Posted by : CanasOminous May 23, 2016

Um dia desses eu estava acessando os capítulos antigos e me deparei com uma curiosidade muito bacana que eu costumava fazer lá na Saga Pérola: eu trilhava o caminho dos protagonistas e onde eles se encontravam. Por algum motivo eu parei e nunca mais segui com a ideia, mas estive trabalhando nos novos blogs da Aliança e decidi fazer uma visitinha para nossa boa e velha Sinnoh.

O mapa acima ilustra mais ou menos o trajeto que os Irmãos Wallers tomaram em toda sua viagem pela região. É engraçado notar que há alguns pulos enormes, como do Arco da Ilha de Ferro diretamente para o Mt. Coronet, o pulo até Snowpoint após o fim da segunda temporada, e também de Hearthome para Sunyshore quando a fanfic caminhava para seu final na Saga Platina.

Durante esses enormes pulos acabamos perdendo muitos lugares e cidades interessantes. Não se trata de nada que afete a história, mas são algumas rotas e lugares esquecidos que me peguei pensando: Caramba, teria sido interessante se eles tivessem tido mais tempo para explorá-los! Vejam só:

Celestic Town: A cidade dos velhinhos! Um dos grandes encontros com Cyrus acontece nessa rota nos games. A única aparição da cidade é quando Luke e Erick estão fazendo as inscrições para a Liga, assumindo-se que eles estavam hospedados nos arredores. Penso em como  o Luke se apaixonaria pelas estranhas pinturas na parede, ele é fascinado por esse tipo de arqueologia. Seria ainda mais interessante se estivessem junto do Roark. Agora imaginem só que barato ver os jovens passando um tempo com um monte de velhinhos, no melhor clima de férias na casa dos avós!

Victory Road: Acho que nunca vou me perdoar por cortar uma das partes mais épicas e difíceis dos games. Quem joga Pokémon sabe que antes da Elite 4 você vai ter de passar pela Victory Road, e muitas vezes esse caminho é pior que qualquer treinador (ser obrigado a usar Flash, argh!). Luke e Lukas poderiam ter tido alguns dos desafios mais intensos de sua carreira como treinadores aqui, porém, pelo bem da Liga Pokémon e do campeonato entre eles, tudo isso se resumiu a dois parágrafos. Dois. Míseros. Parágrafos. Ah, se nos jogos fosse tão fácil...

Resort Area, Survival Area e Fight Area: A enorme ilha mais acima do continente de Sinnoh só recebeu espaço para algumas menções ligeiras, os Wallers citam que tinham uma casa de campo nos arredores, pensem em como seria muito legal vê-los vivendo na suntuosa Villa, compartilhando um pouco dessa mordomia com líderes e famosos treinadores, desde aparições da Cynthia e a Dawn se pegando, Roark e Byron brigando, e até mesmo outros personagens queridos dos leitores como Cheryl, Riley e Marley.

Buck e Mira: E por falar nos Effort Trainers, dois personagens que não receberam menções durante a fic foram Buck e Mira. O motivo é que nunca gostei muito deles, mas além disso, os Irmãos Wallers não passaram muito tempo na Wayward Cave onde Aerus foi capturado pelo seu pai e nem na Stark Mountain. Mas isso também não é desculpa, uma vez que tanto Riley quanto Marley apareceram em locais completamente diferentes.


Rotas 216 e 217: Duas áreas gigantescas cobertas de neve, e que iriam requerer um pouco do Mt. Coronet também que foi cortado após o fim da Saga Diamante. Ah, neve! Teria sido adorável aproveitar um pouco mais desse lugar, especialmente o romance e as descrições belas que poderiam ser trabalhadas. Pokémons de fogo como Lyndis também teriam espaço garantido em arcos como o de Dante, o Blaziken da May do Aventuras em Hoenn que eu e o Kaio vivíamos planejando. Talvez o Dante volte a dar as caras no universo da Aliança Aventuras, talvez não. A verdade é que nunca saberemos o que rolou exatamente nessa rota...

Rota 210: Seguindo leste de Celestic Town ou norte de Solaceon existe aquela rota longa rota cheia de neblina, lembram-se? A princípio em Diamond e Pearl os Psyducks estão bloqueando passagem, então somos obrigados a seguir até Veilstone. Bom, poucos se lembram, mas o Piplup da Dawn aprende o movimento Defog nas ruínas de Solaceon, como em Platinum. Mas o resultado foi que ele nunca usou o movimento na fic e terminou sendo o mesmo Duke imprestável de sempre...

Pokémon Mansion: Na rota 212 os Irmãos Wallers citam em uma conversa rápida a enorme mansão e dizem que costumavam morar lá, ou que era uma casa de veraneio, algo do tipo. Em nossas novas interligações da Aliança, depois que os Wallers se mudam de lá, uma certa garotinha de Kanto acaba indo morar na mansão, tendo assim sua história iniciada ali... Vamos ver o que isso vai resultar!

Newmoon Island e Fullmoon Island: Os lugares de origem de alguns lendários acabaram ficando de lado, afinal, eles de nada mais serviriam que não fosse um filler. Já trabalhei com Cresselia e Darkrai numa história antiga (Dark Curse, aos interessados), e eu não estava muito disposto a repetir os personagens. Até porque ninguém ia querer ver um Tobias lutar contra o Luke na Liga, né? Luke já é apelão por si só...


Flower Paradise: Seria um capítulo interessante envolvendo Marley e o Shayman! Gosto muito da Marley, mas acabei me perdendo com ela na história e não consegui explorar completamente seu potencial. Talvez se ela tivesse alguma conexão com Shayman... Neeem... Isso me cheira a filler.

Turnback Cave: O labirinto terrível de Giratina! Esta seria uma das saídas dos jovens após a visita ao Distortion World no final da segunda temporada, e teria sido um recomeço interessante. Digamos que cortamos uma série de capítulos antes da Saga Platina começar, que seria precisamente o tempo dos personagens se recuperarem e partirem para Snowpoint, que é onde a terceira e última temporada já se inicia. No fim das contas, seria só uma encheção de linguiça dispensável. Giratina já estava fora do roteiro, de qualquer maneira.

Rota 219, 220 e 221: Descendo o caminho ao sul de Sandgem há aquela pequena parte do oceano, passando por duas rotas até o Pal Park, que nada mais é nos games do que uma mecânica de transferir Pokémons de jogos antigos. E se Luke e Lukas entrassem no Pal Park e se comunicassem com personagens que já sumiram da Aliança Aventuras, em parcerias com os velhos escritores que já nem se falam mais? Caramba, isso seria... bizarro.

O Interior do Mt. Coronet: Além da incrível batalha que acontece em seu topo, não vimos muito dos jovens na montanha mais famosa de Sinnoh, pelo menos não em seu interior... No máximo algumas lutas e descrições breves. Luke e Roark certamente devem ter passado mais tempo lá dentro treinando. Ah, é, eu havia me esquecido! A Dawn capturou o Machop hentai numa de suas entradas, este provavelmente foi o acontecimento mais importante no interior do Mt. Coronet.

{ 2 comments... read them below or Comment }

  1. PARTE ÉPICA?! GRAÇAS A DEUS QUE A VICTORY ROAD FOI REDUZIDA AQUI. Sério, tenho pesadelos com esse trecho, mais pesadelos do que ouvir 666 a música de Lavender Town de trás para frente.

    Ver essas imagens e essas localizações me dão uma nostalgia que eu até tenho vontade de tirar o pó do meu DS e recomeçar minha jornada :')

    "Em nossas novas interligações da Aliança, depois que os Wallers se mudam de lá, uma certa garotinha de Kanto acaba indo morar na mansão, tendo assim sua história iniciada ali..." OLHA A REFERÊNCIA, OLHA ESSA PROPAGANDA ESCONDIDA AÍ! (SOSSEGA, STAR :v)

    RAPAAAAZ, DAWN CAPTURANDO O MACHOP HENTAI! Lembro dessa porra como se fosse ontem, fiquei meio incomodada com ele na época, não curtia muito o Pokémon, mas Sly é Sly. AMEM ELE

    Adorei a matéria, é bem uma análise pós-história e além de ajudar você mesmo, dá pra chamar atenção dos novos autores. Algo como : "Presta atenção nos lugares da região que tu vai explorar e tira ao máximo deles"
    (Vai me ajuda muito em Kanto kk)

    Abraços :33
    ~ Star-chan

    ReplyDelete
    Replies
    1. Hello, Star! Há muitos elementos das fanfictions de aventura Pokémon que só conseguimos montar se pararmos e jogarmos os games com calma. Gosto do anime como referência, mas os jogos dão a profunidade necessária. Há muitos NPCs bacanas em cada rota, itens perdidos e pequenos detalhes que nos ajudam muito nas descrições. Quando eu escrevi Sinnoh muito ainda estava fresco em minha mente, mas sinto que eu deveria ter jogado mais, muito mais, até conhecer cada pixel da região. Não perca essa chance em Kanto, passe para os leitores o melhor do lugar que será sua casa nos próximos anos!

      MACHOP HENTAAAAAI! Poxa, aí está outra bela oportunidade perdida, zoei tanto o personagem que ele se tornou um imprestável, pobre Sly... Quem sabe em uma futura encarnação ele retorna como um glorioso Machamp, alguém da Aliança precisa honrar os Pokémon lutadores kkk É sempre bom ver que a galera ainda curte minhas matérias aqui em Sinnoh, no fim das contas não importa quanto tempo passe, eu sempre me pego pensando em tudo que criei para essa bendita história. Ah, Sinnoh, minha Sinnoh! Torço para que você sinta o mesmo com Kanto, muito sucesso em sua jornada :)

      Delete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas Eroles) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -