Posted by : CanasOminous Dec 5, 2013


Support Conversation (Wiki's Special Lovers)
Gênero e Disclaimers: Romance, Comédia e ecchi leve;
TemaMarco precisa se esforçar nos estudos para passar em um concurso,  e por isso recorreu à algumas aulinhas particulares. Só que ele se surpreendeu ao saber que a professora particular que contratou é um pouquinho... Sexy;
Notas: Oi, eu sou uma Capivara.

A vida costuma trazer um bocado de problemas em nosso caminho, então é sempre bom ter alguém para compartilhar esse momentos, uma pessoa especial  para te ensinar certas coisas... Não é todo dia que se consegue uma professora particular também, mas Marco é um desses sortudos que conseguem.
O jovem estava em seu quarto no dormitório da guilda após uma exaustiva manhã de estudos e trabalhos. Tinha sido necessário arrumar a zona que Wiki e Mozilla deixaram para trás, o rombo na parede do banheiro feito por Vista, sem contar as roupas de baixo, louças, cobertores e restos de pipoca e salgadinhos jogados e por todos os cantos. Marco tinha conseguido arrumar tudo há tempo, pois esperava por uma visita e precisava mostrar que o quarto compartilhado era, no mínimo, apresentável. A campainha soou e ele levantou-se correndo para atendê-la.
Abriu a porta animado quando deparou-se com Wiki do outro lado, trazendo mais algumas sacolas de bebidas e salgadinhos. Ela amassou uma latinha que estava em sua mão e aparentava animada até demais.
— Oiii, meu bichinho de pelúcia! Como é que está?
— Ah, é você, Wiki... — disse Marco, contente em revê-la, mas não tão contente quanto gostaria. — Estou bem, estou bem. Ainda tentando resolver umas coisas e, para ser bem sincero, eu não esperava que você fosse voltar hoje.
— Não consegui ficar longe de você, estou precisando seriamente de um pouco de diversão! — disse Wiki já entrando no quarto, jogando as sacolas para longe, deixando os sapatos no meio do caminho e começando a bagunçar tudo novamente.
Marco olhava para ela com uma expressão de exaustão e tristeza.
— Ei, o que aconteceu? Não está feliz em me ver mais cedo? — perguntou a moça um pouco decepcionada.
Ele respirou fundo.
— Estou, mas... Você disse que voltava amanhã.
— É. Mudei de ideia. — Wiki deu uns pulinhos contentes.
— E eu já tinha planos para hoje...
— Tá brincando? — ela parecia interessada. — Então me conta, quem é a desgraçada?! Você arranjou um parzinho? Nossa, eu estava mesmo precisando arrumar briga com algumas vadias.
— N-Não é nada disso, Wiki... — ele apontou para sua mesinha de estudos, o único lugar que ele tinha no quarto para guardar suas próprias coisas e manter-se longe do desleixo da companheira. — Eu chamei uma professora para me ajudar em alguns exercícios.
— Hm, professora, né? — ela virou-se na cama, olhando-o de ponta cabeça. — Professoras são sexy, você gosta delas? No meu último Talk Show eu usei uma fantasia que você ia adorar.
— Bem, elas são inteligentes...
— Ahh, então espera só alguns minutinhos!
Wiki foi até seu armário, bagunçou todas as roupas que estavam dobradas e organizadas em ordem de tamanho, cor e degradê. Marco olhava para aquela bagunça sem reação alguma, sua professora chegaria a qualquer momento e Wiki já fazia uma zona como esperado. Quando ela voltou do banheiro, estava vestida com sua clássica meia calça, camisa branca e saia bem justa. Tinha os óculos na ponta do nariz e na outra mão carregava sua varinha mágica da felicidade.
— E aí? O que achou? 
— Você está linda — disse Marco com a maior sinceridade. — Agora, se me der licença, poderia passar algumas horas atazanando o Vista enquanto eu tento estudar?
— Eiii, por que tá fazendo isso comiguuuu??? Eu sou a sua professora! — ela tentava protestar, até que retirou um panfleto do meio de seus peitos e o enfiou na cara de Marco. — Aqui, olha! Você me contratou!
Marco agarrou o contrato no mesmo instante.
— Como foi que você...
— Ué, eu vi uma mensagem na área de missões da guilda: Precisa-se de Professora Particular. E logo me interessei. Quando vi que você era quem estava pedindo já fiquei toda agitada! Meu Marquinho estava precisando de consolo e eu não sabia?
Sua mão automaticamente foi até seu rosto.
— Wiki, eu preciso de uma professora que me ensine, não uma que... Enfim, por que justamente você foi aceitar?
— Foi você quem colocou o pedido de missão no mural da NOSSA guilda, quem mais você acha que aceitaria? Você contratou meus serviços, agora senta aí e vamos resolver essas paradas tudo porque quero me divertir logo.
— E por acaso a senhorita saberia como me ajudar nos estudos?
— Querido, eu manjo tutooooo!
Wiki foi até sua mesinha de estudos, empurrou Marco pra fora da cadeira e sentou-se no seu lugar toda sorridente, cruzando as pernas de maneira sedutora. Ela lançou uma piscadela para o coitado caído no chão.
— Puxa, muito obrigado por sua consideração...
— É que só tem uma cadeira, e eu sou maior do que você. Você é todo pequeninho, e fofinho, e lindinho... —Wiki deu alguns tapinhas em seu próprio colo e falou: — Vem sentar no colinho da titia!
— Sério isso?
— Nhá, eu só quero te dar um abraço! Vem, vem!
Assim que Marco sentou-se, percebeu que havia algo de errado com o lugar onde estava sentado.
— Eita, Wiki... Você trouxe alguma arma nova por um acaso?
Ele ouviu uma voz grossa sussurrar em seu ouvido:
— Tem uma que eu queria que você experimentasse... 
Marco quase pulou no teto do quarto.
— WOAAAAAAH!! M-M-Mozilla, por que você sempre faz isso comigo?
O homem riu da mudança súbita, mas não escondeu que tinha se divertido com a cena.
— Qual é, Marquinho! Foi só uma brincadeira. E tem outra, a Wiki não tem paciência de ficar resolvendo lição de casa, deixa que essa parte eu dou conta.
Marco preferiu ficar de pé enquanto ia narrando o que precisava fazer. Mozilla e Wiki eram extremamente inteligentes, depois de Vista deviam ser os melhores da guilda. Conseguiam respostas para tudo que precisassem na internet conectada em seu cérebro, eram criativos e versáteis, não havia nada que não soubessem responder.
— Enfim, conte-me, meu caro Marco... Pra que esses estudos? — perguntou Mozilla.
— Eu estava precisando passar em uma prova muito importante mês que vem, é algo que Pokémons realizam para medir sua inteligência... Uma espécie de olimpíada do conhecimento, sabe?
— Puxa vida, que show! — disse Mozilla, dando uns tapinhas nas costas do jovem. — Espero que você dê o seu melhor e saiba bem como resolver tudo isso.
 O homem levantou-se e chegou mais perto de Marco, encurralando-o em um canto do quarto próximo da mesa.
— Ei, mas o que acha de deixarmos os estudos para mais tarde, hm? A Wiki comprou algumas bebidas e uns salgados, podemos assistir uns filmes novos que eu baixei, aproveitar esse friozinho e nos divertirmos.
Marco tentou fugir daquela situação.
— Mozilla, por favor, eu preciso mesmo estudar...
— Ohhh, puxa... Mas você gosta tanto de filmes.
— Adoro, mas eu... Preciso mesmo passar nessa prova.
— Depois você promete que se diverte com a gente?
Marco hesitou novamente.
— Tá legal, tá legal... Se eu conseguir uma boa nota faço o que vocês quiserem, como sempre... Mas por que exatamente estamos falando no plural?
Mozilla recuou.
— Eu não te contei? Cara, que vacilo! Vou te mostrar um truque que eu estive aperfeiçoando nos últimos dias, e só digo que você vai A-M-A-R.
O fluxo de energia no peito de Mozilla começou a brilhar forte, ofuscando a visão do jovem. Uma energia intensa foi liberada, e quando Marco pôde abrir os olhos viu que Wiki e Mozilla estavam ali, ao mesmo tempo. Aquilo só havia acontecido uma vez até então, e a experiência não tinha sido nada agradável.
— C-Como vocês fizeram isso?
— Surpresa!! — disse Wiki animada. — Threesome!!
— Vai com calma, gata. Ainda temos que resolver esses probleminhas do Marco, e a diversão vem depois — falou Mozilla. — Com dois cérebros pensando ao mesmo tempo, vamos resolver qualquer questão desse planeta.
Marco sentou-se em sua cadeira, e de cada lado possuía alguém que lhe dava sugestões e sugeria como resolver seus exercícios. Ele estava contente por conseguir avançar bastante, mas o pensamento de Wiki e Mozilla eram tão velozes que ele não tinha nem tempo para escrever tudo. Nos intervalos ligeiros tentava buscar assunto.
— Como foi que vocês conseguiram se separar dessa maneira? Digo, a última vez que fizeram isso foi na luta contra a Pink Anarchy em que enfrentamos a Glory, mas... Vocês pareciam ter sofrido com essa mudança.
— É temporário, e às vezes quando estou com preguiça prefiro deixar a lindona aqui assumir — respondeu Mozilla. — Mas nem se preocupe, o Vista fez uma modificação em nosso sistema que permitiu esse novo truquezinho. Show de bola, não?
Marco coçou a cabeça.
— Foi bem... Inesperado. Se lidar com um já era difícil, imagino como será com os dois.
Alguém começou a massagear o seu ombro, mas por sorte dessa vez era Wiki.
— Ahh, sim. Vivenciaremos uma experiência que você nunca sentiu antes! Termina logo essa lição chata porque já estou ficando animada.
Assim que todo o caderno de respostas foi completado, Marco fechou-o e ficou sem reação. Não quis nem olhar para trás, sabia que Wiki e Mozilla preparavam algo que não era nada bom, chegou até a ter medo do que fosse acontecer. O silêncio o assustava. Sua voz tremia quando teve de falar:
— É... Acho que eu terminEEEEEEEEEEEEEEIIII...!!
Nesse mesmo instante sentiu que alguém o pegava pelos braços, levantando-o tão alto que Marco não teve nem tempo de entender o que acontecia. Só percebeu quando foi atirado na cama, com Mozilla caído de um lado e Wiki de outro, ambos vestidos com suas roupas de baixo e os olhos de vidro brilhando numa intensidade estrondosa.
A luz foi apagada.
— Muito bem, meu aluninho querido! Agora me empreste seu corpo porque está na hora da profis aqui se divertir um pouco — disse Wiki bem baixinho.
— A diversão de verdade começa agora — respondeu Mozilla.
— Ai, meu Arceus!

Subitamente uma das paredes explodiu, e a figura sinistra de um ciborgue surgiu do outro lado com seus canhões e a capa esvoaçando ao efeito artificial de vento. Marco nem conseguia ver o que acontecia, pois Wiki e Mozilla o abafavam tanto na cama que o pobrezinho mal conseguia respirar.
— Where are you, stupid student? Temos um teste em breve, vou fazê-lo tornar-se mais inteligente do que dois Alakazams conectados no Google e com apoio de todos os livros do planeta — disse Vista de maneira ameaçadora.
— V-Vista, socorro!! — gritava Marco.
O ciborgue foi até Wiki e Mozilla e puxou um de cada lado com seus braços mecânicos.
— Ei!! Bem na hora que eu ia abrir o zíper?! — indagou Mozilla.
— Droga, Mecha-boy! Eu estava quase chegando lá! — continuou Wiki.
— Stay away from my student, we have a test to do.
— Teste? Mas eu já terminei todos os testes, a Wiki chegou mais cedo e me ajudou a responder tudo. Ela disse que seria minha professora particular — explicou Marco.
Vista virou-se para ela com uma visão horripilante.
— Você hackeou meu sistema, copiou meu contrato, e saiu na minha frente...
— Ora essa, Mecha-boy, você é meio lerdinho às vezes, sabia?... E o senhor sabe como funciona o mundo das mulheres: Vacilou, perdeu!
— You son of a.... — grunhiu Vista já estressado. — E por um acaso você aprendeu tudo como deveria, hein? Estou falando com você, marco.
O pobre Mothim já se escondia de medo.
— D-Desculpa, eu aprendi tudo certinho, prometo que vou ir bem na prova!
— NO. O senhor não vai bem, o senhor vai arrasar. Não aceito menos do que 100 tendo um professor com QI tão avançado quanto eu, ou isso seria uma afronta ao meu nome.
— Com um QI desse nível, você ainda não aprendeu a usar a porta? — respondeu Mozilla, observando metade da parede destruída.
Vista ficou em silêncio, encarando todos com sua pose de malvado e sem dizer mais nada. Wiki ajeitou o sutiã e Mozilla coçava a cabeça, como se esperasse: E aí? Quando vai sair daqui e deixar a gente continuar?
— What were you doing?
— Ahh, até que enfim percebeu! Estávamos em um momento muito íntimo aqui, se não deu pra notar — disse Mozilla um pouco frustrado. — E então? Vai ficar aí parado, ou virar e dar o fora?
Vista ficou quieto, e parecia furioso.
— Vocês... Não me chamaram?
Wiki e Mozilla riram com a reação do grandão, e não escondiam que sua companhia seria muito bem vinda por mais que Vista não fosse do tipo que tirasse sua armadura ou mostrasse o rosto nem por um instante, mas ele tinha suas próprias técnicas.
— Opa, o Vista vai se divertir com a gente! — disse Wiki animada. — Será que você não consegue mostrar de novo pra gente aquele seu poder especial que usa um monte de cabos eletrônicos que mais parecem tentáculos?!
         — Oh, yeah. Desenvolvi alguns equipamentos novos, e aproveitando que nosso jovem cobaia está disponível, acho que seria interessantíssimo se fizéssemos os testes nele. Right, Marco?
— Eu tenho uma prova semana que vem....
        — Isso quer dizer que teremos que voltar aqui mais vezes para ajudá-lo a estudar ainda mais — respondeu Mozilla. — Espera, eu moro aqui...
         — PARTY EVERYDAY. —  falou Vista, ativando um globo espelhado e lançando várias luzes coloridas para começar a sua festa. Fuck yeah.
          — Tô perdido... — disse Marco já imaginando como aquela história iria acabar.

{ 6 comments... read them below or Comment }

  1. Amei! Gostei muito desse support, foi bem divertido. E o Marquinho me encantando ainda mais. E quem diria que a Wiki seria a professora. Também fiquei surpresa, não a imaginava dando aulas. Até entendi a reação dele. E aquela hora em que ele se sentou no colo dela e ela se transformou, foi muito engraçado. Coitado dele. Mas o pior foi depois. Que isso, Nícolas! Você não tem pena não de fazer essas coisas com ele!? Ainda bem que o Vista chegou a tempo! E olha só, quem diria que ele gosta de uma diversão. Quando olho pra ele, vejo um pokémon que é muito sério e que não expressa suas emoções. Aí vem, e ativa um globo e começa uma festa. Me surpreendi quando li isto. E mais uma vez, tadinho do Marco, não quero nem imaginar como essa festa acabou e o que fizeram ou ainda vão fazer com ele.

    Ah! E quanto a aula particular que tinha comentado. Pois bem, é que,como o ano já está acabando e as aulas já terminaram, não vou mais precisar desse tipo de ajuda. Quem sabe ano que vem [ou nunca, cof,cof]. kkkk.

    Obrigada por mais um support divertido, serviu pra descontrair o dia.

    Beijos.

    Luana.

    ReplyDelete
  2. Diga ae, Luana! Poxa, mas faz parte do script do Marco sofrer kkk Pelo menos ele saiu da miséria e do canto dos personagens ignorados, até porque a gente faz ele apanhar um pouquinho por uma boa causa kkkkkk Brincadeira, faço isso com o pobre coitado porque eu mesmo me divirto muito com as inúmeras possibilidades de uma relação bacana que pode ser desenvolvida com o grupinho da Wiki. Sem sombra de dúvidas é um dos que mais adoro trabalhar, as ocasiões surgem muito de repente, toda hora há ideias novas que combinam perfeitamente com quem? Com o Marco que só se ferra, a Wiki super atirada e o Vista rabugento kk

    Poxa, vai negar mesmo as aulas particulares do Marco? Mas elas são super legais, você ganha de presente essa festona junto assim que terminar os estudos [isso se conseguir estudar kkk], só que eles não se responsabilizarão pela nota final e nem sequelas secundárias, hein! O Vista pode parecer um vilão malvado de games, mas o cara é gente boa. Por baixo daquele manto negro existe um personagem cheio de defeitos e manias como qualquer outro, por isso eu curto ele. Pode deixar que continuaremos por aqui justamente para propor essa descontração e todo o divertimento aos leitores, com a entrega do meu último trabalho e as férias em mãos, eu espero manter a galera animada desde agora! Beijos Luana, see ya.

    ReplyDelete
  3. Uhuuuuuuuul, acho que estamos precisando de uma party depois dos estudos hahahahahaha mt show o support Canaaas \o/ ;D

    ReplyDelete
  4. This is the talk show 5, man.
    ass: Lucarioiz

    ReplyDelete
  5. Afffff q mulher vulgar -' naum curto mulher assim. Sinto muito faze um comentario assim, mas é só uma opiniao de um leitor.

    ReplyDelete
  6. Isso porque você pegou um episódio que ela estava bem tranquila ainda por cima kk Cada um tem suas opiniões e preferências cara, cada um tem os personagens que gosta e que odeia, os que apoia e abomina. Meu trabalho é trazer todos tipos de personagens e personalidades, sempre tem alguém que vai curtir e os que não vão gostar, devemos estar habituados a isso.

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -