Posted by : CanasOminous Jan 24, 2012

Os Pokémons costumam tornar-se mais ativos durante a noite, enquanto seus donos permanecem adormecidos em um sono profundo eles aproveitam a ocasião para organizar-se e realizar cada uma de suas tarefas diárias. A pequena fogueira dos contos jazia acesa com suas brasas ardentes que aos poucos desapareciam no céu noturno como um toque mágico. Os Fire Tales pareciam preparar algo novo naquela noite, e seguindo as instruções de Gabite toda a equipe trabalhava a todo vapor em alguma espécie de projeto.
dragão jazia sentado sobre um barril, em seu ombro permanecia Pachirisu que fiscalizava todas as obras em sua volta. Machop carregava grandes toras de madeira a todo momento, de forma que os outros membros presentes naquele momento também fizessem de tudo para ajudar da forma possível. Mothim tinha diversos papéis em suas mãos, eles pareciam ter sido encontrados nas redondezas de alguma cidade e agora traziam rabiscos feitos pelo rapaz.
— Se todo mundo cooperar e nós continuarmos com esse ritmo, poderemos terminar nossa base em cerca de cinco meses. Ao tardar, trezentos e sessenta e quatro dias. — explicou a mariposa Mothim.
Gabite não aprecia satisfeito com aquele comentário. Estava em seus maiores desejos realizar aquele projeto, e com o crescimento da equipe ele logo sentia que seria capaz de realizá-lo. Ele olhou para Pachirisu ao seu lado e deu um sorriso descontraído:
— Rapaz, estou muito afim de construir essa parada, tá ligado? Fala aí, um lugar onde podemos nos reunir e chamar de casa, mas será algo muito mais avançado. — dizia Gabite, parecendo sonhar com algum projeto grande demais para seus pequenos atos.
 O que exatamente você pretende fazer, irmãozão? — perguntou Pachirisu.
— Bola de pêlos, já ouviu falar no termo guilda?
— Hm, acredito que não.
 Eu também não, mas achei o nome muito louco! O esquema é que eu quero construir uma base para a gente, a nossa Fire Tales! Vai ser uma fortaleza móvel em que montaremos um grande ninho e teremos todas as formas artesanais de construções avançadas dos humanos. — dizia o dragão fascinado, ganhando a esperança dos mais jovens ao seu redor.
— Senhor Gabite, quando essa guilda ficaria pronta? — perguntou Shellos.
— De acordo com as informações transmitidas por nosso engenheiro Mothim, trezentos e sessenta e cinco luas, ou aproximadamente quinhentos e vinte e cinco mil e seiscentos minutos. — disse Gabite, apontando para a grande forma circular da lua no céu — Eu não sei quanto isso vale, mas nossa guilda chegará até as estrelas!
Não eram todos os Pokémons que tinham conhecimento de números, mas a ideia de tornarem-se os melhores os fascinava. Roselia e Shellos estavam sentados no chão perto da lareira, assim como Froslass e Shieldon, embora os demais membros não estivessem presentes. A pequena flor aprontou-se e perguntou:
 O que exatamente uma guilda faz?
Roselia parecia pensativa, os mais novos ainda não entendiam aquele termo, apesar de parecer algo realmente emocionante. Shieldon aproximou-se da conversa com um de seus livros, o pequeno fóssil sentou-se e abriu-o com cuidado, folheando algumas páginas.
 De acordo com o lendário livro wikipedia, Guildas são associações de artesões de um mesmo ramo, isto é, criaturas que desenvolviam a mesma atividade profissional. — explicou Shieldon.
Gabite apontou para o companheiro com felicidade a comemorou:
— Exatamente!! É uma parada muito doida que eu vi nuns desenhos que o Mestre estava assistindo. E por isso, decidi montar a minha própria guilda, intitulada como os Fire Tales. Meu engenheiro Mothim, como estão os projetos?
— Eu não sou engenheiro, sou explorador. E nessa velocidade presumo que tenhamos cerca de 0,10% de todo o projeto feito.
— Ahá! É um número bem grande, estamos perto de ter tudo pronto!! Onde está minha Comandante Serpente? Tenho assuntos a tratar com a senhorita Titânia! — dizia Gabite.
— Ela saiu para receber quatro novos membros. Presumo que ela logo esteja à caminho, mas pode ter certeza que ela não ficará nada satisfeita quando ver essa bagunça que você fez na nossa área... — brincou Mothim.

Gabite parecia divertir-se com sua nova brincadeira. Pachirisu, Roselia, Machop e Shellos eram os pequenos que mais apreciavam a ideia, Mothim e Shieldon permaneciam logo na entrada de um vasto campo cercado por pedras. Não demorou para que Titânia retornasse para a base na companhia de Piplup e novos integrantes, e ao deparar-se com a enorme bagunça não foi preciso dizer que ela teve uma enorme vontade de matar o organizador da desgraça.
— Vixii, pelas asas de Giratina, está uma zona esse lugar! Parece que eles montaram uma arena de batalha. Bastou nós sairmos algumas horas e eles causam esse alvoroço? — perguntou Piplup.
— Onde está aquele dragão vesgo do Gabite? — resmungou Titânia.
O pinguim fora surpreendido no momento em que Gabite pulou em uma rocha em sua frente, fazendo-o cair pelo susto que levara. O dragão estufava o peito e se dirigia aos companheiros com autoridade.
— Sejam bem vindos ao Fire Tales. — disse Gabite.
 Caramba, que show!! Uma guilda de verdade! — disse um Horsea que estava entre os novos integrantes.
Titânia parecia surpresa, era notável a expressão de surpresa em todos ali presentes, mas para a serpente aquilo ainda não passava de uma brincadeira.
 Guilda? Vocês estão falando sério? — perguntou Titânia.
— De forma alguma, minha doce grandiosa serpente. Você é o segundo mais alto símbolo de toda a nossa equipe, somos os lendários Pokémons que se uniram para criar a revolução! — dizia Gabite.
Titânia adorava elogios, e só de saber que seria tratada como uma das organizadoras já era o suficiente para ela se acalmar. Gabite havia dado alguns tratos na base da equipe, ele costumava agir como um tolo, mas tinha boas ideias para a criação de algo para o bem estar dos companheiros. Na área central, onde se localizava a fogueira, seria a sala de reunião de toda a equipe. Ainda havia muito a ser feito, mas os esquemas e rabiscos eram o suficiente para ter uma ideia do que estava em sua mente.
 Permita-me apresentar-me, meu nome é Aerus, sou um Gabite à serviço da casa real da família Wallers, mas vocês podem chamar-me apenas de Guildmaster! — vangloriava-se o dragão, tentando chamar a atenção dos novos integrantes.
 Na moral, eu nem sabia que você tinha nome cara. — disse Piplup — Ele não bate muito bem da cabeça, mas é temporário, garanto que daqui há um tempo tudo volta ao normal.
Titânia aproximou-se dos novos integrantes no intuito de apresentá-los. Ela sempre era a mais atenciosa quando se tratava dos novatos, era uma guerreira experiente, e provavelmente uma das melhores professoras de combate para qualquer Pokémon.
Haviam quatro outras criaturas na equipe, um deles era um Horsea, acompanhado de uma pequena Feebas que parecia muito animada com todas aquelas ideias. Os outros dois membros eram uma linda Gardevoir e um pequeno Togepi de aparência emburrada. Não demorou para que o Pokémon ovo desaparecesse em meio aos outros integrantes em busca de um canto escuro, aparentemente ele não era muito disposto a conversas.
— Perdoem o Togepi, ele não gosta de ter muitos Pokémons em volta e prefere ficar sozinho. Meu nome é Gardevoir, e sou perita na área de cura e recuperação, e agora estarei participando da equipe de vocês. — disse a mulher.
— Uoow, uma supporter! Acabamos de encontrar a integrante perfeita para nossas casas de cura, eu tenho até um lugar perfeito para você linda, se liga só! — disse Gabite, mostrando uma área vazia que possuía apenas três pedras jogadas no chão — Não olha para a aparência por enquanto, estamos economizando o meio ambiente, mas lá será nosso posto de recuperação.

Titânia ria da diversão dos outros. Era uma simples brincadeira, embora ela apreciasse o estilo e a forma como era conduzida. Lembrava dos tempos antigos em que batalhava e treinava para as batalhas, tinha sua equipe de guerra, mas eram tempos há muito esquecidos por sua memória. A serpente continuava perdida em seus pensamentos, mas logo foi interrompida pela pequena peixinha.
— Oi! Meu nome é Feebas! Eu não sou nativa de Sinnoh, eu vim de Hoenn com alguns companheiros de moradia, mas fico feliz que eu tenha encontrado um grupo divertido como o de vocês. É um prazer conhecê-los! — disse Feebas.
Ela era muito simpática, porém, não se podia deixar de notar que era muito esquisita. Alguns integrantes lutavam para não rir de sua aparência, Roselia e Shellos cochichavam de sua aparência, e como de costume, Gabite não conseguira conter-se.
— Gah, hah, hah!! Manola, você muito esquisita!!
Feebas cessou seu sorriso e abaixou o rosto. Ela demonstrava tristeza, embora já aparecesse acostumada a receber tal comentário. Gabite demorava a perceber quando tinha feito algo de errado, mas o olhar intimidador de Titânia era o suficiente para causar medo em qualquer um. Shieldon e Froslass estavam até sem graças pelo comentário, e até Pachirisu dera um cutucão no amigo.
— Gabite, não seja mal educado... — disse Pachirisu.
 Peça desculpas. Agora. — retrucou Titânia.
Feebas levantou seu rosto e sorriu, ela sabia que era feia, mas não deixava aquilo abalá-la, pois era feliz com quem era. Por outro lado, seu companheiro não parecia nem um pouco feliz com o comentário do dragão, encarando-o no mesmo instante.
— Ei cara, qual é a sua? Você pensa que é quem para chegar aí e falar mal dos outros sem olhar para si mesmo?
Gabite cessou o riso. Ele levava tudo na tranquilidade, mas odiava quando não entendiam que não passava de uma brincadeira. Ele encarou o Horsea em sua frente com um olhar de raiva, aquela era a primeira vez que qualquer um de seus companheiros o via irritado.
 E quem seria você, novato? — disse Gabite, fazendo questão de enfatizar sua última palavra.
 Meu nome é Mikau, sou um Horsea, e eu sou amigo da Feebas. — respondeu ele.
Gabite era muito maior do que o indefeso Horsea. O pequeno não era bom de briga, e estava claro que nunca tivera muito treino, mas não podia conter-se quando faltavam com respeito para com seus amigos. Talvez Gabite agisse de forma rude, mas ele não permitia que qualquer iniciante tentasse bancar o dominante para cima de si.
— Eu não sei se você percebeu, mas eu sou o líder dessa parada. Se quer bancar o espertinho é melhor fazer isso com outro. — intimou Gabite.
Horsea parecia irritado, mas ele não tinha tanta experiência quanto o dragão. Titânia aproximou-se de Gabite e segurou com a cauda contra uma parede, encarando-o de forma séria.
— Eu aceito numa boa essa sua brincadeira de guilda, mas a partir do momento que você faltar com respeito com alguém eu juro que acabo com ela, e você, na mesma hora. — disse a serpente.
— Qual é, Tih! O novato veio pra cima de mim tentando bancar o herói, acha que eu vou sentar e ficar quieto? — respondeu Gabite.
Titânia soltou o dragão e caminhou em direção dos novos membros para desculpar-se. Horsea era educado, pedindo desculpas para Gabite por perceber e ter respeito a quem estava no comando há mais tempo. Feebas e Horsea agora caminhavam juntos conhecendo os outros membros, todos se divertiam com a base, e agora Gabite encarava tudo com seriedade.
— Você não quer ser o líder? Então deve agir como líder. — disse Titânia.
 Essa vida de mestre é tensa. Quer virar a líder? — riu Gabite.
— Você que fundou a corporação, vai desistir antes de ela completar meia hora de existência? — dizia Titânia com um sorriso descontraído em seu rosto — Você deverá tomar as rédeas e guiar a equipe, e para começar, vá supervisionar cada uma das áreas que criou e verifique o bem estar de todos.
— Ahhhhhh, tô com preguiça.
Gabite era o único que conseguia fazer Titânia rir. A mulher parecia sempre estar séria e focada nos treinos, mas ela era uma verdadeira amiga do dragão que também apreciava a velha amizade com a serpente. Pachirisu correu para o ombro de seu amigo e apoiou-se sobre ele. Os três se sentaram próximos de uma colina enquanto observavam a lua. Ela estava pálida como de costume, e agora trazia um certo brilho especial que parecia guiar cada um dos integrantes.
— Viver com todo mundo vai ser como um sonho. — dizia Pachirisu.
— Apesar de ser apenas uma brincadeira, devo admitir que adorei a ideia. Acho que isso incentiva os outros membros a treinarem e poderem tornar-se mais fortes para o bem da própria equipe. Isso é bom para nossos verdadeiros Mestres. — sorriu Titânia.
— Bom, chefia. Estou indo dar uma volta pela base. Quero continuar dando uma olhada nos acampamentos, ver se encontro um canto só meu, sabe? Estou pensando em tornar essa área elevada no Salão Principal, e essa pedra será a Pedra do Mestre!
— Mas é só uma pedra normal. — comentou o esquilo pensativo.
— Pachirisu, quantos anos você acha que demorou para esse objeto surgir diante de nossos pés? Devemos entender que tudo tem uma história, e por milhares de anos essa pedra pode ter caminhado para finalmente surgir em nosso caminho. — explicou Titânia.
O esquilo agora observava aquilo com outros olhos, a pedra passaria a fazer parte de sua vida, e apesar de parecer algo normal, era nítido que possuía um valor diferente dos demais membros. Muitos treinadores tratam seus Pokémons como simples armas de combate, mas é necessário saber que eles possuem suas próprias vidas e costumes.

Gabite deixou a pedra sob cuidado de Pachirisu, e logo distanciou-se dos dois começando a caminhar pela pequena base. Cada um havia encontrado sua área, Shieldon adorava objetos perdidos, e por isso aproveitava para montar uma área onde pudesse colocar seus equipamentos. 
Mothim mantinha tudo em controle tendo a ajuda de Machop para construir algumas construções móveis, os dois eram os únicos que continuavam a trabalhar.
— Chefe, chega mais! Veja só aquela ideia que tivemos. Com as Iron Balls do Shieldon somos capazes de criar uma moradia que possamos levar para onde quisermos. — disse Mothim.
— Muito louco cara, vai ser uma boa para que a gente possa levar nossas coisas e montar um acampamento móvel. — concluiu o dragão.
— Bem que vocês poderiam dar uma ajudada nessa parte braçal! Poxa, só eu que estou trabalhando aqui! — disse Machop.
— Ninguém mandou você ser o único que tem polegares opositores. — brincou Mothim.
Gabite continuou seguindo, Gardevoir estava na companhia da equipe de Dawn que agora fazia uma visita à equipe. Glaceon estava acompanhada de Leafeon e Lairon como de costume, e eles também pareciam apreciar a ideia de montar a equipe dos Fire Tales.
— Tudo muito simples, mas devo admitir, possui seus charmes. — dizia a esnobe Glaceon.
— Yow, Gabite! Essa ideia da guilda foi sua? Uma grande sacada, tenho certeza que é essa criatividade que faz marca à equipe de vocês. Tenho um pouco de habilidade com construções e madeira, se precisarem de ajuda é só dar um toque para nós que estaremos tentando ajudá-los em nosso tempo livre. — disse Leafeon.
Gardevoir era muito receptiva. Ela com certeza faria um bom papel em sua sala de recuperação, própria para qualquer membro que precisasse de ajuda, estando eles envenenados, queimados ou sofrendo de alguma paralisia por conta das batalhas. Gabite parecia alegre com toda a diversão do Pokémons, ter a ajuda da equipe de Glaceon seria excelente, e agora o progresso da guilda parecia aumentar. O dragão continuou a caminhar até ouvir uma ligeira voz vindo das sombras de um beco.
— Psiu... Maluco, chega mais ae. — disse a sombra.
Gabite não era nada curioso, e sem hesitar rapidamente andou em direção do beco. Se fosse algum Pokémon mal intencionado ele estaria com problemas, nada que ele não pudesse resolver, mas por sorte era apenas o novo integrante, Togepi.
— Eae.
— Eae.
— Firmeza?
— Firmeza.
— De boa?
           — De boas...
— Sussa.
Os dois estranhos continuaram se cumprimentando parecendo compreender-se perfeitamente enquanto balançavam suas cabeças positivamente.
 Eae cara, você é um dos novatos, não é? — perguntou Gabite.
— Pode crer, mas não curto essa rapaziada que sai por aí falando dos outros e fazendo apresentações para uma cambada. Têmo que sê atento pra os inimigo, maluco, às vezes ele tá do teu lado, tá ligado?
— Pode pá. — disse Gabite, parecendo finalmente ter encontrado alguém que compreendesse seu modo convencional de se comunicar.
Gabite estranhava aquele Pokémon, ele era muito mal encarado, embora não apresentasse nenhuma ameaça com seu tamanho. Os dois permaneceram em silêncio por um tempo, mas Togepi logo retirou um saco de sua bolsa e apresentou vários itens medicinais.
— Tô vendendo umas ervas brother, tenho Revival Herb, Heal Powder, Energy Root... Tem um gosto ruim pra caramba, mas se tu usar garanto que vai ficar acordado até amanhã. — disse Togepi.
— Você é engraçado, cara. Mas me manda um Energy Root, acho que ter você na equipe vai ser maneiro para contrabandear umas paradas.
— Demorô, tô sempre aqui nas trevas.
Gabite soltou uma longa risada. Aquele Togepi dizia ser capaz de conseguir qualquer objeto necessário, embora fosse de má qualidade. Não se sabia onde ele andava durante a manhã, nem de onde tirava os itens, mas ele sempre dava um jeito de encontrar o que queria, sendo conhecido como o Mercado Negro.
O dragão logo lançou as raízes goela a baixo, odiava vegetais, e fato aquele alimento era terrível. Porém, não demorou para que após alguns minutos ele saísse saltitante pela base. A Energy Root parecia fazer efeito de um energético, e ele logo sentia como se tivesse acabado de acordar. Gabite pulou em cima de Titânia e começou a gritar:
— Caraca manolita, eu já disse que amo você??
Titânia derrubou o dragão e socou-o para dentro de uma pedra. Observando-o com um olhar assustado.
— Por Arceus Gabite, que bicho mordeu você?! Você está enfeitiçado pela magia negra de Darkrai? Nunca o vi agir de tal maneira.— perguntou a serpente.
— Vixi, nunca viram ninguém feliz não?! Esse povo é foda, se estamos de mal humor eles brigam, e se estamos felizes eles acham mais estranho ainda. — perguntou Gabite.
— Sai daqui.
 
Gabite continuava a caminhar pela base enquanto procurava algo de interessante para fazer. Todos pareciam muito ocupados, por outro lado, os novos integrantes aquáticos pareciam dispostos a conversar. Horsea logo se deu conta de quem se aproximava, entrando em frente de Feebas e apressando o passo como se quisesse evitar um contato maior, mas Gabite pulou em frente aos dois com um grande sorriso.
— Opa! Se não é o novato encrenqueiro!! — disse Gabite.
Horsea lançou um olhar de lado para o dragão como se não estivesse muito disposto a conversar, por outro lado, Feebas era muito gentil e educada, e não deixaria de responder.
 Olá, Senhor Gabite. O que o trás aqui?
— Felicidade! O fato de estar vivo e poder compartilhar isso com as pessoas!
— Você pegou uma das ervas energéticas do Togepi? Heh, heh... — perguntou Feebas, dando uma singela risada para o dragão — Você é engraçado.
— Você também é esquisita. Quero dizer, você também é gente boa, sabe?
Horsea mantinha um olhar fuzilante, mas sempre que se dava conta Gabite acenava para o Pokémon.
— Olha, acho que começamos com o pé direito agora a pouco. Quero dizer, pé esquerdo., sei lá. Tô feliz. Heh... Esquece. Na verdade é pata, mas se levar para o lado desse cavalo marinho acho que seria rabo. Pra falar a verdade, você é um mamífero ou peixe?
— Peixe-ósseo. — disse Horsea de modo indiferente.
— Foi mal aquela treta nossa agora a pouco, mas sejam bem vindos ao grupo! — disse Gabite.
— Obrigada, Senhor. — respondeu Feebas com um aceno.
A garota podia não ser atraente, mas era muito educada e modesta. Horsea continuou a caminhar na companhia de sua amiga, enquanto Feebas lançava olhares para trás vendo Gabite saltitar pelo restante do acampamento.
 Ele pode parecer um bruto, mas sei que tem sentimentos. Tenho certeza que é um grande líder e amigo para essa guilda. — sorriu Feebas.
— Qual é, viu como ele falou com você? Não gosto desse cara, de verdade. — dizia Horsea.
— Ah, Mikau. Não seja bobo, não me importo se me acharem estranha! Espero que vocês dois ainda sejam grandes amigos.
— Amigo daquele cara? Vai ser difícil...

 Gabite finalmente aproximou-se da fogueira central e soltou um grunhido para chamar a atenção de todos os outros. A fogueira dos contos agora seria utilizada como uma sala de reunião, de forma que todos os atuais membros dos Fire Tales estivessem presentes. Gabite subiu em uma grande pedra e assim chamou a atenção de todos:
— Ae pessoal, quero dar umas palavrinhas importantes!
Todos os membros olharam para o dragão. Gabite fechou os olhos e encostou sua cabeça em seu ombro, parecendo meditar para dizer algo realmente profundo, porém, não houve resposta por um longo tempo.
 É minha impressão ou ele está dormindo? — perguntou Piplup.
 Efeito das ervas brother, efeito das ervas. — respondeu Togepi.
Titânia deu um rápido empurrão no dragão que logo tomou consciência e continuou seu discurso. O dragão tropeçou de cima da pedra, mas logo retomou seu discurso agora parecendo mais concentrado.
— Bom, estou aqui para anunciar a entrada dos novos Pokémons na guilda. Novos membros, equipe. — disse Gabite, apontando para os novos integrantes e em seguida para seus amigos antigos — Equipe, novos membros. Prontinho, estão apresentados.
Titânia subiu na rocha e tomou o lado de Gabite que permanecia de braços cruzados enquanto encarava a serpente. Pachirisu deu um rápido pulo posicionando-se no ombro de Gabite com um singelo sorriso. Ver os três maiores guerreiros da equipe era animador, aquela era a hora de anunciar a inauguração oficial da equipe.
— Acho que não há necessidade de apresentar pessoas que já podemos chamar de irmãos. — disse Titânia, sentando-se sobre a pedra e apoiando sua cabeça em uma de suas mãos.
— Tenho umas paradas pra dizer ao pessoal novato e para os companheiros que ainda não tive oportunidade de compartilhar.
O grupo parecia levar Gabite a sério. O dragão costumava ser muito brincalhão, mas por algum motivo aquelas palavras chamavam atenção de todos. Todos sabiam que ainda era somente o primeiro dia de criação da equipe, mas com toda certeza ainda haveria muito pela frente.
—  O poder para superar os obstáculos surge da força de vontade de cada um. Quando o efeito da vida surge nos Pokémons e humanos, eles podem contemplar de um sentimento que não vemos, mas sentimos com nossos corações. Vocês precisam de força para proteger seus amigos, precisam de força para realizar as tarefas dos treinadores nas horas certas. Se vocês quiserem seguir para frente sozinhos, temo em dizer que não chegarão em nada.
Gabite fez uma pausa e finalmente olhou para o céu.
— Nunca esqueçam do valor da amizade. É isso que nos move a cada dia.
O grupo dos Fire Tales soltaram um alto grito de confirmação. Gabite podia não ser o líder mais adequado, da mesma forma que também não tinha a apreciação de todos os companheiros, mas seu discurso fora o suficiente para que todos se sentissem inspirados a continuar seguindo em frente. Os Pokémons só foram interrompidos no momento que seus treinadores se levantaram assustados de suas camas na floresta, mas ao se virarem não havia mais nada no local. Os três logo voltaram a dormir, de modo que os Fire Tales fossem aos poucos se revelando.
 Fale mais baixo da próxima vez. Idiota. — disse Piplup.
— Foi mal, é que eu tava inspirado. — riu Gabite.
          — E que venham os Fire Tales! — concluiu Titânia, para finalmente encerrar aquela noite.

{ 12 comments... read them below or Comment }

  1. Gostei muito! Ih cara, finalmente o Gabite encontrou um cara que nem ele, esse Togepi e seu mercado negro me chamaram muita atenção. Ri muito com a história do lendário livro Wikipedia, o efeito do energy root no Gabite e dos diálogos entre Gabite e Togepi.

    Quero ver como o Lukas vai treinar esse Togepi para os contests.

    ReplyDelete
  2. Muito show! Parabéns Canas, na minha opinião estava ótimo para a introdução da guilda! E esse togepi eh uma parada, ri muito, hehehehe...Aguardo os próximos capítulos e o desenrolar da trama! Abraço!^^

    ReplyDelete
  3. Yo Canas!

    Realmente tive fora por uns tempos e não pude comentar algumas de suas magníficas obras, porém já estou aqui e bem disposto para comentar esse capítulo extraordinário. *-*

    Cara, essa reviravolta nas aventuras dos Fire Tales foi realmente excepcional. Sem dúvidas essas mudanças darão um rumo melhor para a história, pelo menos assim espero.

    Nesse capítulo eu consegui impressionar-me ainda mais com a personalidade do Gabite e vir a concluir que ele é realmente o líder ideal para essa guilda.

    Véy, achei esses nomes recém-revelados muito fodas. Mal posso esperar pra ver ou outros nomes.

    Togepi, Togepi, esse carinha tem futuro nesse ramo que ele seguiu. Caso venha a esforçar-se, poderá lucrar muito. Mas é sempre bom ficar com um pé atrás. u-u'

    Pois bem, até mais!

    ReplyDelete
  4. Togepi do maaaaaau, adorei cara! Bom, vamos dar uma olhadinha de novo e comentar tudo sobre esse texto fabuloso.

    A Gardevoir é muito legal, além de bonita, parece que essa dama Supporter também terá seus momentos descontraídos no bar (adorei essa parte! O Horsea também é muito legal, protegendo sua amiga e disposto a discutir com o Gabite mesmo com a diferença de tamanho e experiência. Senti um pouco de pena da Feebas naquela hora que foi chamada de esquisita, mas fico contente que ela tenha autoconfiança e saber que um dia ela pode se tornar uma linda Milotic. E o Togepi? Nossa cara, que maluco carismático! Adorei demais o jeito dele, com o mercado negro. Isso foi demais! O contrabando de ervas foi uma sacada muito boa de mostrar que nem o mundo Pokémon é perfeito, e que sempre tem gente tentando contrabandear elas kkkkk.

    O Capítulo ficou muito divertido, de forma que não precisemos mais exclusivamente dos contos para ver as aventuras dos seus queridos Pokémons. A Guilda ficou fantástica, de forma que sempre haverão grupos separados, o que acho muito interessante. Continue assim brow, tá indo muito bem! Abraço cara o7

    ReplyDelete
  5. Mesmo dizendo que a comedia ia terminar, eu ri muito com este capitulo. Acho que foi um inicio perfeito, estou louco para ver o que vai acontecer em seguida e com a chegada de futuros membros! :D

    ReplyDelete
  6. Eae Canas, blz? Bom cara, esse Fire Tales foi muito bom. Cara, eu ri muito com ele, minha mãe até achou que eu estava louco. Mas fique tranquilo que não usei as ervas do Togepi(kkkk). Feebas minhas querida, logo evoluirá para uma linda Milotic e Gabite irá babar em você. Bem legal essa ideia de fazer uma base para nossos queridos montrinhos. Eu ri muito no diálogo de Togepi e Gabite, esses dois se combinam. Esse Togepi vai ser um dos mais marcantes. Só peço que ele tenha cuidado com a policial Jane e com o Datena. Fico por aqui. Aguardo ansiosamente o próximo. Até mais!

    ReplyDelete
  7. Hello Canas \õ/

    Cara, primeiro eu quero pedir desculpas por não ter dado a minha humilde opinião durante a decisão dos Fire Tales T-T
    Não sei se eu já disse, mas estou tendo sérios problemas para entrar na minha conta do blog. Enfim, vamos ao ponto.

    Achei muito legal a ideia de uma guilda. O rumo que os Fire Tales tomaram foi muito legal.
    Lembro de ter lido que tu ia tirar o humor, mas mesmo assim eu ri em algumas partes.

    Manolo, esse Togepi é o mais foda que eu já vi. Chega de bebezinhos pokémon chorões, que só sabem ser fofos! O Togepi do Lukas é mó legal cara.
    Vendendo essas ervas suspeitas ai no mercado negro...E o Gabite ficou doidão LOL

    Falando no Gabite, ele foi muito indelicado falando que a Feebas era estranha D;
    Deixa só ela evoluir para uma Milotic.
    E aliás, o Horsea gosta dela *O*

    Pelo jeito agora tudo vai ficar bem mais interessante né? E eu começo a achar que a Titânia ainda vai ter um casinho amoroso com o Lairon...Enfim, se ela ver isso me quebra ao meio U_U"

    Bem Canas, agora eu quero só ver fevereiro chegando juntamente da Saga Diamante *O*

    ReplyDelete
  8. Cara esse capitulo ficou muito engraçado, manolo a "brincadeira" de guilda foi demais. Finalmente o Gabite conseguiu achar alguém que fala de seu jeito peculiar, aquele Togepi, onde ele arranja tudo aquilo? E o Gabite sendo mal educado com a Feebas, quando ela evolir para Milotic ele vai babando, mas ela ja tem dono e o dono é o Horsea. A foto ficou maneira, eu ri muito com ela. Enfim fico por aqui. Aeee o final de Janeiro ta chegando, isso quer dizer... Saga Diamante, to doido pra ler o capitulo 27.
    João_Victor.
    P.S.: O nome Aerus ficou legal no Gabite.

    ReplyDelete
  9. Eaê mano Canas, tudo sussa na parada? Firmezaaaaa brooow kkkkkk
    Mano esse Togepi do gueto me surpreendeu, desde pequenino já mexendo com o mercado negro, e vendendo suas mercadorias! O jeito diferenciado de falar, é bem retrô, quase na época em que os humanos conseguiam pronunciar poucos silabas, quase como Uga Uga, só que mais descontraído kkkkkk
    Este Horsea é encrenqueiro hein, nem se incomodou com seu pequeno tamanho e muito menos com a sua baixa experiencia, falando de igual para igual com o Gabite, só para proteger a sua amiga feia.
    Achei essa cena muito legal, e acho que neste pequeno diálogo, já podemos presumir varias coisas; uma delas é que o Mikau gosta da Feebas, que provavelmente, quando evoluir para uma Milotic vai conquistar o coração do Gabite, que vai ter que engolir oque falou no passado... pronto, temos um triangulo amoroso, estou certo??? kkkkk (não precisa se explicar, prefirou ficar na curiosidade)
    Mas de verdade cara, este trio promete!
    A Gardevoir sendo a suporter será muito proveitoso, e achei este Leafeon muito simpático, como na última vez!
    Canas, este primeiro capitulo, de uma nova aventura ficou perfeito, não senti falta da comédia, pois tudo ficou muito bem temperado!
    Parabéns cara, desta vez, como sempre, você me impressionou!
    E como disseram logo a cima "Janeiro está acabando" rumo a saga Diamante!
    Flw

    ReplyDelete
  10. Canitas de Ominous, que maluco. MALUCO MESMO, TÁ LIGADO? ops, ervas demais... kkkkkk foi um episódio amável. Adorei os novos membros e creio que no futuro ainda teremos uma rivalidade entre Kingdra e Garchomp. A ideia de mudar a ideia dos pokémons foi ótima e acredito que dessa forma você poderá trabalhar melhor com esses monstrinhos. Os contos da fogueira só vão aumentar. Imagina quando toda a equipe estiver reunida? Será épico.

    ReplyDelete
  11. Mermão! Que Togepi viagem cumpadi! Esse mano fica nas sombra arrumando os produto da revenda! Só toma cuidado pros homi num pegá o menor arrumando os barato pros parcero, senão vai dar treta!

    Cara, então o Fire Tales vai tomar esse seu rumo como uma guilda. Achei uma ótima ideia! E pelo visto a Titânia no fim acabou concordando. É, dessa vez o Aerus conseguiu uma boa ideia.

    Veremos o futuro desse "bonde" aí. UHAUHAUHAUHAUHUAHUAHUHA Mano, Togepi mó alucinação!

    ReplyDelete
  12. Foi difícil escolher qual especial eu lia primeiro, confesso
    Enfim
    Hmm, o que será que estão preparando? *.*
    Eles estão montando uma base, que cool *ooo*
    UMA GUILDA ASKADKSAKDKASKD [fangirlin por me lembrar de Fairy Tail, necessito voltar a ler esse mangá '--']
    — Eu não sei quanto isso vale, mas nossa guilda chegará até as estrelas! > Às vezes a falta de inteligência do Gabite é fofa, devo dizer
    LENDÁRIO LIVRO WIKIPEDIA AHEUAHEUAEHUAE
    Exatamente!! É uma parada muito doida que eu vi nuns desenhos que o Mestre estava assistindo. > LUKE ASSISTE FAIRY TAIL QQQ [não, ele ainda não conseguiu ganhar meu respeito de volta u-u - até porque, eu tenho encrenca com boa parte dos fãs desse anime '-' (por um mundo com mais Grayza shippers, pfvr {#comentinútil})]
    Claro que a Titânia é a Comandante xDD
    e ao deparar-se com a enorme bagunça não foi preciso dizer que ela teve uma enorme vontade de matar o organizador > AHEUAEHUAEUAHEUHAE
    O HORSEA SABE O QUE É GUILDA, AWN <3
    Devo admitir, o Gabite às vezes pensa xD
    Digo, Aerus. Belo nome, se me permite dizer.
    E o Togepi continua antissocial xDD
    Tadinha da Feebas ;--; Liga não, tu vai virar uma Milotic matadora e fazer geral engolir o riso u-u
    Mas gente, to amando esse Horsea <3
    Btw, amei o nome Mikau, tem uma musicalidade f*dona <3 <3
    Ainda bem que a Titânia está lá pra colocar o Aerus em seu devido lugar u-ú
    Ser mestre não é fácil, Aerus, aprenda isso logo ou realmente vai ter que passar o posto com menos de meia hora de posse xD
    Uma pedra nunca é só uma pedra, Vida de Inseto feels qq
    Ter polegares opositores, não é tão bom assim xDD
    — Tudo muito simples, mas devo admitir, possui seus charmes > Isso é um verdadeiro elogio considerando de quem veio
    TOGEPI DANADO, MANO, TO RINDO DEMAIS COM ELE AEHAUEHUAEHUAHEUAEU
    Engraçado como ele e o Aerus se dão bem de cara xDD
    TOGEPI CONTRABANDISTA, CHORANDO ETERNAMENTE DE TANTO RIR, PUTZ KKKKKKKKKKKKKK
    — Caraca manolita, eu já disse que amo você?? > #CHOREEEEEEEEEEEEEI
    Você está enfeitiçado pela magia negra de Darkrai? > LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL
    Cara, Aerus sob efeito de ervas tá impagável xDDD
    Sorte dele que a Feebas é muito simpática [e que o Mikau ainda não tá em sua última evolução kkk']
    Fala sério, a visão dos três fundadores da guilda é simplesmente epic <3
    [mesmo que o Gabite esteja sob efeito das ervas xDD]
    E não é que ele conseguiu retomar a seriedade quando foi necessário? Sabe, acho que ele realmente vai ser um bom líder....
    Nunca esqueçam do valor da amizade. É isso que nos move a cada dia. > Destacando simplesmente porque t.h.i.s. <3 <3 <3 <3 <3
    E o encerramento perfeito realmente são as palavras da Titânia!
    E que venham os Fire Tales!
    Abraços da Tsuki ^^/

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -