sério, embora ainda mantivesse aquela essência sorridente por baixo da feição que sempre adorava receber elogios e ser rodeado pela atenção que tanto prezava.
O jovem trazia apenas uma mochila transversal leve com roupas sujas e outros equipamentos necessários. A primeira pessoa que viu foi Lukas, e por longos instantes eles trocaram olhares. Seu irmão soltou um suspiro e sussurrou bem baixinho para seu coração: Você não tem ideia de como senti saudades de você. E o segundo correspondeu. Luke foi em direção dele com os braços já esticados, abraçando seu irmão com tanta força que parecia não querer mais largá-lo.
Lukas quase chorou de emoção e teve de falar mais alto:
— Eu senti muita, muita saudade sua...
— Nem me diga, maninho. Tu vai me fazer chorar — Luke deu uma risada calorosa.
Somente então sua atenção foi para Dawn que acariciava suas próprias mãos como uma garotinha que sai em seu primeiro encontro, ansiosa por sua vez. Ela baixou o olhar e tentou não encará-lo diretamente, mas Luke quase saltou em sua direção e beijou-a com ternura de modo que a moça se deixasse levar por seus encantos.
— Só percebi que não consigo viver sem certas coisas quando me afastei delas.
— Se refere à minha pessoa, ou ao meu amor? — perguntou Dawn.
— Eu não conseguiria um se não tivesse o outro, certo?
Luke cumprimentou Cynthia e Paula, e até mesmo brincou com Lukas pelo fato do irmão ter cuidado de três mulheres poderosas como elas até o verdadeiro macho alfa da família chegar. Os três trocavam olhares ternos e carinhosos, faziam brincadeiras e voltavam pouco a pouco à ser aquele velho trio que saíra de Twinleaf depois de um incidente no almoço.
— Cara, eu poderia ficar aqui olhando para vocês o dia inteiro. Parece que a saudade não desaparece! — disse Luke. — Eu não poderia imaginar que a pior parte do treinamento teria sido ficar longe de vocês.
— É tão bom revê-lo... — disse Lukas com um suspiro ao segurar na mão do irmão que retrucou:
— Sua mão continua macia, pivete. Ainda passa hidratante? Hah, hah. Hah...
Mas Lukas não deixou barato:
— E quem é que cozinhou para você nesse tempo? Imaginei que fosse morrer de fome, sem minha companhia você não saberia nem como preparar arroz!
— Fala sério, tive que usar a mesma cueca por uma semana inteira, que magia negra tu usava para passar nossas roupas no meio de uma floresta?
— A mesma que você usa para fazer meu dia ficar mais alegre.
Os dois deram risada enquanto o movimento e a chegada de espectadores da Liga não parava de aumentar. Lukas lembrou-se de algo importante, e após abrir uma pasta cinza de sua mochila retirou lá de dentro o papel da inscrição que fizera de Luke.
— Quase que você esqueceu.
— Ahh, moleque, eu sabia que era você que tinha feito pra mim! — disse Luke empolgado, recebendo o papel de sua inscrição e abraçando seu irmão. — Só se liga que show, meu nome na inscrição da primeira Liga de minha vida!  Que honra cara, vou mandar emoldurar isso mais tarde.
— Vai ficar uma belezinha na nossa parede — respondeu o mais novo. — E todo mundo vai estar aí assistindo você! O tio Marshall, o Glenn, o Erick havia dito que tentaria aparecer também, até a galera da atual Elite! O pai disse que não pôde vir, mas fará o possível para vir com a mamãe nas finais, que ele tem certeza que você chegará. Vou torcer muito por você, até minha voz acabar!
Lukas falava cada palavra num tom honesto e esperançoso.
— Eu não poderia deixar de vir recebê-lo, farei questão de estar acompanhando de perto cada batalha sua.
— Tu vai estar mais perto do que imagina — balbuciou Luke sem tirar os olhos de sua própria inscrição.
Lukas recuou meio confuso.
— O que disse?
— Toma — Luke retirou um papel amassado de seu bolso. — Esse é o seu.
Lukas desembrulhou o papel e o observou com atenção. Paula deu uma risadinha ao seu lado, ela parecia já saber do que se tratava aquilo, mas a ficha do pobre garoto ainda não havia caído. Ou melhor, ele sabia o que era, mas preferia não acreditar.
— O que é isso?
— Cara, juro que não foi por querer, e já peço desculpas desde agora — Luke estava claramente arrependido antes de revelar sua burrada épica do século. — Eu não sabia se o meu CPF era com final 06 ou 09, e você bem sabe que todos os nossos dados restantes são praticamente iguais, então...
Uma campainha tocou, e todos os holofotes e megafones presos no canto das paredes anunciaram uma voz feminina que organizava os participantes do evento. Os preparativos começavam em breve.
Lukas ainda estava com o papel em mãos quando ouviu a voz confirmar:
— Os treinadores inscritos na Liga devem rumar ao Bloco 4, segunda à direita após a cafeteria Koffing, seguindo adiante na estrada de tijolos brancos no pátio para que sejam feitos os preparos necessários. Serão realizadas as eliminatórias que decidirão os 32 competidores selecionados que passarão para a próxima fase. Tenham um bom dia, e continuem ligados. A Liga Pokémon de Sinnoh deseja à todos um excelente espetáculo.
Muitos treinadores começaram a sair pela porta indicada. Lukas voltou a encarar seu papel. Paula sussurrou em seu ouvido:
— Agora entende por que você não vai precisar de um acento?
— Luke, não me diga que você fez isso mesmo... Eu vi meu nome inscrito entre os participantes, mas... Eu não quis acreditar que fosse verdade.
— Foi mal, irmão! Juro que foi sem querer, fiquei confuso quando meu CPF já estava cadastrado, aí aconteceu que... Eu te cadastrei sem querer.
— Cadastrar. Sem querer. — Lukas repetiu lentamente, procurando manter a calma. — Em um dos sistemas mais seguros de Sinnoh, você encaixou meu nome sem querer.
— Tipo isso.
— E eu nem sou treinador.
— Podes crer, acho que deu umas falhas doidas no sistema... E a propósito, nem sei como você conseguiu me inscrever sem as minhas insígnias! Será que eu saí juntando oito delas por aí que nem um retardado só pra colecionar?
Lukas estava imóvel com o papel em mãos. Dawn e Cynthia até se distanciaram quando a situação começou a esquentar.
— Você me cadastrou... Sem querer... — Ele sussurrou bem baixinho mais uma vez, até cair de joelhos e lamentar-se. — É t-tudo culpa minha... Eu sabia que eu não deveria me preocupar tanto com os treinos, e nem ter adotado aquele sistema do tio Marshall...
Dawn agachou e ficou ao lado do amigo na tentativa de dar-lhe consolo.
— Vamos lá, Lukinhas... Não foi culpa sua...
— Pivete, não me faça sentir-se pior ainda. Eu já disse que foi sem querer!
— Luke, não é disso que estou falando. O tio Marshall queria que eu treinasse e ficasse forte, e por conta disso pediu para que eu enfrentasse alguns ginásios, somente para treinar. Fui para cidades desconhecidas, enfrentei alguns líderes novos e reuni insígnias, só para treinar mesmo. E então...
— Calma, está querendo dizer que você me inscreveu na Liga com suas insígnias, e eu com as minhas? — presumiu Luke.
Seu irmão balançou a cabeça.
— Então quer dizer que se formos checar o sistema, quem venceu o Volkner na verdade foi... você. — Luke repetia, tentando compreender tudo minuciosamente.
Lukas balançou a cabeça da mesma maneira.
— E o Roark, a Cheryl, a Fantina, o Gerard, a Marine, o Byron, o Riley... Todas as insígnias que eu conquistei dos ginásios mais difíceis de Sinnoh, ficarão computadas no seu nome.
Ele balançou a cabeça.
— E que mesmo sendo coordenador, agora você está inscrito na Liga Pokémon como um treinador. E que, provavelmente, e possivelmente, nós dois poderemos vir a nos enfrentar a um dado momento do torneio...
Lukas pensou, mas logo balançou a cabeça positivamente.
Luke arregaçou as mangas de sua blusa.
— Eu te dou dez segundos de vantagem para correr, pivete. Ou mais cedo do que imagina tu vai dar uma conferida nos resultados de meus treinos.
— Ahh, vamos lá, irmão... Também teve uma parcela de culpa sua, não...?
— Corre.
Lukas já havia desaparecido quando Luke começou a correr atrás dele, esperando aliviar todo o ódio de ficar longe do irmão que se tornara um de seus maiores rivais na Liga, por descuido de ambas as partes. Ao menos, não havia como dizer quem era o culpado. O que estava feito não podia ser mudado.
— Bem, creio que é melhor nós irmos procurar nossos lugares nas bancadas, certo, meninas? — indagou Paula com um sorriso. — Creio que essa Liga Pokémon acabará sendo mais divertida do que imaginei...

• • •

Era um total de 65 desafiantes, e as eliminatórias tinham repercussão em quatro estágios ao mesmo tempo, logo, várias lutas aconteciam simultaneamente. Os campos de batalha da Liga eram vastos e bem planejados, uma ilha particular inteirinha planejada somente para aquilo. Era possível sair de uma competição e ainda tentar pegar um pedacinho da outra de modo que a experiência nunca cansasse. Todo o sistema e infra-estrutura da Liga eram minuciosamente planejados.
Era impossível encontrar conhecidos entre a multidão, chegava a parecer que todas as cidades de Sinnoh se reuniram em um único local para prestigiar daquele espetáculo. Uma a uma as lutas foram sendo realizadas, sendo que nem todos os adversários tinham força ou até mesmo se igualavam em nível dos melhores para enfrentar aqueles mais preparados.
Luke não teve notícias de nenhum de seus amigos. Imaginou até se eles teriam passado. Torcia apenas que tivesse chances de encontrar Stanley por lá, mas fora ele, não pensava em mais ninguém.
— Um aquecimento sempre vai bem — comentou Lukas esticando os braços.
— Eu me aqueci por seis meses cara, já estou fervendo — Luke encarou a porta de ferro que dava espaço para a sua próxima batalha. — É bom não perder antes mesmo de entrar no TOP 32, demoro?
— Luke, juro que não era minha intenção participar disso — comentou Lukas tomando cuidado com suas palavras. — E-Eu treinei bastante com o Marshall, além de coordenador também posso provar que sou um treinador capacitado, mas em momento algum eu peguei aquelas insígnias para ficar no seu caminho, eu só...
Luke voltou-se para ele e segurou em seus braços sem fazer muita força, apenas obrigando o irmão a encarar com mais atenção aqueles olhos verdes que refletiam sua própria identidade.
— Ei, ei! Fica calmo, irmãozinho. O que foi feito, tá feito, tá ligado? E pra falar a verdade, fico mais calmo com você aqui. Me sinto mais confiante e revigorado.
Lukas tentou forçar um sorriso.
— Estou torcendo para não ter de me deparar com você nas lutas...
Luke retribuiu o sorriso.
— Acredite, irmãozinho. Eu também estou.
Luke saiu por aquela porta, indo enfrentar sua primeira luta na Liga que selecionava os melhores para o TOP 16 da temporada. Luke não precisou demonstrar muito de sua equipe, e na realidade, Lukas nem chegou a ver como seu irmão se saiu na batalha. Tinha mais coisas a se preocupar. Continuava imóvel e sem reação alguma no camarim, suas mãos continuavam unidas e suando.
Ainda não acreditava que estava ali. Não era para estar.
Suas pernas tremiam, e o jovem encarava os Pokémons que conquistara em sua viagem como um troféu, mas um troféu que não deveria ser dele. Sentia-se confiante e capaz de encarar o mundo todo em qualquer apresentação no Grande Festival, mas estava morrendo de medo em seu primeiro desafio na Liga. Era como dizia sua voz da consciência: Não era para ele estar ali.
Ou Lukas havia ficado muito tempo mergulhado em seus pensamentos, ou Luke terminara a luta mais rápido do que se imaginava. Não demorou para que rapaz voltasse descendo as escadas com a mesma animação que entrara.
— Yo.
— Ei...
— Cara, continua mal por estar aqui? Já foi mano, erga essa cabeça e enfrente seus desafios! Tu sempre arrasava nas batalhas, e vai continuar arrasando!
— Eu sei, mas... Sinto como se estivesse invadindo o seu território na guerra.
— Ainda com isso? — indagou Luke. — Então deixa eu te dar uma aulinha de história. Você tá ligado que para vencer a segunda guerra mundial os Aliados precisaram se reunir com as nações de mesmo interesse para enfrentar os exércitos inimigos que dominavam o mundo, certo?
— Mais ou menos isso — o moreno tentou sorrir.
Luke deu um tapa mais forte em seu ombro.
— Tu é meu irmãozinho, faz parte da minha guerra, do meu exército. Tu é o meu aliado. Ainda nem cheguei a inaugurar aquele Pokémon fodão que você mandou pra mim através de seu Honchkrow, fui surpreendido quando vi um rosto conhecido chegando no meio da noite! E mano, eu tava precisando mesmo daquele tipo no meu time.
— Fico feliz que tenha gostado — respondeu Lukas num sorriso sincero.
— Tá vendo? Um ajuda o outro. Concretizei aquilo que eu te disse: Eu treinaria os 12 melhores Pokémons dessa região, e você encontrou meu último componente.
— É um Pokémon fantástico, não?
— Vou gostar mais ainda se eu puder estreá-lo contra você — respondeu Luke. — Então sobe lá que tu é o próximo. Detona qualquer treinadorzinho e prove aquilo que duvidei durante toda a minha vida: Que os coordenadores também podem ser... impressionantes!
Lukas sentiu-se revigorado. Subiu lá em cima disposto a impressionar o mundo.
 Sabia que a Liga ainda nem chegara em seu auge, alguns famosos gostavam mais de esperar a decisão, quando apenas os 16 melhores restavam para se encarar.
O jovem entrou na arena e foi aplaudido de pé. Sentiu como se estivesse em uma de suas apresentações. Por muito tempo imaginou que houvesse diferença entre treinadores e coordenadores, mas, no fim das contas, percebeu que tudo era a mesma coisa. O mesmo carinho, a mesma atenção. Estava disposto a entrar ali e lutar como um guerreiro, da mesma maneira que entrava no palco dos Contests disposto a brilhar. Mas dessa vez faria com que seu brilho ofuscasse os olhos de todos.
— Senhoras e senhores, com vocês... Luuuuuuuuke Wallers! Q-Quero dizer, Luuuukas Wallers! O coordenador que veio para provar ao mundo que a beleza também pode bater forte. Estão preparados para um verdadeiro espetáculo?!
O jovem nem se importou com a gafe cometida pelo juiz, mas sorriu ao ver que haviam pessoas ali para aplaudi-lo, gente que ele nunca vira. Lukas já tinha a reputação por ser um bom coordenador, e ninguém teria imaginado ver alguém como ele em uma disputa como a Liga Pokémon.
O treinador do outro lado deu uma risada alta ao vê-lo entrar na arena.
— Eu estava na esperança de que fosse encarar o lendário Luke Wallers, e assim eu poderia provar para o mundo que vocês não passam de sobrenome.
— Em primeiro lugar, eu também sou um Wallers — disse Lukas, preparando uma pokébola. — E em segundo lugar, se quiser pensar em chegar aos pés do Luke, vai ter que me derrubar primeiro. Al Capone, venha, vamos acabar com isso.

• • •

Passado algum tempo, Lukas veio descendo as escadarias de mármore, mas agora estava claramente mais contente e animado. A dúvida tinha desaparecido de seu coração. Encontrou-se com Luke que estava no quarto de preparo dos treinadores, com as mãos entrelaçadas e os pés em constante movimento aguardando ansiosamente o resultado.
— Diga aí, pivete! Como se saiu? — indagou o irmão ao levantar-se.
— Bem, bem. Acho que já não se fazem treinadores como antigamente, ou será que a Liga Pokémon é tão fácil desse jeito?
— Qual é, pivete! Tu viveu ao lado de lendas vivas, não quer comparar os reles mortais com a gente, né? Aposto que tu deu um show lá em cima.
— Ah, você me conhece — Lukas respondeu enquanto ia em direção de seu camarim para trocar a camisa. — Já estou acostumado a dar espetáculos.
Luke riu e por um instante imaginou quem era o mais egocêntrico naquele meio.

As batalhas foram seguindo, e cada treinador teve de lutar até que os melhores fossem definidos. Luke e Lukas ainda batalharam mais uma vez cada um, e quando restaram apenas 16 competidores, eles estariam partindo para a etapa que os mais críticos definiam como a mais difícil da Liga. A massa já estava de fora, então agora restavam apenas os detalhes.
— Meus queridos convidados, restam poucos agora, muito poucos... — O locutor narrou com a voz triste, logo mudando seu tom e dirigindo-se aos espectadores com euforia em cada palavra. — Muitos vão caindo no caminho, mas sempre resta a chance de tentar no ano que vem. Porém, o que nos importa hoje é o momento, os que venceram os desafios, os que provaram ao mundo que puderam chegar até aqui por merecer, os qualificados a passarem para a próxima fase, e inclusive já pré-dispostos contra seus próprios adversários!
As pessoas se entreolhavam, ansiosas para saber como seriam definidos os 16 finalistas.
— Senhoras e senhores, vocês poderão conferir os participantes escolhidos no telão central do ginásio após um rápido intervalo, voltamos já!
Dawn e Cynthia se levantaram, aproveitando o tempinho que teriam para esticar as pernas e comprar alguns doces. Paula se segurava para não visualizar o futuro e prever quem eram os 16 finalistas e contar para Lukas, até porque queria sentir novamente a sensação de ser surpreendida.
— Esses humanos gostam de nos impressionar — comentou Paula.
— Homens... — Dawn falou em voz alta enquanto comia um pouco de sua pipoca doce.
— Pois é, eles adoram nos deixar apreensivas mesmo. Mas fala sério, nós gostamos de sermos surpreendias às vezes! — comentou Cynthia se deliciando com seu sorvete. — Ei, e quem mais vocês acham que estará nessa lista? Nem fiquei de olho nos destaques dessa temporada, os últimos seis meses não me desgrudei de você 
— Bem, — Dawn pensou um pouco — eu aposto no Stanley. Ele é um dos maiores rivais do Luke, mas fora ele, duvido muito que a gente conheça mais alguém que irá competir... Seria muita coincidência, sempre vêm tantos treinadores de fora, então nunca sabemos o que esperar.
— A Liga costuma reunir os mais diferentes estilos e técnicas — disse Cynthia relembrando-se de sua época como treinadora. — Ah, bons tempos de quando participei pela primeira vez... Imagino qual seja o sentimento no coração dos Irmãos Wallers. É uma sensação indescritível.


Luke e Lukas encontravam-se em uma sala de treinos disposta especialmente para os participantes. Estavam com uma bola de basquete tentando fazer algumas cestas num estágio que tinha como objetivo descontrair os treinadores de modo que eles não ficassem ainda mais apreensivos e nervosos enquanto aguardavam os resultados. Bem no alto era possível ver o telão que logo anunciaria os finalistas.
Luke arremessou a bola e fez uma cesta linda.
— Estou louco para ver quem eu vou enfrentar e eliminar logo de primeira.
— Hm, o “senhor convencido” já tem tanta certeza da vitória antes mesmo de começar? — indagou Lukas, tendo a bola roubada pelo irmão que arremessou de novo.
Cesta.
— Tu me conhece — respondeu Luke. — Estou acostumado a confiar demais, mas aprendi a respeitar também. Eu treinei para ir muito além — ele parou de bater a bola no chão e olhou para uma das janelas.
Luke respirou fundo antes de falar:
— Não quero só vencer a Liga, irmão. Não treinei para só “participar”. Treinei para ganhar. Quero subir lá em cima e derrotar toda a Elite dos 4, derrubar o Ike do comando e deixar meu nome gravado no Hall of Fame. Este é o sonho que escolhi para minha vida.
Luke nem viu quando sua bola foi roubada. Lukas preparou-se de longe, e arremessou-a numa cesta de três pontos, acertando o ângulo em cheio. Luke observou-o admirado.
— Nada mal.
— Ficou vacilando e filosofando, perdeu a jogada.
— Olha só quem fala, tentando fazer com que eu me arrependa de meus lances! Estou te dizendo pivete, estou entrando nessa Liga para ganhar, porque meu objetivo vai muito mais além. Não treinei para ser um treinador bom, treinei para ser o Melhor.
Luke tentou roubar a bola, mas Lukas foi mais ágil em pegá-la, ainda que acabou por derrubá-la de modo que a bola de basquete saiu rolando até encostar em uma cadeirinha de madeira e por lá ficar. Os dois foram se sentar já exaustos. O jogo tinha terminado empatado.
— Então me prometa uma coisa — disse Lukas limpando o suor de seu rosto. — Jogue na vida, como se você jogasse na Liga. Sem arrependimentos.
Luke revelou um sorriso ligeiro enquanto descansava a cabeça na parede de concreto. Ele confirmou com uma risada calorosa e esticou a mão para um rápido cumprimento:
— Sem arrependimentos.
— Senhoras e senhores, os 16 finalistas e seus devidos adversários para as batalhas de amanhã já foram selecionados.
Luke e Lukas se viraram para o telão e o encararam com bastante atenção. Dessa vez sabiam que seria para valer.

A LIGA POKÉMON

Arena e Horários
Competidores
Dia 1
Competidores
Dia 2
Arena 1
15:00
Clarisse VS Adrian
Robin VS Isabelle
Arena 2
17:00
Luke W. VS Lúcio
Lukas W. VS Alice
Arena 3
20:00
Elmer VS Giselle
Riley VS Tony
Arena 4
22:00
Stanley VS Rodney
Bryan VS Volkner

      

{ 19 comments... read them below or Comment }

  1. OH GOD! kkkkkkk!
    A nostalgia bate muitíssimo forte nesse momento! A adrenalina tá correndo e, por alguma razão desconhecida, tô até tremendo! kkk!
    Começou, então... kkkkkkkk!
    Nossinhora, o trem começou. E começou para explodir tudo e todos! kkk! Tô vendo que o primeiro dia Lúcio vai rodar igual azeitona em boca de banguela... Nem vai dar pra aquecer o senhor Lucky... kkk!
    E, tenho que dizer: Lukas tá pagando de fodão e mostrando que é fodão! kkk! O pivete deve ter feito um show fodástico, só com o Al desturindo com Heat Wave!
    Falando de Al, quem será o novo integrante? Provavelmente será um que destrói tudo, destruindo paredes, telhados e prédios! kkk! Que nostalgia!
    Coloca mais capítulo esse final de semana, senhor Designer Gráfico! Merece para comemorar essa grande conquista do senhorito! Parabéns!
    Então, vou indo pois minha mãe tá gritando!
    Adieu,
    Moacyr (que tá muito animadão! kkk)

    ReplyDelete
  2. Valeu ae, grande Moa! Agora o jeito é continuar se empenhando, completei a faculdade e só falta Sinnoh para fechar mais um ciclo, nem eu estou acreditando! kk Cara, eu só não posto mais um capítulo porque trabalhar com essas batalhas da Liga está sendo MUITO difícil. Batalhas nunca foram o meu forte, e eu estou demorando para conseguir escrevê-las, mas tanto... São longas, trabalhosas e cansativas, nem eu estou dando conta! kk Mas vamos fazer o possível. Até agora planejei 4 lutas das mais importantes. As próximas quatro semanas serão repletas de luta e pancadaria para todos os lados, e pode ter certeza, quem ficar no caminho do Luke vai apanhar muito, mas muito kkkkkkkkkkkkkkkk

    Eu acabarei dando atenção às lutas do Luke, então querendo ou não o Lukas ficará em segundo plano, até porque mais tarde ele também terá seu momento no Grande Festival. Todavia, acontecerão algumas coisas que farão tanto o Luke quanto o Lukas aparecerem bastante, e aposto que os leitores vão adorar a ideia. A Liga sempre foi cheia de regras, mas vamos dar uma mexidinha nelas kkk Só de pensar nos Fire Tales entrando pra detonar todo mundo já vai ser show de bola, batalhas como aquelas travadas na Ilha de Ferro, com descrições no ponto de vista dos Pokémons e poderes especiais para todos os lados kkk Prometo que não se arrependerão.

    Bem, tenho um episódio super importante dos Fire Tales para preparar, o retorno deles após os Seis Meses, a reunião, e por fim a entrada desses novos membros. Não importa quem sejam, mas isso realmente vai abalar toda a equipe kk Semana que vem vou ver se trago o Capítulo 89 ou o FT 36, vai depender de como for ficar, porque os dois são super importantes e fodas. Melhor deixá-los um pouquinho mais apreensivos antes da Liga, ou não? Vou pensar kk Valeu pela força meu caro, abraços!

    ReplyDelete
  3. Passando pra dar um parabéns rápido. O começo foi bem atraente e com o decorrer do capítulo a história correu bem, influenciada pela boa escrita do autor. Sabe-se lá porque, meu blogger está como se fosse no celular e dificulta as coisas (é culpa do Google Plus! Tudo é culpa do Google Plus!) um pouco, enfim... Ótimo capítulo, escrita boa, final bem orquestrado e estou ansioso pelo próximo capítulo. Como eu disse anteriormente, continuo com a ideia de Lukas tem mais espírito e poder de batalha de que Luke e que Dawn é fofa, etc.
    Como eu disse está meio corrido e tal por conta de minha agenda estar bem cheia e o tempo que tiro fora dela foi para ler a fanfic, o mangá e terminar (chorando) A Esperança finalmente.
    Falando nisso, o que você pretende fazer quando tudo acabar senhor Canas? Desejo saber.
    Até mais!

    ReplyDelete
  4. Olá, Gus. Que bom que curtiu o desenvolvimento do capítulo cara, ele parece um pouco mais pesado porque não possui muitas imagens, então tive o receio de que a galera não gostasse tanto, alguns podem se cansar da leitura caso ela seja muito longa... Aqui as coisas também estão bem corridas para dar um jeito em ler, escrever e ainda fazer tudo que eu gosto kk Com tantos jogos em mãos eu não me decido qual vou jogar, preciso sempre ficar de olho aqui em Sinnoh para continuar o trabalho com os episódios, não posso vacilar nessa reta final kkkkkkk

    Olha cara, só saberemos que o Lukas realmente tem mais espírito do que o Luke para ganhar quando esses dois se enfrentarem. Uma hora eles vão, com toda certeza, seja no próximo turno ou nas finais da Liga, mas só haverá um vencedor. Eu realmente acho que o Lukas tem mais espírito, mas em termos de poder de batalha o Luke tem um tanque de guerra do seu lado. Alguns membros como o Al Capone, a Milena ou a Lyndis são muito poderosos mesmo, mas a diferença é que a equipe inteira do Luke foi treinada para isso. Soldados foram treinados como soldados. Mas uma coisa você pode ter certeza cara: É melhor o Luke não vacilar, ou o irmão dele realmente tem poder e força de vontade para derrubá-lo e ser o rival mais poderoso que ele vai encontrar em sua jornada.

    Bem, e quando Sinnoh terminar haverá um portal enorme do desconhecido, não consigo ver quase nada do outro lado. Provavelmente encerrarei minha carreira como ficwriter, e quem sabe começo a tentar a sorte no mundo dos livros juvenis ou coisa do tipo? Já tenho um projeto em andamento, posso levar adiante o ramo como designer e trabalhar com diagramação de livros, ilustração, há muitas hipóteses. Eu vou pensar nesse final quando o final chegar, não adiante o meu sofrimento cara! kkkkkkkkkkkk Vou me despedir de muita coisa, e vou ter que guardar palavras para quando o momento chegar, será muita emoção... Sinnoh encontrará seu fim depois de quase 4 anos de história, quem diria. Obrigado por comentar parceiro, abração!

    ReplyDelete
  5. Sinnoh eu voltei!Como é bom está aqui escrevendo esse comentário depois de meses, eu realmente estava com saudades disso.

    Cara, a Liga Pokemon!Nem tô acreditando nisso.Quando eu cheguei aqui no blog, a Milena ainda tava evoluindo, esse momento era imaginável para mim. Mas cá estamos nós com LUKINHAS NA LIGAAAAAAAAAAAAAA!Desculpa Lucky, mas o meu ídolo vai incendiar essa liga mais que um Flametrower de Moltres.

    É isso mesmo que eu estou vendo? Volkner ta na liga e no próximo capitulo já vai ter carnificina com a equipe do Lucio?Quero ver os resultados desse 6 meses de treinamento, os novos golpes, evoluções...

    Quero deixar um pequeno agradecimento a você pelo capitulo 87.A Vivian fez aquela vadia velha da Paula parecer um bebe chorão e que não adianta ter poderes sobrenaturais, os insetos sempre reinam.Só ficou faltando o bom e velho tapa na cara pra fechar com chave de ouro.Mas fica pra próxima!

    AerusVSWatt!MilenaVSMikau!Meu sonho se tornando realidade.Parabéns Canas, elevou essa fic a níveis surpreendentes.

    ReplyDelete
  6. calma... preciso comentar?acho que não mas eu vou assim mesmo.
    VOLKNER ta de brincation wite me não?! Riley aff Canas assim o excelentíssimo nos mata de tensão.

    O pior é que o Riley e o Volkner vão se enfrentar e um vai ser eliminado humpf ¬¬

    meu palpite Lucio cai fora, Clarisse apanha, Luke Vs. Stanley e Luke na final.
    Volkner destrói riley , Lukas Vs. Volkner, nem sei o que esperar.

    agora só resta tentar adivinhar qual é o ultimo pokemon do Luke eu diria um magnezone por que tem metal e o Luke gosta, ou um tal luxray

    bem é isso até mais

    ReplyDelete
  7. o ultimo do luke é beliel e o do lukas é o seth

    ReplyDelete
  8. Luke, Lukas, Stanley, Clarisse, Lúcio, Volkner e Rylei. PELOAMORDEARCEUSNÃOSEIPARAQUEMTORÇEROUAPOSTARCOMOSMEUSAMIGOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Pera, um tipo que o Luke presisava, pera, ele já tem Dragão/Terra, Pedra/Ferro, Fantasma/Gelo, Psíquico, Água/Dragão, Normal, Inseto/Voador, Veneno/Lutador, Ferro/Psíquico e Terra/Pedra.

    Falta elétrico, fogo, grama, e dark, então pode ser o Beliel, o Barão, o Neon, ou um outro pokémon qualquer de um desses tipos.

    ReplyDelete
  9. Diga ae, galera! É muito bom ver uns rostinhos antigos voltarem a darem as caras por aqui. A Liga promete muita coisa, planejei cada batalha de modo que todos os personagens terão destaque e trarão lutas acirradíssimas para chegar lá em cima. Os Irmãos Wallers estão bem treinados, mas lembremos que o Volkner e o Riley estão à altura de líderes de ginásio, o Lúcio foi um dos primeiros a conquistarem todas as insígnias, e até a Clarisse tem umas relações amorosas com o Luke no passado kkk Tudo isso poderá ser usado no tabuleiro como estratégia, e que ganhe o melhor! [Cara, no fim das contas até eu sempre ignoro o Stanley kkk Coitado...]

    Acho que teremos os encontros de algumas lutas bem aguardadas, e Aerus VS Watt é apenas uma delas. Haverão muitas outras mais intensas, e de todos os Pokémons treinados provavelmente os mais matadores se tornaram o Vista e o Mikau. Não é a toa que eu deixei esses caras por último, na Liga eles vão entrar pra detonarem tudo, é melhor que os adversários do Luke estejam bem preparados kk Continuem com os palpites sobre os possíveis Pokémons, ao mesmo tempo que eles estão bem na cara, fica a dúvida final para saber qual lado eles realmente vão escolher, se é o de um ou se é de o outro, vai saber. Vocês bem sabem que eu ignoro completamente essas normas de tipos equilibrados ou coisa do tipo, então não duvidem de nada kkkk

    Valeu pelos comentários, galera. Já que minhas férias começaram efetivamente vou ver se consigo ficar um tempinho por aí pra trazer algumas novidades bem legais e ver o que preparar de novo para a Aliança nesse fim de ano. Ah, e Gabriel, boa sorte com o retorno da fanfic companheiro, quero ver você chegando cada vez mais longe! (: Abração ae, galera!

    ReplyDelete
  10. Agora é oficial:

    THE TR3T4 HAS BEEN PLANTED!

    Eu sei que você não ia dar mole de fazer as chaves por arena. Você fez as chaves por dia. Olha, eu apostava em Lukas vs Lúcio, mas você decidiu mandar o Luke. Eu não fico surpreso, mas já consigo imaginar que sexta-feira que vem o bicho vai pegar. Mas, contudo, entretanto, todavia, a batalha que eu tô de olho mesmo é a das quartas-de-final na segunda chave. Riley vs Volkner. Meu amigo, essa vai ser igual a final de Copa do Mundo, daquelas que o mundo inteiro vai parar pra olhar.

    Achei a chave muito bem organizada, partindo de um ponto de vista estratégico. Você conseguiu batalhas ótimas para as oitavas e quartas, sendo que isso é muito difícil. Geralmente a gente pensa em confrontos épicos das semifinais pra frente.

    Cara, eu não achei que viveria pra ler uma fanfic desde o início e vê-la chegar à Liga Pokémon. Mas aqui está você. Sinceramente, meus parabéns. Só de estar aqui já é uma marca da qual você pode se orgulhar imensamente. E quero que saiba, sem demagogia, que essa marca que você atingiu servirá de inspiração para todos os outros escritores. Inclusive pra mim.

    Já te sugeri muitas coisas ao longo da fic. Mas esta é a última vez que vou sugerir a você uma coisa. E minha sugestão é:

    Keep calm & faz o que você sabe fazer de melhor.

    ReplyDelete
  11. Gostei muito desse episódio. Dá uma sensação incrível de vê-los tão perto de alcançar seus objetivos e realizar seus sonhos. Até consegui entender o Lukas, imagino como deve ter sido difícil pra ele aceitar que está na Liga e que poderá enfrentar o irmão. Hey, os coordenadores também são incríveis! No final, todo coordenador também é um treinador, então não importa se estão numa batalha de Contest ou ginásio, eles se sairão bem em qualquer situação.

    E gente, essa Paula é muito chique, e pelo visto deve ganhar muito bem, porque ter uma bolsa Louis Vuitton, não é pra qualquer um. Sei lá, estou sentindo falta de alguém pra Cynthia. Tem que arranjar logo um namorado pra ela. kkk.

    E você como sempre dando uma aula de história. É muito bonita essa ralação de irmão dos dois. Eles brigam, se zoam, mas um sempre estará lá pra ajudar o outro. E acho que quem irá enfrentar o Volkner será o Luke.

    PS: Parabéns por ter se formado! Essa é uma de tantas outras conquistas que virão.

    Beijos!

    Luana.

    ReplyDelete
  12. Diga ae, galera! Ae Shadow, é muito importante para mim poder contar com sua presença na Liga. É como você disse cara, só o fato de estar aqui é indescritível, nem eu teria imaginado que eu seria capaz, isso porque lá atrás ainda lembro quando a minha meta era só chegar no ginásio da Fantina em Hearthome kkkk Tem muita coisa que eu gostaria de planejar para essa Liga, eu queria mostrar todos os personagens lutando, que o Luke enfrentasse ao menos uma vez cada um deles, mas acho que isso não será possível. Tentei elaborar as chaves da melhor maneira que consegui, já podemos prever muita coisa das próximas lutas, mas ainda ficamos naquela ansiedade para saber como tudo se resolverá. Eu adoro fazer um loop e confundir todos vocês, já tenho tudo estabelecido em minha mente, mas nada me impede de impressioná-los mais umas vezes antes do final kkkkkk

    Olha, Luana, só vai cair a ficha do Lukas quando ele estiver de frente ao Luke e pensar: Cara, se eu ganhar do Luke vou destruir o sonho do meu irmão, mas se eu desistir sairei como um perdedor e dirão que eu deixei ele ganhar, então, o que fazer? Será um grande dilema, na fanfiction inteira houveram personagens que criticavam os coordenadores, o próprio Luke fazia brincadeiras no começo e não acreditava no real potencial deles, então o Lukas entrará aqui justamente para honrar tudo que ele lutou para conseguir e provar que dentro dos coordenadores realmente existe treinadores poderosos e capacitados!

    Ahh, e a Paula adora moda né, digamos que com o poder do universo ela pode materializar qualquer coisa que precise, ela só precisa ver ao menos uma vez, então conseguir bolsas de marca famosas e todos os tipos de sapatos do mundo é o de menos kkkkkkkkkk Poxa, e a Cynthia não pode arranjar um namorado nem nada, isso iria contra os próprios princípios dela que eu criei para a personagem! Durante toda a fic a Cynthia pregou o fato de querer ser "livre", de não cumprir normas, de libertar-se. Encontrar um amor assim com certeza a deixaria mais feliz, mas querendo ou não, isso a prenderia. Alguns relacionamento muito sérios realmente limitam o casal, e justamente por isso a Cynthia está sozinha. Ela está naquela fase que as mulheres querem aproveitar de tudo, experimentar de tudo. Até o final pode ser que ela encontre algum companheiro, mas sem nenhum compromisso sério, nossa Cynthia aqui é como um pássaro que deve ser livre.

    Obrigado pelos comentários meus caros, é muito importante receber esse apoio da galera que acompanha há tanto tempo, de outros que começaram recentemente mas que já se maravilham com esse universo, enfim, só de ter a presença de vocês é um verdadeiro presente para animar o meu dia! Obrigado pelas parabenizações também Luana, agora estou formado, de estudante para desempregado, olha que beleza! kkkkk Mas 2014 virá repleto de novidades e mudanças, afinal, será o começo de um novo ciclo. See ya, people!

    ReplyDelete
  13. EU TO TREMENDO, ROSANAAAAAAAAA!

    Cara, passei essa semana de provas inteira ansioso para me atualizar no blog. LI MAIS DE 8 CAPÍTULOS QUE ME FALTAVAM, MANOOOOOOO! E isso tudo de sexta para sábado. Virei a madrugada no celular, lendo em altas horas! E não me arrependo! Sabia que algo fodástico estaria me esperando! E CARA, LUKE E LUKAS NA LIGA, EU NÃO CONSIGO ME CONTROLAR, EU TO PIRANDO, RAPAZ VAI SER INCRÍVEL VER ESSES DOIS BATALHANDO!

    A burrada do Luke até que foi positiva. Na boa, o Grande Festival é legal e tal, mas eu creio que nele o Lukas não teria toda a chance de mostrar sua força! Isso foi genial! Os irmãos Wallers na Liga... Desculpa aê, pessoal, mas aqui é outro nível. Esses seis meses de treinamento com toda a certeza deram bons resultados. Os irmãos foram treinados por lendas de Sinnoh. Agora vamos ver quem leva a melhor! Não sei nem para quem torcer, só sei que vai ser um espetáculo e tanto. Não perderei isso por nada!
    Aaah e tem um detalhe do capítulo que me deixou curioso... Quem será o último membro do Luke? Eu tenho um palpite e tenho quase certeza de que está certo. Eu apostaria num velho conhecido, que já foi considerado um inimigo antes...

    E, UOOOOW! OS 16 MELHORES! Cara, quero muito ver a Clarisse nessa parada. Quer dizer, não necessariamente ela.. Mas a guilda dela! Sério, a Glory vai arrasar na Liga! KKKKKK' Ok, ok... Os Fire Tales são maneiros e tal, mas combinemos que a Pink Anarchy me parece ser bem forte. Eles podem ser desordeiros cor de rosa e etc, só que eu sinto um ar de "vamos surpreender". E tem também o Lúcio com a Throne of Kings! OH MY ARCEUS! PELO AMOR, NÃO CONSEGUIREI ESPERAR ATÉ O PRÓXIMO CAPÍTULO! I CAN'T! I NEED!

    É isso ai, meu caro. Finalmente chegamos na Liga. Surpresas e pura nostalgia, mano! Agora sim a verdadeira batalha começa. Sei que você vai mostrar todo o seu potencial aqui! Let's go!

    See ya \õ

    ReplyDelete
  14. Ae sim, hein, companheiro! Conseguiu se colocar em dia novamente, vai ser show de bola chegarmos nas batalhas da Liga podendo contar com o pessoal que desde o primeiro ginásio já estava afim de ver uma pancadaria. Não sei como os leitores dos tempos da Saga Pérola aguentaram, porque demorou muito, muito mesmo! Mas ao menos o resultado vai compensar, porque teremos uma Liga no melhor nível por cima. O Grande Festival é bom, mas...A Liga é a Liga, né! kkkkkkkkkkk Mostrarei algo muito além de batalhas entre Pokémons, revelarei como foi o planejamento do Torneio de Guildas com uma escrita completamente diferente, espadas e magias para todos os lados. Bom para quem gosta de RPG! kk

    Cara, eu ainda estou pensando se abrirei espaço para mostrar as outras guildas batalhando... Tipo, obviamente revelarei as lutas que envolvam a Fire Tales, mas eu queria dar atenção às outras lutas das guildas como a Red Fortress e a Pink Anarchy que não são menos importantes, até porque a Red Fortress contará com a ilustre presença de nossa Eleanor, o que acha? kkk Eu planejei meus capítulos até o Nº 100, mas não vejo problemas em colocar um 0.5 quando for o caso, quem sabe assim eu estendo a duração de nossa boa Sinnoh por mais um tempinho kk Pode deixar que a partir de agora darei atenção a todos esses personagens, o Conde, a Glory, o Fenrir, Drinian, Primia... Todos esses nomes que metade dos leitores não lembram quem são, mas farei com quem comecem a gostar deles kk Valeu pela força ae, Thiagão. É sempre um prazer recebê-lo por aqui!

    ReplyDelete
  15. Ta zuando que você se formou!!!! Meeeeuuu.... eu não acredito!!!! Cara PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!! Você não tem noção de como estou feliz aki!! Eu pude te acompanhar desde a escolha da profissão e agora a formatura!! Canas Parabéns!! De verdade irmão, do fundo do coração... eu só te desejo sucesso, superações e alegrias, tenho certeza que muitas portas se abriram para você... o caminho pode estar meio tortuoso, mas a vida seria sem graça se tudo fosse fácil. Canas o desemprego é só uma das etapas kkkkkk você ainda vai evoluir!! Mas como a minha família diz “Congratulazioni”!!!!!!
    Ahhhhh então você escutou os meus conselhos... está pensando em fazer um livro!?!?! Corre atrás disso guri... a minha mãe é professora de literatura, e ela já me disse que você leva muuuuito jeito para a coisa! Canas, não pense duas vezes, corra a trás do que realmente importa para você... melhore as suas técnicas, com certeza Sinnoh foi só um aquecimento, e como nosso velho amigo disse ai em cima “Keep calm & faz o que você sabe fazer de melhor.”
    Parabéns pela formatura, com certeza você serve de referencia para todos os leitores que vem ao seu blog para desfrutar de uma boa história! E não esquece de enviar uma versão assinada do seu livro para mim hein!!!!
    Ufa... que emoção aki... eu nem acredito que você se formou... Parabéns irmão!!! Parabéns mesmo!!!
    Uaaaaauuuuu!! Que foooodaaaa!! Capitulo surreal!! Não foi explosivo como o anterior, mas teve a sua magia! Quantas explicações... pelo visto daki para frente a pancadaria vai estar por toda parte!! Gostei do método Dragon Ball que você utilizou para a liga... já deu para prever que será impressionante!!
    Caraaaaa... estão apostando no Seth e no Beliel para voltarem!! Que massa!!!! Mal posso esperar para vislumbrar do aparecimento deles, o que já era foda ficou ainda mais foda!
    E que chaves são essas... já estou pressentindo um mês de adrenalina...ahhhhhh eu não estou me aguentando aki... quero muuuuito ver o Mikau dando headshot em todo mundo, sem falar no Vista, adoro este mecha!!!!
    E que romance foi aquele do Luke com a Dawn?! Até eu achei fofo kkkkkkkkk
    Os capítulos acabaram, mas estou muuuuito ansioso para ver os próximos!! Senti falta do Erick junto do Luke... achei que ele ia fazer uma aparição épica com explosões kkkkkk mas isso não importa... temos LuKe vs. Lúcio para a próxima rodada!!!!!!
    Parabéns Canas!!!!! Agora Design!!!!!

    Flw

    ReplyDelete
  16. Mano, não me mata do coração assim, companheiro... Eu estava todo tranquilo respondendo alguns e-mails quando vejo praticamente um anúncio em pop-up brotar na tela: Archie is back, PORRA! kkkkkkkkkkkk É você mesmo rapaz, como é bom revê-lo! Eu disse para a Litos (vulgo Kim kk) que uma hora ou outra você apareceria, mesmo que um longo ano de estudos e correria tivesse passado. Olhe só para nós, eu formado e você enfrentando a faculdade... Quem diria... Obrigado pelos elogios e as congratulazionis, seu retorno é um presente para mim depois de tantos conflitos dos últimos meses.

    Ainda teremos muito tempo para falar desse futuro projeto de meu livro, mas por enquanto estou concentrando minhas últimas forças em Sinnoh. Eu preciso terminar, preciso fechar esse ciclo e encerrar tudo que eu criei nesses 4 anos. Quase 4 anos de história, e em breve faremos 3 de blog. É muito tempo, mas que realmente passo voando. Muita coisa aconteceu lá no começo da Saga Platina, mas se você conseguiu voltar e ainda acompanhar o ritmo, é isso que importa! Acho que não tinha período melhor para você voltar, foi o começo das férias, o começo da Liga, tudo! Poder contar com sua presença nessas batalhas vai ser show Archie, farei o possível para trazer algo bem Dragon Ball mesmo e ainda com o melhor da Grande Criação. Vou deixá-los sem ar com toda essa pancadaria louca que está por vir.

    Eu estou numa preguiça louca nessas férias, só dormindo e jogando video game o dia todo kkk Mas vou tentar sair dessa, tenho uma fanfic para terminar. Cara, se me permite uma sugestão, há dois capítulos em especial que você adoraria ler. O primeiro é o Capítulo 82, pois ele fala justamente do retorno do Erick e resume aquilo que você acompanhou desde os primeiros dias de Sinnoh. O outro é a Parte 4 do especial da Ex-Elite 4, lembra? Aquele que acabou lá na Saga Pérola? kkkkkkkkk Cara, quando sobrar um tempo dá um pulo nesses dois, e você finalmente entenderá o que eu preparei para o Erick durante tanto tempo e por que ele esteve desaparecido, na minha opinião é um dos melhores capítulos que eu pude produzir, e feito com um carinho especial para aqueles que nunca esqueceram o personagem. Pode deixar que continuarei dando meu melhor por aqui, e agora tenho a inspiração dobrada por poder contar com sua presença mais uma vez kkk Valeu mesmo parceiro, eu sempre acreditei que você iria voltar. Os minutos finais desse filme estão mais próximos do que imaginamos... Abração!

    ReplyDelete
  17. Ahhhh cara... jura que eu perdi tudo isso?! Pode deixar que vou correr atrás, vou ver se consigo ler estes capítulos que você recomendou, e acredito que irei apreciar a leitura!
    Não fica com preguiça não guri, corra atrás do que você gosta agora, eu por exemplo vou para o sitio do meu avô, ficar longe da civilização rodeado de parreiras, aproveita para andar, conhecer novos ares (se é que tu me entende kkkkkkk)
    Cara, desta vez você vai ter uma amigo que vai te acompanhar nos capitulos, esta última saga não vou perder por nada! Se sobrevivi até aki, eu não morro mais kkkkk

    Flw

    ReplyDelete
  18. Que emoção *---* kkkkk
    Achei que o Luke ia lidar numa boa com o Lukas tendo se inscrito, mas até esqueci o detalhe de que todas as batalhas dele constam na ficha do irmão kkkkkk Bem, agora já foi. O pior ainda é que mesmo tendo certeza de que os dois vão passar pra próxima fase ainda fico apreensivo kkkkk Aquela citação logo no começo sobre os três que começaram a jornada em um incidente no almoço (lembrando das batatas da Dawn kkkkk) foi tão nostálgica... Faça isso sempre que conseguir agora no final, porque permite uma comparação incrível com o início... Ver que aquela história divertida do início se tornou ainda mais intrigante que podíamos imaginar. Você sempre disse que achava que não passaria do ginásio da Fantina... E agora estamos na Liga! kkkk Agora sim vai pegar fogo! Quero conferir essas grandes batalhas, quero ver o quão fodásticos ficaram os Fire Tales após este treino tão intensivo!

    ReplyDelete
  19. Pois bem, AQUI ESTAMOS! A Liga Pokémon, o objetivo final (ou semifinal, né, pensando na Elite) Oh Giratina, Arceus, Xerneas, Yveltal, Kyogre, Groundon, Rayquaza, enfim, todas as divindades desse mundo. Chegamos. Btw, tenho que perguntar, qual é a emoção de chegar tão longe com uma história, Canas? Sinnoh realmente teve muita coisa pra contar..... (e ainda tem, in fact) Deixo aqui meus parabéns porque, cara, tu é realmente f*da por ter caminhado até aqui (mas meu coração ainda não te perdoou por todos os feels destroçados, viu? ;-; )
    Bem, sobre a história. Céus, Lukinhas, por que você ficou tanto tempo complexado assim? Cadastrou tá cadastrado, entra lá e faz todo mundo chorar com toda a epicidade escondida nessa fofura \u-u/
    E, bem, lá se foi a primeira fase. Agora é que tudo vai explodir! E vejo nomes ilustres entre os selecionados.... É, tudo vai explodir MESMO! E é assim que o povo gosta *w*

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -